target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Um homem de sorte - Nicholas Sparks

>>  terça-feira, 17 de janeiro de 2012

SPARKS, Nicholas. Um homem de sorte. São Paulo: Editora Novo Conceito, 2011. 352p. Título original: The lucky one.

“Imaginava que algumas pessoas acreditavam que ele viajava para esquecer as lembranças do mundo que havia deixado para trás; o que dava à viagem uma conotação poética. Outros pensavam que ele caminhava simplesmente pelo prazer de caminhar. Estavam todos errados. Ele gostava de caminhar e tinha um destino ao qual chegar. Simples assim. Gostava de partir quando sentia vontade, no seu próprio ritmo, para o lugar que quisesse. Depois de passar anos cumprindo ordens no Corpo de Fuzileiros Navais, a liberdade o atraía.” p.28

Acreditem ou não, este é o meu primeiro livro do Nicholas Sparks. Sim, eu sei, que vergonha Nanda! Tenho vários livros do autor na estante, mas ainda não tinha lido nenhum. Tinha dúvidas se ia gostar, primeiro porque não gosto de romances água com açúcar, segundo porque todo mundo fala que sempre morre alguém no final e isto me deixa meio frustrada... não por morrer, por saber que vai morrer rsrs. Mas, sem mais delongas, eu li, adorei e me arrependi de ter demorado tanto. Hoje, com vocês, Um homem de sorte de Nicholas Sparks.

Logan Thibault é um ex-fuzileiro naval dos EUA, depois de ir ao Iraque por três vezes e sobreviver ele resolve sair do exército e seguir com sua vida. Solteiro, com quase 30 anos ele resolve fazer uma longa caminhada, o que parece loucura para muitos tem um objetivo bem definido para ele.

Em uma manhã qualquer ao nascer do sol em uma caminhada no Kuwait, ele encontra uma foto no chão, escondida no meio de toda aquela areia. Na foto uma linda moça loira, os dizeres “Garota de sorte” em sua camiseta e uma simples mensagem no verso “Cuide-se E.” Para ele era uma simples foto, mas para seu amigo Victor aquele era um sinal de sorte, ele deveria carregar aquela foto sempre com ele.

Cinco anos se passaram, ele sobreviveu a 11 explosões e bateu todos os recordes de sobrevivência, seus colegas fuzileiros começaram a temê-lo, já  que se ele iria sobreviver, os outros podiam morrer. No final da guerra Victor lhe disse que ele tinha uma dívida com a mulher da foto, que ele deveria restaurar o equilíbrio indo procurá-la.

E é assim que Logan sai do Colorado e vai caminhando até a Carolina do Norte, procurando por uma pista da mulher misteriosa. Leva consigo apenas uma mochila nas costas e seu pastor alemão Zeus. A cidade de Hampton era pequena e ficava as margens do South River. Todas as pistas o levaram para lá, ele agora só precisa encontrá-la.

Keith Clayton é um policial de Hampton, o rapaz vem de uma família importante, seu avô é dono de boa parte da cidade. Keith é do tipo de policial que não leva desaforo para casa, que usa de sua posição para intimidar e conseguir tudo o que ele quer. Ele está acostumado a tirar todos de seu caminho, sempre para o bem maior é claro.

E o destino dos dois inevitavelmente irá se cruzar. Beth ou Elizabeth já foi casada com Keith e eles têm um filho de 10 anos, Ben. Ela mora com sua avó e juntas administram um canil. Treinam e cuidam dos cães da cidade e da vizinhança. Nana, sua avó, é famosa pela capacidade de adestrar um animal. Mas Nana não é mais a mesma, um derrame a deixou com dificuldades para andar e muito cansada, embora ela se negue a parar de trabalhar.

E é no canil que Thibault encontra a mulher da foto, aquela por quem procurou a muito tempo. Ele não sabe por que veio, nem o que espera dela, sabe apenas que sua caminhada terminou.

Não vou contar mais do enredo, vou deixar vocês se surpreenderem com as descobertas tanto quanto eu. O livro é tão lindo, com personagens excelentes e uma trama bem diferente do que eu esperava. Thibault é um homem misterioso e não sabemos muito o que esperar dele, mas sabemos que ele está ali por ela. Beth é uma mulher sofrida, seu casamento foi um erro e ela não teve longos relacionamentos depois do divórcio. Seu filho Ben é um menino muito inteligente, mas que também vive tendo problemas com o pai. Zeus é o cachorro mais fofo do mundo, me lembrou Lessie e aqueles outros filmes “a la sessão da tarde” rs. Nana também é apaixonante, sábia e muito divertida.


A forma com que o casal se aproxima aos poucos é muito bonita, a amizade dele primeiro com Ben , o jeito que ela o olhava com desconfiança no início. Beth que desconfiava muito dos homens depois do fiasco de seu casamento, o ex que não a deixava em paz e o homem misterioso. Para ela ele veio de lugar nenhum, caminhando atravessando o país e ela não sabia o porquê dele está ali. E até quando ele iria ficar...

Como  primeira experiência com o autor, apesar dos milhões de elogios que vejo nos outros blogs eu me surpreendi. Enredo muito bem construído e narrativa que foge do clichê. Como pontos negativos eu achei que a segunda metade do livro foi muito corrida, quase como se ele quisesse terminar logo o livro. A atitude de Beth lá para o final não me convenceu, e o final foi muito bom, mais corrido. Queria mais 100 páginas no mínimo para que tudo ficasse bem amarrado.



O livro foi adaptado para o cinema e tem estreia prevista para maio de 2012 com o título de The lucky one. Estrelado por Zac Efron (Logan), Taylor Schilling (Beth), Bythe Danner (Nana), Jay R. Ferguson (Keith) e Riley Thomas Stewart (Ben). Direção de Scott  Hicks e produzido pela Warner Bross. Confiram o trailer:


O romance é lindo, adorei os dois protagonistas. Junto com Ben e Zeus é impossível não amar os personagens. E se morre alguém no final? Ah vocês vão ter que ler para saber. ^^ Sem dúvidas eu indico, se você gosta de romance este é imperdível. Leiam!

Avaliação ( 1 a 5): 

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO