target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

As patricinhas - Joey Dean

>>  quarta-feira, 6 de outubro de 2010


DEAN, Zoey. As patricinhas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010. 294p. Título original: Privileged.

Hoje tenho uma receita infalível para relaxar, dar boas risadas e esquecer toda a labuta do dia a dia. Da sua lindíssima capa brilhante e acetinada (ao vivo é bem mais bonita que na foto), passando pela escrita leve da autora, o livro que deu origem a série de TV Privileged é pura diversão. Apresentando Megan Smith a divertida protagonista de As patricinhas de Zoey Dean.

Megan acabou de se formar em Yale e está em Nova York batalhando pelo emprego que sempre sonhou, mas como a vida de uma jovem jornalista não é nada fácil... enquanto o emprego dos seus sonhos não aparece ela se vira como pode em um tablóide, escrevendo frases de efeito sobre os famosos de sempre. Além de um péssimo emprego Megan acumulou uma dívida de 75 mil dólares para pagar a faculdade. 

Bom pelo menos ela tem James, seu namorado carinhoso, lindo e inteligente. Ao contrário de Megan, ele já conseguiu um bom emprego na cidade contando com uma ajudinha de seus pais. Já sobre os pais de James ela não tinha muitas coisas boas para contar, graças a eles, enquanto James morava em um lindo apartamento ela era obrigada a dividir uma espelunca com uma amiga. Mas as coisas ficam realmente ruins quando Megan perde o único emprego que conseguiu, o apartamento e todo seu pobre guarda-roupa.

Sem idéia do que vai fazer da vida, ela recebe uma proposta inusitada. Tornar-se professora particular das riquíssimas gêmeas Baker em Palm Beach. Rose e Sage Baker têm 17 anos e só pensam em farrear, até que a avó das meninas ameaça deixar as duas sem um tostão se elas não entrarem para a faculdade. Megan logo percebe que se o assunto não for festas e roupas de grife, muita pouca coisa entra na cabeça das duas Patricinhas. Só que infelizmente ela não está em condições de recusar um emprego.

Se Megan conseguir realizar a Hercúlea tarefa de colocar as gêmeas na faculdade terá sua dívida integralmente paga pela Sra. Baker. Porém para conseguir se enturmar com a nata de Palm Beach ela precisa seguir com a maré. Isso significa roupas de marca, festas glamorosas e até um flerte de vez em quando. O que Megan não imaginava era quem nem tudo são flores na vida dos milionários e que ela também aprenderia uma grande lição.

Capa original
Este livro tem todos os ingredientes necessários para um ótimo chick-lit, uma protagonista muito divertida, um triângulo amoroso fofo, duas gêmeas do inferno, um amigo gay (e que graças a Deus tem roupas belíssimas) e muita confusão. Megan vai passar por situações inusitadas tentando conviver com a alta sociedade e as gêmeas não vão facilitar em nada sua vida.

Durante a leitura a gente vai percebendo que nem tudo que reluz é ouro, que não devemos julgar as pessoas pela aparência e que sempre podemos nos surpreender. Megan descobre mais sobre si mesmo, sobre as pessoas com quem convive e até sobre seu próprio coração.  Gostei muito da abordagem diferente da autora, normalmente as pattys ricas são as vilãs da história ou os enfeites do ambiente rs.

Amei os personagens, gostei muito de Megan, das gêmeas, de James e Will e claro o divertido cozinheiro Marco. Eu ainda não assisti a série de TV, que infelizmente foi cancelada e só teve uma temporada. Agora estou louca para  assistir, fiquei muito curiosa depois de ler o livro.

Só tenho uma coisa para reclamar, o livro é muito fininho e termina muito rápido. Tinha história ali para várias outras páginas e terminei com aquele gostinho de quero mais. Uma coisa que já percebi em alguns livros do gênero é que o final é sempre muito corrido, a personagem principal come o pão que o diabo amassou e na hora de colher os louros... viveram felizes para sempre e fim. Aff!! Eu queria saber mais do futuro de Megan, das gêmeas...de tudo. Tirando este detalhe, amei tudo.

As patricinhas é uma leitura leve e descontraída, sem grandes pretensões, mas que cumpre seu papel de divertir o leitor. Para quem gosta de chick-lit este é super recomendado. E para quem ainda não conhece o estilo é um bom livro para começar.

Sobre a autora:

Zoey Dean é autora da série Lista VIP, que está entre as mais vendidas do New York Times. Foi criada em Beverly Hills, mas atualmente mora em Palm Beach, onde trabalha em seu próximo romance e sonha com um Pulitzer...na verdade um vestidinho Lilly Pulitzer.


Avaliação (1  a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO