target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Desculpa se te chamo de amor

>>  terça-feira, 29 de dezembro de 2009

MOCCIA, Federico. Desculpa se te chamo de amor. São Paulo: Planeta do Brasil, 2009. 414p.

“Há um princípio de alegria, entre os obstáculos do coração que eu quero merecer...”

Desculpa se te chamo de amor de Federico Moccia é o melhor romance que li em 2009 e é com ele que fecho o ano do blog. Um romance arrebatador, encantador, emocionante e quente como um bom romance italiano deve ser. O filme baseado no livro e dirigido pelo próprio autor, foi lançado em 2008 com o título “Scusa ma ti chiamo amore”, no Brasil o título do filme é “Lição de Amor”.

Sinopse: Niki é uma adolescente divertida, inteligente e alegre. Alessandro é um publicitário bem sucedido de trinta e sete anos que acabou de ser abandonado por sua noiva. Apesar de vinte anos de diferença, Niki e Alessandro se apaixonam perdidamente e viverão uma história de amor que irá contra todas as convenções e preconceitos sociais.

Niki tem 17 anos e está para ser formar na Escola e entrar na universidade. Ela e suas amigas Érica, Olly e Diletta são conhecidas como as Ondas. As Ondas são unidas, são fortes, divertidas e imprevisíveis. Érica namora Giorgio a uma eternidade, Diletta é certinha e bem comportada e ainda não encontrou o amor, Olly é um furação que acredita que as experiências de vida são para serem vividas e aproveitadas ao máximo. Nick terminou com o DJ Fabio Fobia e deseja se apaixonar, ela não tem medo de nada e quer abraçar a vida e encontrar a felicidade.

Alessandro é um publicitário de 37 anos que está noivo de Elena. Sua vida está perfeitamente acomodada e organizada, alguns sonhos deixados para trás como conseqüência da maturidade, da vida, do relacionamento. Seus amigos já são casados, suas irmãs já têm filhos e ele sonha com os seus. Até que Elena o abandona sem nenhuma explicação e sua vida certinha desmorona.

Alessandro e Niki apesar de todas as diferenças irão se encontrar e se apaixonar. Nick é paixão, fogo, aventura e liberdade. Alessandro encontra seus sonhos perdidos e esperanças esquecidas naquela linda garota. Tudo seria mais simples se não fosse os 20 anos de diferença que separa o casal, a família e os amigos de ambos não aceitam o relacionamento. Ele acha que não terá futuro, ela acredita no amor acima de tudo.

Uma narrativa poética, uma história de amor com uma pitada de suspense. Um livro apaixonante! Frases que fazem sorrir, algumas que me fizeram chorar. Os personagens são cativantes, as histórias paralelas atiçam a curiosidade e a imaginação. Uma história que nos faz acreditar mais, acreditar no amor, nos sonhos e na liberdade.

Fiquei muito feliz em saber que teremos a continuação do livro, que tem o título original de "Scusa ma ti voglio sposari" (aiai) e “Cercasi Niki Disperatamente” onde conhecemos mais sobre Niki, ainda não sei quando saíra no Brasil, espero que no próximo ano.

Ainda não leu este livro imperdível? Deixo alguns dos trechos da sedutora narratida de Moccia para você também se apaixonar.

“Somos tão completamente diferentes. Em tudo. Corremos o risco de nos apaixonarmos perdidamente um pelo outro.”

“Medo de amar. Repito, mais o que há de mais bonito? Que risco mais vale a pena correr? Como é lindo se dar completamente a uma outra pessoa, confiar nela e não ter outro desejo a não ser vê-la sorrir.”

“Alessandro acaricia docemente os cabelos de Niki e os afasta do rosto. Depois sorri para ela. E canta novamente “Espero muito que você seja sincera”... e a beija. Um beijo lento, macio, que quer falar, serenamente dizer tudo, muito, demais. Tenho vontade de me apaixonar, Niki, de amar, de ser amado, tenho vontade de sonhar, quero construir, quero certezas. Trate de entender. Necessito esquecer tudo o que aconteceu nesses vinte anos que passei sem você. Será que um beijo sabe dizer tudo isto? Depende de quanto sabem ler os lábios que o recebem.”

" Niki sorri. Então se vira e o beija, com aquela boca que tem sabor de amor, como uma menina pequena caprichosa que procura por um beijo e sabe que vai encontrá-lo. Alessandro pega o rosto dela entre as mãos e a olha nos olhos. E mil palavras se trocam naquele seu olhar. Silenciosas, alegres, românticas, apaixonadas. Palavras escondidas, palavras que correm atrás das outras, palavras que pressionam para sair como um rio subterrâneo, como o eco longínquo de um vale apenas descoberto, como aquele alpinista que, com esforço, acabou de alcançar o pico de uma montanha e dali, sozinho, grita ao vento, às nuvens que o rodeiam, toda a sua felicidade. "

Confira o trailer do filme:

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO