target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Viaje com as séries #12 - The O.C.

>>  segunda-feira, 18 de junho de 2012


Hoje amanheci nostálgica, pensando em coisas do passado, entre elas, uma série que eu adorava! Prontos para conhecer uma série antiga, mas nem tanto? Aposto que muita gente já ouviu falar e até já viu alguns episódios, estou falando de The O.C., que no Brasil teve o subtítulo ridículo acrescentado: Um estranho no paraíso. Mas em Portugal, o subtítulo consegue ser pior, não posso deixar de compartilhar com vocês: Na terra dos ricos. Quão engraçado é isso? Nível máximo.

Ok, voltando. The O.C. foi produzida pela Warner e teve uma primeira temporada estrondosa, com sucesso no mundo todo. Na série, acompanhamos a trajetória de um grupo de adolescentes e suas famílias – ricas -. Eles vivem em Newport Beach, em Orange County, Califórnia. Luxo! O criador da produção, que estreou em 5 de agosto de 2003, é Josh Schwartz, que também esteve envolvido em séries como Chuck, Gossip Girl e Hart of Dixie –que eu amo.

A série tenta aliar comédia e drama com uma trilha sonora incrível e com bandas não muito conhecidas – mas que, no entanto, depois passaram a ser, como The Killers.  Orange County é de onde vem a sigla O.C., um paraíso, onde tudo aparenta ser extremamente perfeito. Mas, por trás dos muros das mansões, os problemas são constantes e nada é tão perfeito quanto aparenta ser.

Ryan Atwood, um dos protagonistas, é um adolescente problemático, reservado, até mesmo arisco, que sempre se mete em roubadas por causa do irmão. Em uma de suas últimas detenções, conhece Sandy Cohen, um advogado público, idealista, que evita que Ryan vá para a prisão. Sandy se identifica com Ryan e o convida para morar em sua casa. Uma mudança e tanto para um garoto que não via um bom futuro para si.

Kirsten, a esposa perfeita de Sandy, não fica feliz com a mudança de Ryan para a sua casa. Sua maior preocupação é que o comportamento de Ryan afete seu único filho, o adolescente Seth. Seth é meu personagem preferido em toda a série, um sonhador, nerd, ingênuo e apaixonado desde sempre pela colega de escola, Summer Roberts, a tal garota popular e patricinha, que só se interessa em ver Seth bem longe dela. A parte boa é que isso muda mais tarde. Marissa Cooper, também faz parte do grupo. Ela é vizinha dos Cohen, melhor amiga de Summer e namorada de um dos grandes atletas da escola, Luke Ward. Um garoto que a trai o tempo todo e vive num mundo de fantasia e luxo.

Todos são podre de ricos, usufruem do bom e do melhor, têm carros e tanto dinheiro que muita gente nunca vai saber como é tê-los. Até que o pai de Marissa, Jimmy Cooper, se envolve em um escândalo financeiro e perde todo o dinheiro da família. Cataploft. O mundo idealizado por Marissa cai em ruínas e sua mãe, Julie, que é uma mulher extremamente interesseira, se encarrega de separar a família e ir em busca de um novo ricaço para sustentá-la. E olha que a mulher é piriguete, passa por algumas mãos durante a série. Aliás, a atriz interpreta a mãe de Matt em The Vampire Diaries e por lá ela também é fogosa, só que pobre.

Ryan aceita ficar pelo menos o fim de semana na casa de Sandy, então ele conhece Marissa, que o convida para um desfile e depois para uma festa na casa de sua outra amiga, Holly. Como não é bobo nem nada, ele aceita. Nessa festa ele vê Luke agredindo Seth e os dois se envolvem em uma luta, que Ryan vence. Por esse e outros motivos, o garoto vira o maior inimigo de Luke. E com essa confusão que começa a vida de Ryan no “paraíso”.

Ele é um garoto inteligente, dedicado, mas que não teve chances na vida, até agora. Kirsten, que era contra ele viver na casa com eles, se apaixona pelo garoto como uma mãe e o defende com unhas e dentes. Ryan também a vê assim, tanto quanto vê Sandy como um pai e Seth como um irmão. Essa família deu a ele a chance que jamais sonharia em ter e ele reconhece isso, faz de tudo para que tenham orgulho dele, mesmo que o destino interfira muitas vezes para o contrário. Ele é explosivo e não corre de nenhuma briga, um de seus maiores defeitos. Não é spoiler contar que Ryan e Marissa se apaixonam e que Summer, finalmente, cede aos encantos de Seth. São fofos, mas também são adolescentes que não têm certeza do que querem, e ao longo de quatro temporadas, muita coisa muda em suas vidas, inclusive, os pares românticos.

Após o mega-sucesso inicial obtido no mundo todo, a morte de uma das personagens principais, alterou profundamente o interesse demonstrado pelo público. Por esse mesmo motivo, em 3 de janeiro de 2007, a Warner decidiu terminar a série no final de sua 4ª temporada, tudo por conta dos baixos índices de audiência. O episódio final da série foi exibido em 22 de fevereiro de 2007. E eu confesso que ainda não assisti. Aliás, acho que até hoje não assisti nenhum episódio da quarta temporada tamanha minha indignação com a morte da personagem. Não que eu caísse de amores por ela, mas acho que com isso a série perdeu um pouco de sua identidade.

Curiosidade: Josh Schwartz, usou a estratégia Cavalo de Tróia para chamar atenção da Warner. Ele era um fã de séries do tipo Freaks and Geeks e My So-Called Life, porém essas séries sempre tiveram curta duração e a Warner “estava procurando o próximo Beverly Hills, 90210”. Ele se encontrou com os produtores McG e Stephanie Savage, e juntos desenvolveram a história de Ryan Atwood, um jovem adolescente que passa a viver com pessoas ricas em Orange County. Schwartz conta que esperava que os personagens fossem “um pouco engraçados, que tivessem alma, diferentes, e específicos do que os tipos que se normalmente vêem no gênero”. Deu certo até um certo ponto.

Informações Gerais
  • Gênero: Drama;
  • Duração: aproximadamente 42 minutos;
  • Criador: Josh Schwartz
  • Exibição: Inicialmente Estados Unidos, foi a primeira série a ser exibida em quase todos os países;
  • Produtores: Josh Schwartz, Dave Bartis, Bob DeLaurentis e Doug Liman;
  • Elenco: Peter Gallagher, Kelly Rowan, Benjamin McKenzie, Mischa Barton, Rachel Bilson, Adam Brody, Melinda Clarke e outros. 

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO