target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

A farsa

>>  sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

REICH, Christopher. A farsa. Rio de Janeiro: Sextante, 2008. 336p.

Que tal uma leitura eletrizante? Recheada de suspense, intriga e aventura da primeira a ultima página? Assassinato, espionagem, guerra e traição são só algumas características do livro A Farsa do autor americano Christopher Reich.

Emma e Jonathan Ransom passam a vida viajando pelo mundo e atendendo a população carente de países necessitados. Jonathan é cirurgião dos Médicos Sem Fronteiras, e sua esposa trabalha na área administrativa da organização. Casados há oito anos, levam uma vida simples e feliz, até que acontece um terrível acidente durante uma escalada nos Alpes suíços. Emma cai em uma greta, quase 100 metros abaixo da superfície do gelo, sem chance de resgate.

Arrasado com a tragédia Jonathan não sabe mais o que fazer da vida, mas uma sucessão de acontecimentos aparentemente sem importância alterarão seu destino para sempre. Jonathan recebe uma correspondência destinada a esposa, contendo tíquetes para resgatar sua bagagem em uma estação de trem, e quando vai pegar as bagagens é atacado por dois policiais e a briga acaba terminando em assassinato.

O conteúdo das malas é chocante, parece pertencer a uma mulher diferente, rica e bem sucedida. Mas o documento de identidade mostra que a foto é de sua mulher, porém o nome da mulher é Eva Kruger. Arrasado ao perceber que não conhecia a verdadeira identidade de sua esposa, tentando entender quem seria aquela mulher e como foi enganado durante tanto tempo, ele parte em busca da verdade.

Tem início então uma corrida de vida e morte, que envolve políticos e militares importantes, armas nucleares, terrorismo, espiões e muita perseguição. Procurado por assassinato e cercado de inimigos por todos os lados, Jonathan tenta descobrir o que está por trás de todas as mentiras e se envolve numa trama onde terá que lutar pela própria vida.

Este é um daqueles livros que você começa a ler e não consegue mais parar, a trama é muito bem construída e os personagens são instigantes e misteriosos. Jonathan é uma pessoa calma, honesta e pacata que nem imaginava que Emma tinha um segredo. Porém, no decorrer do livro, se revela um homem corajoso e perspicaz. Os outros personagens também são muito bem construídos; o incansável policial Von Daniken que chefia as investigações, o assassino medonho conhecido como “fantasma” e o policial americano durão são de arrepiar.

Eu não conhecia o autor, e me surpreendi com este ótimo livro de ação, que não decepciona e segue em ritmo alucinante. A história teve seus direitos adquiridos pela Paramount Pictures, e já tem sequencia publicada com o livro “A Vingança”; para quem não leu o primeiro livro aconselho que não leia resumo ou resenhas do segundo, para não estragar a surpresa.

Acho que a impressão que todo livro passa ao leitor é única. Como bem já dizia Ranganathan “Todo leitor tem o seu livro” e “Todo livro tem seu leitor”. Li várias críticas negativas ao livro e algumas positivas, concordo que em alguns momentos as descrições são exageradas e alguns desdobramentos são bastante inverossímeis. O que não mudou minha opinião final, gostei muito do livro e da narrativa e recomendo. Eu normalmente me empolgo mesmo com os livros, eu surto, viajo e me sinto dentro da história. E adoro a sensação, de viver tantas aventuras sem sair de casa. Gostou? Não gostou? Dê sua opinião.

Site oficial do autor: http://www.christopherreich.com

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO