target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

A Sociedade do S - Susan Hubbard

>>  quarta-feira, 9 de junho de 2010




HUBBARD, Susan. A sociedade do S. São Paulo: Novo Século, 2010. 280p. (Ethical Vampire Novel, V.1).

Uma história de suspense, recheada de surpresas e revelações e com muito mistério fazem da narrativa de Susan Hubbard um livro fantástico. Eu me surpreendi com este livro que superou minhas expectativas. Hoje vou falar de A sociedade do S, primeiro volume da série Ethical Vampire Novel. Mas atenção, este é muito mais que um livro sobre vampiros.  

“Na minha cabeça, aquele dia em agosto foi o último dia do último verão da inocência.” p.51

Meu nome é Ariella Montero e hoje vou contar aqui a minha história...

Por mais que eu escreva, nada que eu diga aqui vai fazer parecerem mais interessantes os primeiros doze anos da minha monótona vida, mas eu preciso contar para que você entenda o que acontece a seguir. 

Eu vivia com meu pai Raphael Montero, em uma linda casa na pequena cidade de Saratoga Springs em Nova York. O que até então eu só podia imaginar porque nunca saia de casa. Sobre minha mãe, nada posso lhes dizer, pois ela desapareceu no dia em que nasci e nem uma foto sua eu jamais vi. Este era uns dos grandes mistérios da minha vida, mas meu pai jamais falava no assunto.

Cresci e vivi todos estes anos nesta casa, com uma governanta que cozinhava muito mal minha dieta vegetariana, com meu pai que me dava aulas a tarde sobre tudo que eu aprenderia na escola e muito mais, o que me tornou uma menina precoce e muito inteligente para minha idade. Como vocês podem imaginar a esta altura, eu não tinha amigos e não conhecia nada sobre o mundo lá fora. Eu também nunca tinha visto televisão e as histórias que eu conhecia eram dos livros da biblioteca de meu pai. Filosofia, grego, latim, poesia e outros livros que ele achasse interessante. 

Mas eu estava crescendo e começava a questionar todas as coisas, mais cedo ou mais tarde meu pai teria que me deixar conhecer o mundo, ou pelo menos o lado de fora de minha casa. Segundo ele isso acontecia porque eu tinha uma saúde sensível, pouca tolerância ao sol e corria o risco de ter Lúpus como ele. Acontece que aos doze anos eu fui conhecer a família de minha governanta, fiz amigos, ganhei uma bicicleta, dei meu primeiro beijo e é onde a minha história verdadeiramente começa.

Quando eu conheci todas as coisas, foi que estranhei o mundo em que vivia. Os mistérios que cercavam meu pai e questionei o desaparecimento de minha mãe. Meu pai tentou me explicar da melhor maneira que pode; surpreendentemente ele me disse que eu era filha de um vampiro e que minha mãe era uma mortal. Que cabia a mim escolher o meu destino.

Agora que inúmeras possibilidades se abriam, eu queria descobrir a verdade e não teria medo de tentar. Foi assim que sai de casa, foi assim que fui à procura de minha mãe. 

O melhor jeito de escrever sobre este livro foi deixar Ariella se apresentar para vocês, o que inicialmente me conquistou no livro. Esta é mais que uma história de vampiros e muito diferente das que já lemos até então, para aqueles que já estão cansados desta temática, não tenham medo, o vampirismo aqui está quase em segundo plano na história o suspense é o grande mote do livro. 

Ariella me encantou, pela sua inteligência, pelo seu jeito doce, mas ao mesmo tempo persistente e pelo seu olhar que descrevia com tanta surpresa coisas que são tão normais no nosso dia a dia, como uma televisão, um cavalo ou um jantar em família. A sensação foi de redescobrir o mundo junto com ela. A curiosidade para saber quem ou o que era seu pai, o que ele fazia e o que realmente teria acontecido com sua mãe também prende do início ao fim. 

Uma sociedade diferente de tudo que a gente leu, com várias ordens e divisões. O livro trata de escolhas, de dramas familiares, aborda inúmeras culturas, pesquisa genética e causas ambientais. 

Os outros personagens também são muito interessantes, desde sua amiga Kathleen e seus irmãos, a Sra McG, seu pai Raphael e seus assistentes, todos muito bem construídos. Alguns sempre cercados de mistérios, assassinatos, alguns dons como invisibilidade e leitura de mentes. 

Uma série que deveria ser bem mais conhecida, recomendo muito. Te convido a conhecer Ariella e desvendar o misterioso mundo em que ela vive. 

Série Ethical Vampire Novel
  1. A sociedade do S
  2. O ano dos desaparecimentos
  3. The season of Risks (ainda não lançado no Brasil).

Página oficial no myspace: http://www.myspace.com/thesocietyofs

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO