target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Círculo Negro - Catherine Fisher

>>  quarta-feira, 1 de dezembro de 2010


FISHER, Catherine. Círculo Negro. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010. 350p. Título original: Darkhenge.

“Há muitos caminhos para o Desmundo. Uma porta se abre, um pássaro canta. Alguém o convida, alguém o toma pela mão. Você entra, você ouve. Parece que tudo acontece em segundos. Lá, a vida passa ligeira.”

Um dos mais novos lançamentos do Grupo Editorial Record de literatura fantástica se inspira nos mitos Celtas e mistura o mundo real e da fantasia e os limites do ciúme entre irmãos.  Onde fica o mundo da imaginação? Hoje no blog: Círculo Negro de Catherine Fisher.

Rob é um rapaz talentoso e gentil que ama pintar, desenhar e é amado pela família e amigos. Ele é o centro das atenções, o pintor talentoso, o filho mais velho adorado. Ele mora com os pais e sua irmã mais nova Chloe e todo seu mundo muda quando o acidente acontece.

Após uma queda de cavalo, sua irmãzinha Chloe está em coma e todas as atenções se voltam para ela.  Os pais ficam ao lado do leito esperando por uma melhora; as esperanças são muitas, mas as chances são pequenas. A mãe deixa de lado parte de seu trabalho de atriz para ficar ao lado da filha, o dinheiro aperta e Rob foge de tudo com seus desenhos.

Com sua arte e seus desenhos ele consegue emprego como desenhista de um secreto sítio arqueológico, todas as descobertas estavam sendo mantidas em segredo e Rob se tornou parte do grupo. A medida que vão trabalhando começa a surgir um círculo antigo feito de madeira e muitos acontecimentos estranhos.

Um dia ele e seu melhor amigo Dan em seus passeios por Avebury presenciam um estranho ritual, neste ritual surge um homem estranho e misterioso. Um druida conhecido como Ervilhaca, mas que afirma ser o grande Taliesin – o poeta do mundo - e diz a Rob que sabe como acordar sua irmã.

Ele afirma que Chloe é prisioneira no Desmundo, um lugar estranho e sombrio e de onde ela pode nunca conseguir regressar. Quanto mais ela adentrar neste mundo, menores são suas chances de um dia acordar. O que era desespero se transforma em esperança, Rob agora precisa tentar achar sua irmã, indo ao Desmundo com a ajuda do misterioso Druida. 

Onde fica este estranho Desmundo? Que poderes Ervilhaca possui para resgatar Chloe de lá? Que mistérios a irmãzinha de Rob esconde de toda a sua família? Fantasia ou realidade, Rob terá que escolher entre acreditar no sonho ou se conformar com a realidade.

Este é um livro de literatura fantástica juvenil, mas que aborda uma temática totalmente diferente. Apesar de falar de um mundo de fantasia, magia e sobrenatural ele aborda estes conceitos de uma forma muito mais sombria e realista, cheia de sentimentos ruins e decepções... ciúme, inveja e muitas reviravoltas.

Eu não entendi porque este livro saiu pelo selo Bertrand, o livro é voltado ao público juvenil, apesar de ter uma linguagem adulta e um vocabulário mais elaborado ainda acho que é um título voltado para a Galera.  Apesar de eu amar esta temática e ter gostado do livro ele não me conquistou.

Primeiro tenho que dizer que eu adorei Rob, o personagem é fofo e faz de tudo para trazer a irmã de volta a vida. Mas a maioria dos personagens não são bem descritos, faltou uma introdução melhor que explicasse as atitudes de Chloe. Não posso explicar sem spoilers, mas no fim ela não passou de uma menininha chata e muito invejosa e mimada.  Fiquei muito irritada com a personagem e ela contribuiu em partes por livro não ter me conquistado.

O Desmundo também não ficou totalmente explicado, a narrativa as vezes ficou confusa e muito corrida. Eu gostei do clima sombrio e de mistério, das etapas que eles percorreram naquele mundo, mas no fim achei que o livro teve mais perguntas do que respostas.

Finalizando eu gostei de conhecer a narrativa diferente da autora e espero que lancem outros livros dela como Incarceron por aqui, eu achei a sinopse muito legal e já tem dois livros da série publicados. Recomendo para quem gosta de uma narrativa mais mística, mas não ficou entre os meus preferidos do gênero.

Mais sobre a autora: http://www.catherine-fisher.com

Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO