target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Viaje com as séries #55 – Grey’s Anatomy

>>  segunda-feira, 29 de abril de 2013


Sou viciada em séries e isso vocês estão cansados de saber. Parte de ser uma sériemaníaca é ter o sentimento de que aquelas mais de 35 séries em sua grade não são suficientes e ainda querer mais, muito mais. Sempre que alguém elogia uma série fico doida querendo assistir e conferir, geralmente a preguiça vence, como com aquelas com mais de cinco temporadas ou então a culpa é do tempo, que anda cada vez mais escasso.

Ainda quero conferir Bones, Dexter, colocar The Big Bang Theory em dia, Ghost Whisperer, The Client List e todas as outras que os amigos indicam, entre elas Grey’s Anatomy, que prometi para Nanda que colocaria em dia. Só assisti a primeira temporada da série, a maior parte dos episódios foi quando passou no SBT e agora tenho oito temporadas para assistir. Oito temporadas de mais de 20 episódios. Fiquei com preguiça só de pensar, mas pelos elogios que leio, sei que valerá a pena.


Sei que não vou poder dizer que recomendo, que a série é boa ou mesmo comentar sobre o que aconteceu de mais marcante, porque muita coisa aconteceu desde que eu parei de ver, muita mesmo, inclusive muitas mortes, que é o que o povo sempre comenta que Shonda Rhimes, a impiedosa, faz. Shonda é a criadora da série, que teve seu piloto transmitido pela primeira vez em 27 de março de 2005 nos Estados Unidos. A trama é protagonizada por Ellen Pompeo, a intérprete da Dra. Meredith Grey, residente do fictício hospital cirúrgico Seattle Grace, um dos programas de residência em cirurgia médica mais rígidos do país. A série é focada nela e em seus colegas, também internos: Cristina, Izzie, George e Alex, mostrando suas vidas amorosas e as dificuldades pelas quais passam no trabalho e na vida pessoal.

A série logo se tornou um sucesso e isso é óbvio, porque ela caminha para sua décima temporada. No Brasil não é diferente, na TV paga, quem a exibe em horário nobre é o canal Sony e na aberta, como comentei, quem transmite é o SBT. A Sony transmite os episódios variando as temporadas, são episódios às 13h, às 22h, às 16h. É Grey’s Anatomy por todo lado. Se quiserem conferir a grade, basta clicar aqui.

Antes da transmissão, foi anunciado que o título da série mudaria de "Grey's Anatomy" para "Complications", mas isso nunca chegou a acontecer. O nome da produção é derivado de Henry Gray, autor do livro médico Gray's Anatomy. Bom, como só vi a primeira e não posso revelar spoilers aqui, vou comentar um pouco sobre a temporada que proporcionou à série todo o sucesso que tem.

Meredith Grey, que é filha da renomada cirurgiã Ellis Grey – ou seja, pressão na garota -, é selecionada como interna do Hospital Seattle Grace. Lá, conhece Cristina Yang, Izzie Stevens, George O' malley e Alex Karev também internos. A convivência neste período tão difícil e puxado da carreira, fará com que eles se tornem grandes amigos. Entre as outras personagens, se encontram a Dra. Miranda Bailey, apelidada de "Nazista" por sua rigidez e dureza com os alunos; os cirurgiões Dr. Derek Shepherd – galã e par romântico da Grey, o Dr. Preston Burke e Dr. Richard Webber, cirurgião-chefe e administrador do hospital.


A temporada mostra os primeiros meses dos personagens como internos e como é seu dia-a-dia, como os novatos se adaptam a todo esse leque de informações, problemas e como achar a solução dos casos que caem em seus colos, sempre com muita pressão e cobrança, afinal eles estão entre os melhores e querem ser considerados assim um dia. Entre as tramas, destacam-se os esforços de Meredith para manter em segredo seu relacionamento com o Dr. Shepherd – uma relação entre aluna e professor, que começou antes que eles soubessem disso - e o fato de que sua mãe possui Alzheimer, assim como a rivalidade entre Burke e Shepherd pela futura direção do hospital.

A primeira temporada deveria ter treze episódios, quantidade pedida para o show antes de ele estrear no midseason. Contudo, a ABC decidiu encerrar a temporada no nono episódio, ao ver que ele constituía um final de temporada mais dramático e chamativo, por isso uma temporada de estreia tão curta, que rendeu aquele momento já conhecido de bocas abertas e olhares surpresos e incrédulos. O número de episódios por temporada não é fechadinho. A segunda, por exemplo, teve 27 episódios e a terceira 25, enquanto a quarta teve 17, a quinta e a sexta 24, a sétima teve 22 episódios exibidos, a oitava temporada voltou aos 24 e a nona tem 21 episódios exibidos até agora. É episódio que não acaba mais.

Confiram algumas curiosidades sobre o elenco, porque outras são super cheias de spoiler:
  • Há rumores de que Isaiah Washington teria saído da série por conta de problemas com o ator T.R. Knight e de que Brooke Smith teria saído pois a direção do programa não gostou de sua interpretação da personagem lésbica.
  • Kate Walsh deixou a série para viver a mesma personagem numa ramificação de Grey's Anatomy, chamada Private Practice. Esta série se passa em Los Angeles e mostra a vida da Dra. Addison, que, depois de deixar os Centros Cirúrgicos, passa a trabalhar numa clínica particular com alguns amigos do tempo da faculdade.
  • Vale informar que o piloto de Private Practice, teve a participação do Chefe do hospital de Grey's Anatomy, dizendo que se a Dra. Addison quisesse voltar, o Seattle Grace estaria de porta abertas.
  • Jessica Capshaw entrará como personagem regular somente a partir da 6ª temporada.
  • Kim Raver ficaria restrita a apenas alguns episódios da 6ª temporada porém devido ao talento da atriz permanece como personagem regular da série.
Como adoro curiosidades, lá vê mais algumas sobre a produção:
  • A criadora do programa, Shonda Rhimes, e Patrick Dempsey, o Dr. Derek Sheperd, fazem aniversário no mesmo dia: 13 de janeiro.
  • Com exceção do episódio "The Self Destruct Button", da 1ª temporada, todos os outros episódios tiveram seus títulos retirados de músicas conhecidas.
  • É comum no seriado que alguns dos momentos mais importantes se passem dentro de um elevador.
  • Inicialmente, Isaiah Washington (Dr. Burke) estava escalado para o papel de Dr. Derek Shepherd. Rob Lowe também foi considerado para o mesmo papel.
  • Sandra Oh (Cristina Yang), havia atendido inicialmente às audições para o papel da Dra. Bailey.
  • O programa foi um dos primeiros a fazer parte de uma das mais novas tendências das emissoras norte-americanas, que é manter blogs sobre seus seriados. No site da ABC, há o "Grey Matter", atualizado todas as semanas, logo após a exibição de um episódio inédito, ou pela criadora do programa, Shonda Rhimes ou pelo escritor do episódio em questão.
  • Há ainda blogs "escritos" por duas personagens interpretadas por dois atores secundários, ou coadjuvantes, do programa: Joe, o barman e dono do Emerald City Bar, e Debbie, uma das enfermeiras do Hospital Seattle Grace.
  • A série possui um podcast oficial que contém sempre comentários sobre cada episódio da série pela criadora da série e algum convidado especial, geralmente um dos produtores ou um dos membros do elenco da série. O podcast é lançado todas as semana, gratuitamente, e está disponível na loja virtual do iTunes.
  • Tanto Sandra Oh quanto Kate Walsh estiveram no filme Sob o sol da Toscana.
  • Parte das filmagens da série acontecem no Centro Médico de Sepulveda, localizado em San Fernando Valley, uma área de Los Angeles.
  • Ainda sobre filmagens: algumas das externas do fictício Hospital Seattle Grace foram filmadas no Fisher Plaza, sede da KOMO 4, afiliada local da ABC. No episódio-piloto, quando um paciente é trazido via helicóptero, é possível enxergar o logótipo da emissora no lado do edifício, além das mais de 10 antenas de satélite que ficam no telhado.
  • O Dr. Alex Karev, interpretado por Justin Chambers, originalmente não faria parte do programa. O personagem foi adicionado ao roteiro posteriormente, quando se pensou na ideia de haver um personagem que funcionasse como um dos poucos colegas homens do Dr. George O'Malley no hospital, mas que fosse, ao mesmo tempo, o maior responsável por frustrar seus planos. Chambers entrou para o elenco devido à sua atuação como Christhian Lassing, o primeiro parceiro de Lilly Rush no seriado policial Cold Case.
  • Cristina Ricci faz uma participação especial na segunda temporada. Ela interpreta uma jovem paramédica que se vê numa situação muito crítica. Cristina participou de dois episódios.
  • A personagem de Kate Walsh originalmente teria sua participação restrita a apenas 5 episódios, mas, ao constatar que a personagem havia adquirido rapidamente a simpatia dos fãs, os roteiristas e produtores decidiram mantê-la no seriado.
  • Patrick Dempsey já havia atuado com Kevin McKidd no filme O melhor amigo da noiva.
  • Colômbia fez uma versão de Grey's Anatomy, intitulado A corazón abierto (Coração Aberto).



Ufa! Confesso que fiquei ainda mais intrigada em assistir os tantos episódios faltantes da série. Ainda na semana passada a Nanda comentou que eu não sei o que estou perdendo e isso só me deixa com os dedos coçando para procurar os episódios. A série é exibida em mais de 30 países!
Bom acho que me alonguei demais e quero saber a opinião de vocês que assistem, devo assistir logo mesmo?

Informações Gerais
  • Gênero:Comédia, drama médico;
  • Duração: 46 minutos;
  • Criadora: Shonda Rhimes;
  • Narradora: Ellen Pompeo;
  • Elenco: Ellen Pompeo, Sandra Oh, Katherine Heigl, Justin Chambers, T.R. Knight, Chandra Wilson, James Pickens, Kate Walsh, Patrick Dempsey, entre outros;
  • Tema de abertura: Psapp - "Cosy in the Rocket".

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO