target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Crepúsculo Vermelho - Laura Elias

>>  segunda-feira, 2 de agosto de 2010


ELIAS, Laura. Crepúsculo Vermelho. São Paulo: Mythos Editora, 2009. 240p. (Red Kings, v.1)

“Eu suspirei e me agarrei a ele, deixando o mundo rodar.”

Para os fãs de romance sobrenatural, uma história com muito romance, amor, suspense, magia e sedução. O livro tem também um triângulo amoroso, muita ação e uma trilha sonora lindíssima. Conheçam Crepúsculo Vermelho da brasileira Laura Elias.

Megan Grey é uma jovem de 17 anos que vive na pequena cidade de Red Leaves com seus pais e seu irmão mais novo. Leva uma vida feliz e tranqüila, tem muitos amigos, é bastante independente e decidida, mas algumas coisas estranhas começam a acontecer com Megan. Primeiro vem a insônia, constante e assustadora, depois os sonhos inexplicáveis e de certa forma tão reais, e se não bastasse ela começa a escutar vozes, vozes que falam com ela. 

Enquanto isso um novo garoto, lindo e misterioso, chega a escola e mexe com os sentimentos da nossa protagonista. Um show da famosa banda The Red Kings of Dark Paradise está para acontecer na cidade e as garotas estão empolgadas com o evento. Acontecimentos aparentemente sem ligação podem mudar a vida de Megan e uma estranha febre acaba por fazê-la ser internada no hospital.

De volta a escola Megan acaba se aproximando de Simon Blackwell, lindo, fascinante e misterioso que desperta em Megan sentimentos fortes e arrasadores. Sua proximidade a encanta, a deixa sem ar, ela necessita de sua presença, de seu amor. Toda vez que ele se afasta, ela sente como se faltasse um pedaço, a tristeza parte seu coração. Ela decide investigar tudo sobre o estranho garoto e acaba descobrindo que ele é um vampiro, na verdade um rovdyrs, uma espécie desconhecida pelos humanos.

Depois de tudo isso, eis que chega o dia do grande show e Megan conhece Bill Stone, o vocalista da banda, e é como se o conhecesse a uma longa data. A paixão que ela sente por ele, a entorpece, a deixa sem ar e ela esquece de tudo, esquece de Simon e se sente devorada pelo amor de Bill Stone. Só que Bill, é mais parecido com Simon do que ela podia imaginar.

Um triângulo amoroso, um rock star, uma guerra entre espécies, uma disputa entre vampiros pelo amor de uma bela jovem. Bill procurava por sua amada há muitos séculos, e agora que a encontrou ele fará de tudo para conquistá-la. 

A trama do livro é muito interessante, tem algumas semelhanças com sagas do mesmo estilo que já conhecemos, como Twilight, mas cria um novo tipo de vampiro os Rovdyrs, que vivem em clãs a muitos séculos, casam apenas entre sua própria espécie e são extremamente fieis ao sentimento de família e união. Se apaixonar por uma humana, se casar com ela é proibido, o fruto desta união pode se tornar uma ameaça. É ai que entram as brigas entre os clãs, e os vampiros descontrolados e sugadores de sangue.

No meio disso tudo está Megan, uma adolescente inteligente, forte e decidida. Gostei muito de Megan que é uma adolescente normal, nem está entre as super populares da escola, nem entre as nerds anti-sociais. Megan tem duas ótimas amigas Sarah e Alice, e os meninos Paul e Chuck. Gostei muito dos outros personagens também, tantos dos amigos de Megan quanto de sua família, seus pais são muito fofos. 

No começo do livro quando Megan automaticamente se apaixona por Simon, fica tudo muito sem sentido (ele é um vampiro, pode me matar, mas eu nem ligo porque o amo) e eu demorei para me encantar com a história. Mas é ai que chega Bill Stone e tudo faz sentido, tanto a atração estranha por Simon como o desenrolar da história. Adorei Bill e seus companheiros de banda. Bill é lindo, romântico, carinhoso, gentil com todo mundo e super protetor com sua amada. 

E daí pra frente à história só melhora, eu devorei o livro doida para saber o final, terminou e eu ainda estava vidrada, ainda bem que tem uma continuação e será lançada ainda este mês. 

Eu tirei alguns pontos na minha avaliação do livro no skoob, o que foi uma pena, porque o enredo é muito bom. Mas o livro tem vários erros ortográficos, algumas palavras parecem que foram comidas e a edição não ficou legal. Uma pena porque o livro merecia uma capa melhor, papel melhor e uma edição bem feita. 

No mais se você é fã de romance, adora seres sobrenaturais corra e não deixe de ler, ótimos personagens, um trama cheia de suspense, ação, romance e uma trilha sonora de arrasar.

Laura Elias é a autora do mês de agosto no Viagem Literária. Durante o mês teremos também uma entrevista com a autora, e claro, aguardem que em breve tem promoção no ar. 

Trilogia Red Kings
  1. Crepúsculo Vermelho
  2. Lua Negra (lançamento em agosto de 2010)
  3. Luz da Noite (título provisório)

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO