target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Amanhã você vai entender - Rebecca Stead

>>  segunda-feira, 18 de julho de 2011

STEAD, Rebecca. Amanhã você vai entender. Rio de Janeiro: Editora Intrínseca, 2011. 224p. Título original: When you reach me.

“Se eu não me engano, esse é o começo da história que você quer que eu conte. E eu ainda não sabia, mas foi também o fim da minha amizade com Sal.”

Eu me interessei por este livro quando lançou pela capa linda e bem diferente e pela sinopse que deixa um ar de suspense. Lendo descobri que o livro é mais que uma história juvenil, tem suspense, mistérios e um pouco de filosofia. Este é um livro para o leitor descobrir sozinho, então vou falar concisamente de Amanhã você vai entender da americana Rebecca Stead.

Década de 70. Nova York. Nos vamos conhecer Miranda, sua mãe e seu melhor amigo Sal. Tudo começa quando um “amigo” misterioso através de bilhetes anônimos, pede para que Miranda conte sua história, para que ela decifre alguns enigmas e descubra como salvar a vida de alguém.

E é por reflexões e por acontecimentos do dia a dia que vamos conhecendo melhor Miranda, uma menina de 12 anos que mora apenas com a mãe em um pequeno apartamento em Nova York. Ela nos conta os perigos da cidade, como agir ao sentir que tem um estranho por perto, como parar nos lugares seguros e passar rapidamente pelos lugares e pessoas perigosas. Miranda é uma “garota com chave” ela tem a chave de casa, já que quando chega da escola sua mãe ainda está no serviço.

A mãe trabalha em um escritório de advocacia, e nos dias mais estressantes vive levando material do escritório para casa, folhas, canetas e outras coisinhas. Sua mãe namora com um alemão, Richard é um advogado do escritório, o típico bom moço, mas que ainda não conquistou uma chave de sua casa.

Antes, sempre havia sido ela e seu inseparável amigo Sal. Até que um dia Sal apanha sem motivo de um menino desconhecido e sem nenhum aviso, para de falar com ela. O afastamento de seu melhor amigo a obriga a conhecer novas pessoas. É assim que ela faz amizade com o divertido Colin, com Annemarie, conhece Marcus e Julia.

Agora enquanto ajuda sua mãe a se preparar para um programa de TV onde poderão ganhar bastante dinheiro, Miranda começa a conviver com seus novos amigos e começa a receber os estranhos bilhetes misteriosos. Ela não sabe quem enviou, ela não sabe se aquilo é verdade, mas a pessoa parece adivinhar o que vai acontecer e afirma que veio para salvar a vida de um amigo dela.

Esta é uma história vivida no mundo real, com muitas reflexões sobre a vida, as leis físicas, o preconceito, as pessoas e seu modo de ver um mundo, narrados de uma maneira muito singular e cheio de surpresas.

O livro é difícil de resenhar, pois não quero contar nada que estrague para vocês o prazer das descobertas durante a leitura. Já vi por aí algumas resenhas que mataram o segredo do livro na primeira frase, isso me irrita demais rs.

O que posso falar é que este livro é diferente de todos, ele questiona valores e atitudes, trás reflexões bem singelas de vários aspectos da vida e principalmente sobre as atitudes das pessoas e as conseqüências delas para o resto de nossas vidas.

Miranda é uma personagem bem legal, que mantém o leitor curioso a cada página e tem um jeito muito fofo de narrar sua história. Eu li querendo saber o que ia acontecer, quem era o autor das cartas, o que ia acontecer com seus amigos e o porque de Sal ter cortado sua amizade com ela. Eu me identifiquei com ela em vários momentos, com seu jeito reflexivo, com sua mania de ler várias vezes o mesmo livro, com sua atração pelo menino divertido e sua insegurança em relação aos novos amigos.

Os títulos dos capítulos são ótimos e tem tudo haver com o assunto que ela está contando, achei isto muito legal. O ponto negativo para mim foi o tamanho do livro, achei muito conciso principalmente no final. Queria saber mais e termina tudo muito rápido. Sobre o mistério em si, queria que fosse mais bem explicado, é como se eu soubesse o  fim de uma história, sem saber como eles chegaram até aquele ponto.

Se esta foi a intenção da autora o sentido filosófico da coisa me escapou rsrs, é um livro que eu gostei, mas não posso falar que adorei sabe? De qualquer forma Rebecca Stead escreve muito bem e espero ter a chance e ler mais livros da autora.

Indico para leitores que gostam de tramas diferentes, gostam de filosofar sobre o que estão lendo e apreciam uma narrativa mais surreal rs. Se este é o seu perfil leia, espero que vocês caiam muitas vezes sobre a mesma plantação de brócolis. =] (Sim, terminei com uma piada interna, tem que ler para entender). ^^

Site oficial da autora: http://www.rebeccasteadbooks.com

Avaliação (1 a 5): 

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO