target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Loucamente sua - Rachel Gibson

>>  terça-feira, 20 de novembro de 2012

GIBSON, Rachel. Loucamente sua. São Paulo: Editora Jardim dos livros, 2012. 344p. (Truly, Idaho, v.1). Título original: Truly madly yours.

“Ela devia saber que Henry ia impor condições para o testamento dele. E que ele tentaria fazê-la assumir seus negócios, para controlá-la e a todos de seu sepulcro. Agora tudo que ela tinha que fazer era escolher. Dinheiro ou a alma dela. Há meia hora ela teria dito que a alma dela não estava à venda, mas isso foi antes de ouvir o preço dado. Agora, as linhas de repente se apagaram, e ela não sabia mais o que pensar.” p.60

Quando eu leio vários livros de fantasia, juvenis ou policiais em seguida, eu sempre preciso mudar um pouco o estilo e vou logo atrás de um drama, romance ou chick-lit, a escolha da vez foi uma comédia romântica leve e divertida. Não tinha lido nada da autora ainda e hoje vou falar o que achei sobre Loucamente sua da norte-americana Rachel Gibson.

Delaney Shaw havia deixado para trás a pequena cidade de Truly em Idaho havia dez anos, tempo demais, ela percebia agora. Tempo demais desde que brigara com a mãe e o padrasto e fugira da faculdade, para conquistar a única coisa que não conseguiria ter junto de Henry Shaw, sua liberdade. Gwen, sua mãe, se casou com Henry quando ela ainda era uma criança, e o padrasto a adotou. Ele era o homem mais rico da cidade, foi prefeito por 24 anos, e ela, a filha certinha que tentava sempre atingir os objetivos dos pais, até aquele dia, quando ela se revoltou.

Foi naquele dia que Delaney conheceu o prazer, foi naquele dia também que ela resolveu odiar para sempre o lindo Nick Alegrezza, filho bastardo de seu padrasto. Agora Delaney, 28 anos, cabeleireira, precisava olhar para o mulherengo incorrigível novamente, e ficar bem longe dele.

Nick cresceu vendo Delaney ter tudo o que era dele por direito, ela uma menina adotada por seu pai, um pai que nunca o reconheceu como filho. Nick era o legítimo bad boy, lindo e mulherengo. Nos últimos anos o pai fizera de tudo para reconhecê-lo, mas ele não queria mais, era tarde demais. Henry queria um neto de qualquer jeito, para perpetuar o nome da família, mas um câncer o levou antes que pudesse ver o filho lhe dar um neto, algo que Nick não pretendia fazer nunca.

Mas Henry continua dando as cartas, até depois de morto. Ele deixa um testamento no mínimo, incomum. Delaney herdaria metade dos bens, se vivesse na cidade por um ano. Nick herdaria uma propriedade que era o sonho de qualquer construtor, se ficasse um ano sem ter relações sexuais para Delaney. Se um dos dois descumprissem as regras, a parte deles iria automaticamente para o outro.

“A última coisa que ela queria no mundo era voltar par Truly. Sua mãe a deixaria louca. Ela seria louca se ficasse e perdesse um ano de sua vida. Ela seria louca se não ficasse.” p. 60

O problema é que os dois já tiveram algo no passado, ambos saíram magoados, mas era impossível negar a atração que ela tinha por ele. A proximidade acende uma antiga chama.

“Alguém já te beijou, pergunta Nick a Delaney, até que você se sentisse tão excitada como se estivesse em brasas? Até que não ligasse para mais nada?”

~~~~~~

Eu tenho dois livros da autora há séculos na estante, mas ainda não tinha lido nenhum, e eu adorei a narrativa leve e divertida de Rachel Gibson. O livro não tem novidade nenhuma rs, garota linda volta a cidade e reencontra o homem lindo que esteve envolvido com ela no passado, aparentemente eles se odeiam, pelo testamento não podem ficar juntos ou ele perde tudo. O resto é óbvio certo? É, mas as confusões todas para chegar ao final são bem divertidas e muito fofas. Este livro foi lançado originalmente nos EUA em 1999, foi apenas o segundo livro da autora publicado, que agora tem mais de 15 livros lançados lá fora. Então imagino que seus livros mais novos sejam bem melhores.

O enredo tem pequenas falhas que são comuns nos chick-lits, a historia fica muito concentrada nos protagonistas e os personagens coadjuvantes são deixados muito de lado, o final é corrido e tudo se resolve em um capítulo. Normal. Eu não gostei principalmente do caso da Delaney com o salão que ela abre na cidade ficar muito no ar, ficamos o livro todo esperando o confronto entre os dois salões concorrentes e que ela mostrasse os seus talentos e tudo fica só nas entrelinhas. Achei também alguns errinhos de digitação e tradução que sempre incomodam.

Tirando isso eu adorei a leitura e me diverti muito. A química ente o casal é inegável, a narrativa se alterna entre eles e os dois são tão teimosos que ta na cara onde isso vai parar. Ah por falar nisso me lembrei de outro erro, na sinopse e na orelha do livro eles divulgam uma informação errada “se quiser receber sua herança ela deverá permanecer um ano inteiro na cidade e não ter contato sexual algum com Nick...”. Mentira! Ela pode dormir com ele, ele que não pode dormir com ela ou perde sua parte na herança.

Confiram o book  trailer:

Pretendo ler outros livros da Rachel Gibson, gostei do estilo da autora e indico para fãs de chick-lits e de romances leves, mas com algumas cenas mais calientes. Leiam!

Série Truly, Idaho da Rachel Gibson

  1. Loucamente sua (Truly madly yours)
  2. Sempre ao seu lado (Tangled un in you)
  3. What I love about you (não lançado no Brasil)
Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO