target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Viaje com as séries #26 – Smash

>>  segunda-feira, 24 de setembro de 2012


Marilyn Monroe foi uma das mais célebres atrizes norte-americanas. Seu nome é conhecido no mundo todo e sua beleza elogiada até hoje. Sua história não foi composta apenas de flores e foi recheada de momentos polêmicos, o que não a faz uma pessoa menos admirada pelo público em geral. Marilyn era linda, talentosa, sexy e inspirava as pessoas, aliás, ainda inspira.


A temporada de estreia de Smash é centrada na vida desta figura famosa. Criada por Theresa Rebeck e dirigida por ninguém menos que Steven Spielberg, a série se desenvolve ao redor de um grupo de criadores, diretores e atores, que se dedicam a um musical sobre a vida de Marilyn. Mas não é apenas isso que a produção aborda, enquanto fazem o musical virar realidade, os personagens precisam lidar com problemas pessoais e muita competição.


Julia Houston e Tom Levitt são amigos de longa data e também são parceiros no quesito criação. Quando a ideia sobre o musical sobre a vida de Marilyn Monroe surge, ambos ficam extasiados e começam a trabalhar para torná-lo algo real. O problema é que Julia tinha prometido ao marido que não se envolveria em nenhum trabalho novo, pois eles se dedicavam a difícil tarefa de adotar uma criança. Mesmo assim, ela segue com o show, que fica cada vez maior.

Eileen Rand é uma produtora bastante conhecida, mas com seu nome sempre ligado ao do ex-marido. Ela se interessa pelo musical da dupla e quer entrar nele, com isso acertado, Eileen quer um dos melhores diretores no projeto, Derek Mills. O cara é bom, mas também é arrogante e completamente se achão, sem falar que tem uma rixa antiga com Tom, que demora para aceitar sua presença no grupo. Com o problema resolvido chega a hora de escolher os atores.


Karen e Ivy são as melhores candidatas para viver Marilyn, o que desperta uma inevitável disputa entre elas. Ivy é experiente e quer muito um papel de protagonista, ainda mais Marilyn. Karen é do interior, foi para a cidade grande atrás de oportunidades e até agora só conseguiu servir mesas. Mas seu dom é inigualável. Porém, alguns problemas no caminho exigem que alguém famoso esteja no elenco. Afinal, para produzir um musical muito dinheiro é envolvido e como Eileen está desvinculada do marido, ainda não tem tanta credibilidade assim com os investidores.

Smash nos leva para uma aventura musical. Acompanhamos as dificuldades de se colocar no palco algo tão grandioso, que envolve tantas pessoas e muito trabalho, sem falar na dedicação. Nos mostra pessoas ambiciosas, que não se preocupam em pisar nos outros se for para subirem e também nos ensina sobre a vida de Marilyn Monroe. Além de nos envolver com os dramas pessoais de cada personagem. 


Confesso que no começo eu torci um pouco o nariz para a série, por se tratar de um musical, um gênero que eu não curto tanto. Mas ela é ótima, excelente mesmo. E não é nem comparável a Glee, uma das séries musicais mais badaladas dos últimos tempos. Os conflitos aqui são mais adultos, é um cenário completamente diferente. Quem curte Glee, provavelmente vai gostar de Smash, e quem não curte também vai.  Smash foi uma das oito homenageadas na categoria "Série estreante mais excitante"  do Critics' Choice Television Awards, votado por jornalistas.

Informações Gerais
  • Gênero: Musical, comédia dramática;
  • Duração: Aproximadamente 42 minutos;
  • Criadora: Theresa Rebeck;
  • Elenco: Debra Messing, Jack Davenport, Katharine McPhee, Christian Borle, Megan Hilty, Raza Jaffrey, Jamie Cepero e Anjelica Huston.





Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO