target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Desaparecidas - Chris Mooney

>>  sexta-feira, 9 de julho de 2010


MOONEY, Chris. Desaparecidas. Rio de Janeiro: Objetiva, 2010. 312p. (Darby McCormick, V.1)

“Darby lutou contra a vontade de chorar. Precisava ser forte. Corajosa. Inspirou fundo e depois caiu no choro, com raiva de si mesma por se mostrar pequena, assustada e fraca.”

Aos 16 anos de idade Darby vive um momento aterrorizante, que ficará gravado para sempre, e que moldará toda sua vida adulta. Tragédia, dor, sofrimento e perda marcam sua adolescência, um golpe que 20 anos depois ela ainda não superou. Com muito suspense e ação conheçam Desaparecidas de Chris Mooney.

Era noite, elas estavam em uma clareira no meio do bosque, levavam algumas cervejas para comemorar o aniversário de 16 anos de Mel, um gesto de rebeldia, uma brincadeira entre amigas. Stacey ouve um som, o som de gravetos secos e galhos sendo pisados. Elas param, escutam. Então ouvem a voz fraca da mulher, chorando e implorando... elas não deveriam olhar, mas não puderam evitar. Uma mulher está ajoelhada, tem uma corda no pescoço e com os olhos arregalados tenta arrancá-la. Elas se assustam. Ele vê e vem em direção a elas. Elas correm. 

Apenas Darby sobreviveu aos terríveis episódios que se sucederam, e muitos anos depois ela trabalha como investigadora para o Departamento de Polícia de Boston. Vasculha as cenas de crime a procura de pequenos indícios, pequenas pistas que possam esclarecer um caso. Quando uma jovem desaparece de sua casa no meio da noite, Darby faz parte da equipe de investigação.

Uma testemunha inesperada revela que muitas outras mulheres foram levadas de suas casas, tiradas de suas vidas, de suas famílias por vários anos. Todas elas podem ter sido vítimas do mesmo psicopata, O Viajante. A policia não tem pistas sobre ele, as mulheres desaparecidas são muitas e estão espalhadas por todo o país, e inesperadamente Darby pode estar mais ligada ao assassino do que ela imagina.

Um thriller policial envolvente e eletrizante. A história é narrada em terceira pessoa e se alterna entre a vida de Darby e do próprio assassino. A gente acompanha de perto como a polícia corre as cegas atrás de pistas, enquanto o assassino calcula friamente cada um de seus passos e está sempre a frente da polícia. Darby precisa desesperadamente descobrir o assassino, tem ainda esperanças de encontrar a moça seqüestrada com vida, mas o tempo é curto. 

O método do psicopata é assustador, de causar arrepios, mas ao mesmo tempo inteligente e muito envolvente. Darby precisa ainda lutar contra seus fantasmas do passado, mas não consegue tirar da cabeça a amiga morta, a tantos anos atrás. Ela se sente culpada e mesmo sem perceber, busca redenção.

Sinto muito, mas vou falar de novo, este é mais um daqueles livros que a gente lê sem parar, envolvida, louca para saber o final. A trama é bem diferente, um suspense inovador e cheio de tensão. Vou confessar também que matei um pedaço da história bem antes, e só fiquei esperando o final para confirmar minhas suspeitas. Será que você também vai matar a charada? Leiam e me contem. 

A policial Darby McCormick é personagem da série de romances policiais com mesmo nome, da qual Desaparecidas é o primeiro volume. Como a maioria das séries policiais os livros são bem independentes. 

Série Darby McCormick
  1. Desaparecidas (The Missing)
  2. The Secret Friend
  3. The Dead Room
  4. The soul collectors.
Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO