target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Viajando no Mundo das Capas #13: A Sombra do Vento

>>  quinta-feira, 29 de novembro de 2012


Antes de irmos para as capas, deixa eu falar que está complicadinho encontrar livros com muitas capas, e fico sem muita opção. Então, caso tenha algum livro que queira ver na coluna, diga aqui, para eu ver se consigo encontrar capas. Irei procurar as capas de todos os livros indicados, só não garoto que encontrarei, ok? :) 

O livro do Viajando no Mundo das Capas de hoje é A Sombra do Vento, vamos conferir?

Capa Brasileira
A Sombra do Vento é uma narrativa de ritmo eletrizante, escrita em uma prosa ora poética, ora irônica. O enredo mistura gêneros como o romance de aventuras de Alexandre Dumas, a novela gótica de Edgar Allan Poe e os folhetins amorosos de Victor Hugo. Ambientado na Barcelona franquista da primeira metade do século XX, entre os últimos raios de luz do modernismo e as trevas do pós-guerra, o romance de Zafón é uma obra sedutora, comovente e impossível de largar. Além de ser uma grandiosa homenagem ao poder místico dos livros, é um verdadeiro triunfo da arte de contar histórias. Tudo começa em Barcelona, em 1945. Daniel Sempere está completando 11 anos. Ao ver o filho triste por não conseguir mais se lembrar do rosto da mãe já morta, seu pai lhe dá um presente inesquecível: em uma madrugada fantasmagórica, leva-o a um misterioso lugar no coração do centro histórico da cidade, o Cemitério dos Livros Esquecidos. O lugar, conhecido de poucos barceloneses, é uma biblioteca secreta e labiríntica que funciona como depósito para obras abandonadas pelo mundo, à espera de que alguém as descubra. É lá que Daniel encontra um exemplar de "A Sombra do Vento", do também barcelonês Julián Carax. O livro desperta no jovem e sensível Daniel um enorme fascínio por aquele autor desconhecido e sua obra, que ele descobre ser vasta. Obcecado, Daniel começa então uma busca pelos outros livros de Carax e, para sua surpresa, descobre que alguém vem queimando sistematicamente todos os exemplares de todos os livros que o autor já escreveu. Na verdade, o exemplar que Daniel tem em mãos pode ser o último existente. E ele logo irá entender que, se não descobrir a verdade sobre Julián Carax, ele e aqueles que ama poderão ter um destino terrível.

~~~~~

Eu achei pouquíssimas capas, e como não gostei da maioria, não irei comentar, ok? A única que gostei foi a capa da primeira edição dos Estados Unidos. 


China 1, Andorra, Alemanha.


Holanda, Espanha, Coréia.


República Tcheca, Noruega, China.


Estados Unidos, Estados Unidos (1ª Ed.), Ucrânia.  


~~~~~

Eu fico com a capa do Brasil. E vocês, preferem qual? 

Querem sugerir um livro para essa coluna? Clique aquiVejo vocês semana que vem :) Abraços.





Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO