target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Bellissima - Nora Roberts

>>  quarta-feira, 10 de novembro de 2010


ROBERTS, Nora. Bellissima. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010. 546p. Título original: Homeport.

“Sem uma palavra, as mãos seguras, ela tirou a camisa dele. E pressionou-lhe o coração com os lábios, permanecendo ali, porque sabia que de alguma forma ele lhe roubara o seu.”

Os romances da Nora são muito clichês... moça solitária, forte e independente encontra homem rico e cabeça dura, os dois se engalfinham até a metade do livro, fazem sexo selvagem no resto e no fim ambos descobrem que encontraram a cara metade que culmina em um pedido de casamento e um final feliz. Sempre! Mas se você leu até aqui e está pensando que eu estou reclamando... nãoooo, longe disso. Eu gosto de mistério, mas é tão bom pegar um livro tendo certeza que ninguém vai morrer, trair, brochar, abandonar ou descobrir que está namorando alguém imortal rsrs. 

Nora Roberts é certeza de um sorriso no rosto, um final romântico e aquela sensação de aconchego. São mais de 200 romances publicados e hoje no blog encantem-se com Bellissima.

Ela era uma Jones, uma Jones de Jones Point. Criada na riqueza em uma família onde só o topo era aceitável ela se endureceu. Deixou de lado sentimentos que pudessem tirá-la de seus objetivos e investiu em sua carreira no instituto de arte. A Dra. Miranda Jones era exemplo de prestígio e sucesso. E mesmo não tendo consciência deste fato, possuía uma beleza avassaladora. Uma mulher de quase um metro e oitenta, com cabelos de um vermelho brilhante e olhos azuis avassaladores. 

Escondia até de si mesmo sua timidez e insegurança, enfiava para debaixo do tapete os descasos dos pais e se dedicava ao irmão Andrew, que agora vivia transtornado com seus próprios problemas. Mas um dia a segurança de sua bolha é quebrada, Miranda foi agredida e vítima em um assalto. Ao mesmo tempo sua mãe solicita sua presença na Itália para autenticar uma importante obra de arte, um bronze renascentista que representava a chance de um grande sucesso.

Mais uma vez ela mergulha no trabalho, entusiasmada com todas as possibilidades que se abriam diante da bela escultura, conhecida como A senhora Sombria. Mas de alguma forma tudo sai errado e ela acaba prejudicando sua carreira e piorando ainda mais o relacionamento com a mãe. Miranda volta para casa, perdida e abalada.

E lá ela se depara com Ryan Boldari, com sua beleza sombria, selvagem e sua segurança insuportável. Seu rosto parecia ter sido esculpido por ricas pinceladas de um dos quadros do instituto. O cabelo cheio, preto e elegantemente ondulado. A pele aveludada e os olhos de um castanho escuro onde ela vislumbrou pequenos reflexos dourados. Ele era o dono da Galeria Boldari e embora apresentasse uma proposta comercial, tinha outros interesses em jogo. 

Vários acontecimentos acabam por uni-los em um perigoso jogo, ela tem certeza que não pode confiar em sua honestidade e ele não vai deixar sua irracional atração por Miranda atrapalharem seus negócios. Roubos, traições, segredos e uma paixão avassaladora lançaram os dois em um jogo muito perigoso. 

Bellissima é um livro para ser devorado rapidamente até a última página, tem todos os ingredientes de um bom romance da Nora e um toque de mistério e suspense que vicia. Ryan é um personagem apaixonante, daqueles homens de arrancar suspiros e destruir corações. Uma mistura deliciosa de bom moço com cafajeste. E Miranda também é encantadora, forte ao mesmo tempo muito sensível, linda e inteligente. 

Os personagens secundários não ficaram abandonados na trama, gostei de saber mais sobre Andrew e sua luta para superar seus problemas e adorei a família de Ryan, queria que tivessem tido mais destaque inclusive. Tenho que confessar que descobri de cara o “vilão”, mas não atrapalhou em nada porque tive que esperar até o final para confirmar se tinha acertado. 

Tem dúvidas se vai para a lista? Recomendadíssimo! Leia com a certeza que vai suspirar se envolver com a trama e desejar um Ryan todinho para você. 

“Ele sabia muito bem o que queria. Queria muito da vida e principalmente de seus negócios. Sabia que ser um homem de negócios o levaria ao topo e, consequentemente, à realização de seus sonhos e desejos. Desejá-la era não apenas aceitável. Era esperado. Mas querê-la agora, com tanta força, com tanto ímpeto, era algo perigoso. Perigoso até mesmo para um jogador como ele...”


Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO