target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Souvenir - Therese Fowler

>>  terça-feira, 12 de julho de 2011

FOWLER, Therese. Souvenir. Rio de janeiro: Editora Objetiva, 2009. 382p. Título original: Souvenir: a Love story.

“Em verdade afirmo, não importa o que passe;
Eu o sinto, quando mais magoado
Melhor ter amado e perdido
Do que jamais amado.”
Lord Alfred Tennyson

Ultimamente estou numa fase de livros mais adultos e mais românticos, adoro variar os estilos e este livro foi mais um que me surpreendeu. Sabem aqueles amores adolescentes, perfeitos e que a gente acha que vão durar para sempre? Imaginem aqueles casais lindos dos livros juvenis, com todas as juras de amor verdadeiro e eterno. E se estes amores não durassem para sempre? E se tudo terminasse com um coração partido e sem final feliz? Este é apenas o início de Souvenir da americana Therese Fowler.

Meg Powell e Carson McKay cresceram juntos e descobriram juntos o amor, a paixão juvenil e as juras eternas. Aos 21 anos ele já tinham um  galpão onde eles pretendiam morar depois de casados, já sonhavam com uma vida juntos e com um lindo futuro. Carson amava Meg do fundo de seu coração, planejava o futuro dos dois, conhecia de cor cada pedaço e cada cheiro de seu corpo. Até que ao atingir a maioridade Meg toma uma súbita decisão.

Em uma noite embaixo de uma arvore já tão conhecida por eles, Meg termina tudo e pouco tempo depois anuncia que vai se casar com outro. O motivo nunca foi dito a Carson, mas conhecendo a família de Brian ele imagina que deveria ter sido por dinheiro. Meg se dedicou a vida de casada, enquanto Carson com o coração destroçado mergulha na música para esquecer seu grande amor.

Vinte anos se passam e os dois nunca mais se encontraram. Meg agora tem um pai viúvo para cuidar e uma filha adolescente. Ela ainda sofre pelo passado, foi obrigada a fazer o que fez para salvar a família da ruína, mas agora era muito tarde para remoer o passado. Seu casamento caiu na rotina, Brian era um marido responsável e ausente, mas ela tinha Savannah e a adolescente estava mais estranha a cada dia.

Carson transformara sua dor em músicas e acabou se tornando um astro de rock. Hoje ele é um pop star, rico, solteiro e muito cobiçado. Agora Carson está prestes a se casar com uma mulher bem mais jovem e volta a cidade para os preparativos.

Ao mesmo tempo Meg faz uma descoberta que mudará para sempre sua vida e Carson terá um papel significativo nos acontecimentos futuros. O que você estaria disposto a fazer pela pessoa que partiu seu coração?

Nossa como é difícil explicar tudo que senti ao ler este livro, primeiro, prepare-se para chorar... não estou falando de olhos marejados não, estou falando de soluços e congestionamento nasal rsrs. É impossível não se emocionar, não morrer de chorar em uma determinada parte e ainda assim é um livro lindo, que faz você pensar na vida, nas escolhas e até se arrepender de algumas delas.

Meg e Carson contam cenas lindas da adolescência, o livro alterna a narração entre os dois e a filha de Meg – Savannah. Mas, você não irá vê-los como os mocinhos ou o casal ideal dos livros, irá perceber nos personagens uma pessoa bem real, com todas as qualidades e defeitos do ser humano.

A história alterna lembranças do passado com acontecimentos do presente e eu estava agoniada para saber onde aquilo tudo ia chegar, no que iria acontecer. Li algumas resenhas do livro no skoob (depois de ler o livro ainda bem) que contam vários spoilers sobre os desdobramentos do livro, espero que vocês não tenham lido nada do tipo. É um livro para ser degustado e descoberto aos poucos - mesmo que você tente imaginar e desconfie o que pode acontecer rs.  

Souvenir é um drama sim, que conta uma história de vida cheia de mal entendidos e decisões contestáveis. Mas, é também um livro que te faz pensar... se Meg tivesse escolhido Carson seria tudo diferente? Eu, sinceramente, não sei. Como ela seria feliz com a falência dos pais, imaginando que poderia ter ajudado? Será que vale tudo por amor? Muitas perguntas que geram muitas reflexões diferentes.

O que eu menos gostei do livro foi a parte da Savannah, achei algumas partes meio corridas e sem muita lógica. Mas, como tudo que queremos é saber o que acontece com os protagonistas isso fica meio de lado e não me atrapalhou. Outra coisa que senti falta foi de saber mais sobre Brian e a noiva de Carson, eles ficam muito como coadjuvantes e ninguém se importa muito com o que eles sentiram ou o que acontece com eles.

Eu não tenho nada contra livros tristes, são histórias mais profundas e que ficam marcadas na memória. Para quem não gosta já aviso, preparem a caixa de lenços ou passem longe. Aos demais, indico esta linda história de amor, de luta e de escolhas que mudam sua vida para sempre. Leiam!

Site oficial da autora: http://theresefowler.com

Avaliação ( 1 a 5): 


Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO