target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Príncipe sombrio - Christine Feehan

>>  quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

FEEHAN, Christine. Príncipe sombrio. São Paulo: Editora Universo dos livros, 2011. 464p. (Os cárpatos, v.1). Título original: Dark Prince: Author's Cut Special Edition.

“Frustrada, Raven se moveu freneticamente contra ele, fazendo-o se aproximar mais, ir mais fundo, mas rápido, com mais força. O sangue dela era como lava derretida, e Raven precisava de mais. Dele inteiro. Ela desejava um encontro mais profundo, queria a boca de Mikhail se alimentando dela, fazendo-a arder, marcando-a, unindo-os para toda eternidade.” p.255

A série sobrenatural Os Cárpatos (Dark Series) foi lançada originalmente em 1999 e a autora tem hoje mais de 40 romances publicados. Aqui no Brasil Os Cárpatos já possuía inúmeros fãs muito antes do lançamento da edição brasileira, foi um dos lançamentos mais aguardados e muita gente já ouviu falar, já leu os livros na edição original e já é fã de carteirinha. Eu não havia lido nada da autora antes deste livro, mas estava muito curiosa para conhecer, e hoje confiram minha opinião sobre Príncipe sombrio de Christine Feehan.

Os Cárpatos são uma raça antiga, que vivem na Romênia e são facilmente confundidos com os humanos, embora sejam muito diferentes. Eles são fortes; têm visão, olfato e audição apurados e inúmeros poderes, como a capacidade de se comunicar através da mente e de se transformar em vários animais além de se comunicar com eles. São seres noturnos, se alimentam de sangue e têm uma poderosa ligação com a terra - a terra os nutre, os cura e fortalece, vão a procura de seus nutrientes para se proteger e se recuperar. Os Cárpatos se alimentam de sangue, mas não matam para se alimentar. Apesar de serem facilmente confundidos com vampiros são muito diferentes, são chamados de vampiros aqueles da raça que se perderam, que mataram e agora vivem como animais.

Mikhail Dubrinksy é o líder dos Cárpatos, tenta apesar de séculos de sofrimento salvar sua espécie, que hoje corre o risco da extinção. Há poucas mulheres atualmente, numero insuficiente para fornecer companheiras a todos os homens da raça. Elas têm dificuldade de reprodução, as crianças são raras e muitas vezes não sobrevivem ao nascimento. Mulheres humanas morreram nas poucas experiências onde tentaram transformá-las, o futuro dos Cárpatos é incerto.

Eles precisam de uma mulher para sentir, sem uma companheira eles vão perdendo a capacidade de enxergar as cores, de ter sentimentos. E não qualquer companheira, eles precisam encontrar sua outra metade, aquela capaz de devolver ao macho a capacidade de ver e sentir. Quando a encontram são extremamente protetores, possessivos e ciumentos. É o extinto de proteção, eles morreriam por sua amada.

Raven Whitney é uma humana incomum, uma telepata que usa seus poderes para ajudar a policia a capturar assassinos em série. Porém o contato com as pessoas, com estas mentes perturbadas, deixa sua alma frágil e ela sofre de constantes dores de cabeça, precisa se isolar e evitar o contato humano para se proteger. Mas mesmo precisando de isolamento ela percebe uma alma que sofre muito, ela tenta falar com ele e ajudá-lo. Mikhail Dubrinsky está sofrendo, depois de tanto tempo em sua solidão está prestes a desistir de tudo e se mostrar ao sol. O príncipe está pronto para morrer e se assusta quando uma simples humana consegue entrar em sua mente. Mais do que isto, esta humana o faz ver cores, pela primeira vez, depois de tanto tempo.

Raven provoca em Mikhail sentimentos há muito esquecidos. Ele precisa daquela humana, ele a procura e a leva para junto dele. Mas Raven é uma mulher moderna, inteligente e forte. Ela não irá aceitar um homem ciumento e possessivo. Os dois travam uma batalha sensual e passional. Raven não se dobraria tão fácil, por mais bonito e tentador que ele fosse.

“O cabelo dele era escuro como grãos de café, estava penteado para trás e amarrado na nuca. O rosto era de um anjo ou de um demônio, força e poder, com uma boca sensual que indicava crueldade, e seus olhos pesados eram como obsidianas, frios e negros, pura magia negra.” p.32

Os inimigos estão perto, todos correm perigo e as mulheres são as mais visadas. Os humanos os tomam por vampiros, os atacam com estacas no coração e o príncipe deve defender sua raça da extinção. Raven é uma telepata, ela pode ajudar a localizar os assassinos, mas Mikhail pretende guardá-la as sete chaves para protegê-la.

Príncipe sombrio é um romance sensual, com uma mitologia muito bem desenvolvida. Vemos homens poderosos, mas que valorizam suas mulheres e precisam de uma companheira para sobreviver, homens que são capazes de qualquer coisa por estas mulheres, para ligá-las a eles para sempre através das palavras do antigo ritual Cárpato. Não sei como serão os próximos volumes, mas quero muito conhecer melhor os outros personagens como Gregori e Jacques.

Hoje existem muitas séries sobrenaturais no mercado e não temos como não compará-las, imagino que quando foi originalmente lançada a série era inovadora e única. O romance e as cenas hot me lembram um pouco a Irmandade da adaga negra, pessoalmente gostei mais do enredo dos Cárpatos, mas os personagens de IAN me conquistam mais rs. Os Cárpatos são poderosos, mas seus maiores inimigos são os humanos, que perseguem tudo o que é diferente e os tomam por vampiros. Esperava também mais da força deles, os humanos atacavam fácil demais, tem uma cena do incêndio que não me convence.

Eu adorei o livro, mas achei algumas partes lentas e muito repetitivas, até as cenas de sexo que são extremamente tórridas se tornam cansativas. Pesquisando vi que a Editora optou por lançar  a versão estendida para os fãs, Dark Prince: Author's Cut Special Edition e não o Dark Prince, primeiro livro da série. Não me fez desgostar da série, mas gostaria de uma narrativa mais ágil.

Outro problema do livro está na tradução, eu não li a edição original e não sei inglês o suficiente para compará-la, mas os erros gramaticais e ortográficos são gritantes. Em alguns momentos fica até difícil de compreender algumas frases o que é uma pena, já que a série é tão famosa e os fãs estavam aguardando o lançamento. Espero que no segundo volume da série isto não ocorra, melhor seriam se lançassem uma edição revisada deste volume. Isto não atrapalhou minha nota final, avaliei o livro pelo enredo que eu adorei. 

Para quem é fã de romances sobrenaturais adultos e de livros com cenas hots eu indico, com certeza é uma série que vale a pena ter na estante. Eu não vejo a hora de ler o segundo volume, leiam.

Série Os cárpatos de Christine Feehan
  1. Príncipe sombrio ( Dark Prince)
  2. Dark Desire
  3. Dark Gold
  4. Dark Magic
  5. Dark Challenge
  6. Dark Fire
  7. Dark Dream
  8. Dark Legend
  9. Dark Guardian
  10. Dark Symphony
  11. Dark Descent
  12. Dark Melody
  13. Dark Destiny
  14. Dark Hunger
  15. Dark Secret
  16. Dark Demon
  17. Dark Celebration
  18. Dark Possession
  19. Dark Curse
  20. Dark Slayer
  21. Dark Peril
  22. Dark Predator
  23. Dark Storm (setembro de 2012 nos EUA)
Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO