target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Viaje com as séries #19 – Haven

>>  segunda-feira, 6 de agosto de 2012


Olá, pessoal! Começaram bem o mês de agosto? Eu até que sim. Bom, a série de hoje é bem diferente, não é uma produção que agrade a todas as pessoas, tem um toque sobrenatural e muitas esquisitices, ainda assim, eu gosto. Estou falando de Haven.


A série estreou em 9 de julho de 2010, no canal Syfy e assim que tive o primeiro contato com ela já me interessei. Afinal, por ser baseada em uma obra de Stephen King, atiçou minha curiosidade. Vale a pena deixar claro que é apenas baseada e difere da história real do livro The Colorado Kid, que vocês podem conferir a sinopse abaixo:

 “Em uma ilha na costa do Maine, um homem morto é encontrado. Não há nenhuma identificação no cadáver. Apenas o trabalho obstinado de uma dupla formada por um jornalista local e um estudante de perícia criminal consegue descobrir algumas pistas e se passa mais um ano antes que o homem possa ser identificado. E este é apenas o começo do mistério. Porque quanto mais conseguem descobrir sobre o homem e as intrigantes circunstâncias de sua morte, menos eles conseguem entender. Ocorreu um crime impossível? Ou algo ainda mais estranho? Ninguém além de Stephen King poderia contar essa história sobre a natureza sombria no coração do desconhecido e a nossa compulsão ao investigar o inexplicável. Com ecos de O Falcão Maltês de Dashiell Hammet e o trabalho de Grahan Greene, um dos maiores contadores de história do planeta apresenta um conto emocionante e surpreendente cujo assunto é nada menos que a própria natureza do mistério...”Sinopse do Skoob


Na série, toda a trama está em torno da agente do FBI Audrey Parker. Ela chega à cidade de Haven para solucionar um assassinato. Ao desvendar o crime, Audrey descobre que o lugar é muito misterioso e que grande parte do povo que vive lá é dotado de habilidades paranormais. Haven é o refúgio de pessoas diferentes e é nesta cidade que ela descobre também uma pista sobre a mulher que pode ser sua mãe.


Audrey foi criada em um orfanato, não possui família, amigos e é totalmente dedicada ao trabalho no FBI. Nem mesmo férias a garota é capaz de tirar. Mas ao se deparar com essa pista tão importante sobre seu passado, a policial resolve usar alguns dias de férias para procurar mais informações.


A cidadezinha de Haven, no Maine, é diferente. Desde que colocou os pés lá, Parker meio que desencadeou a volta d’Os Problemas, um tipo de praga sobrenatural que já ocorreu na cidade pelo menos uma vez antes. Ao decorrer dos episódios, Parker começa a perceber que sua chegada em Haven pode ter sido planejada e que o seu nome e até mesmo suas lembranças podem não ser dela própria. Como a série progride, ela aprende mais sobre o mistério de ambos, tanto de Haven quanto de sua verdadeira identidade. Tudo, às voltas de casos muito esquisitos, que ela procura solucionar com a ajuda do policial Nathan Wuornos, que é filho do Chefe de Polícia local e que também é atingido pelos Problemas. Nathan não é capaz de sentir toques, nem quando se corta ou quebra alguma parte do corpo.


A coisa toda é muito louca. Não sou grande conhecedora das obras de Stephen King, mas sei que o cara, com todo respeito, tem uma mente incrível e muito, mas muito criativa. Então, se você não está acostumado ou não está aberto às maluquices que podem surgir, essa série não é para você. Sério. Lá fora, Haven não conquistou a crítica, no entanto, ganhou um público fiel, que a salvou do cancelamento.

Essas loucuras me conquistaram, além de Nathan e Duke, policial e “bandido” da cidadezinha, entre outros personagens. Duas temporadas já foram exibidas e a terceira – também com 13 episódios – estreia no dia 21 de setembro. Com o desenrolar dos episódios mais personagens aparecem, assim como novos mistérios para serem solucionados. É uma aventura e tanto! Ah, não posso esquecer de mencionar que dois personagens, que trabalham no jornal da cidade e são super engraçados, fizeram na segunda temporada uma disputa para ver quem conseguia mais seguidores no Twitter, aí colavam e mostravam os @ deles pela cidade, cômico.

Os @ maluquetes!


Curiosidades
  • Poucos elementos do livro são usados na série. Nas palavras do próprio King, "Haven tem mais à ver com Arquivo X do que com The Colorado Kid".
  • Da novela original, apenas os personagens Vincent Teague e David Bowie estão presentes na série. Sendo que nela, eles são irmãos de sobrenome "Teagues". São eles que informam à protagonista sobre o caso do Garoto do Colorado, exatamente como fizeram com a aspirante a repórter do livro.
  • Os personagens membros da família Wuornos possuem o mesmo sobrenome da famosa serial killer da Flórida, Aileen Wuornos.
  • A segunda temporada foi oficialmente anunciada um dia antes da exibição do último episódio da primeira temporada, nos Estados Unidos.
Sem legenda.

Informações Gerais
  • Gênero: Drama sobrenatural;
  • Criadores: Sam Ernst e Jim Dunn;
  • Elenco: Emily Rose, Lucas Bryant, Eric Balfour, Bree Williamson, Nicholas Campbell, entre outros;
  • Duração: aproximadamente 42 minutos.
Até a próxima! 

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO