target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Viaje com as séries #57 – Status das séries – Parte 2

>>  segunda-feira, 13 de maio de 2013


A última sexta-feira foi tensa para o pessoal que acompanha séries, tão tensa que foi apelidada no Twitter de #FridayMassacre. O apelido nada carinhoso da sexta, que mais parecia 13, ocorreu porque nada mais, nada menos que DEZESSEIS séries foram canceladas. Mas outras séries receberam a chance de mais uma temporada no ar. E o número foi só de sexta, não conta com as produções que comentei no outro post. Puxem seus cabelos, roam suas unhas e me acompanhem na coluna de hoje, que será mega triste para uns e de alívio/alegria para outros.

A maior “canceladora” do universo nesta temporada foi a NBC, na verdade nem tanto assim, mas foi a mais comentada nas redes sociais. Fizeram até uma brincadeira comentando que a emissora havia cancelado o Dia das Mães, a Copa Libertadores da América e por aí vai. Fiquei triste porque uma das séries que eu estava bem empolgada para assistir foi cancelada, Go On, com o Matther Perry e o Chris, de Todo Mundo Odeia o Chris. Mais uma vez a audiência foi o fator-chave para decapitar uma produção e para essa se tinha esperanças de renovação. Não deu. 


As outras guilhotinadas pelo canal foram The New Normal e Smash, a última já não era novidade. A segunda temporada desandou legal e a audiência estava bem ruinzinha, eu acho que assisti só dois ou três episódios dela.  Mas ainda vou terminar certinho, para não deixar nada para trás. O último episódio, que será duplo, terá exibição no dia 26. Sobre a primeira não posso comentar nada, não assisti. A NBC renovou ainda Community para a quinta temporada e não deu sinal sobre a situação na novata Hannibal, que de acordo com as opiniões que pipocam na internet, infelizmente, não deve sobreviver.


A ABC ganhou da concorrente na hora de decretar o fim de suas produções, seis delas foram para o saco. Quatro delas são novatas: Family Tools, Red Widow, How to Live With Your Parents e Malibu Country. As outras duas que foram riscadas da lista são Body of Proof e Happy Endings, um final nada feliz só para não perder o trocadilho. E eu estava pensando em dar uma olhada em Body of Proof. Já na área de renovações, a ABC deixou alguns fãs muito felizes Castle, Once Upon a Time, Revenge, Modern Family, Grey’s Anatomy e Scandal foram todas renovadas, ah, Nashville também ganhou uma nova temporada, o que foi uma surpresa, já que sua audiência não é lá essas coisas.


A CBS foi contida, deu fim a quatro séries. Duas novatas não conseguiram se manter na programação Vegas e Golden Boy tiveram seu fim decretado pela emissora, assim como Rules of Engagement e CSI: NY. O último teve um fim bem redondinho, segundo a Camila Araújo, que acompanha a série. CSI: Miami também já foi cancelada e a bola da vez deve ser a série considerada mãe dessas duas: CSI: Crime Scene Investigation, que segue para sua 14ª temporada.


A Fox, que já tinha dado rumo para suas séries anteriormente, cancelou apenas uma na sexta: Touch. E a CW indo contra a maré renovou duas séries, além das outras que já tinha anunciado antes: The Carrie Diaries – pausa para um viva!!! – e Nikita ganharam mais uma temporada. A TNT por sua vez deu fim a Southland, série que tinha o Ryan de The O.C. e que eu só vi alguns episódios, mas que fazia sucesso com os fãs, mesmo com a baixa audiência. A emissora também cancelou Monday Mornings.


É triste ver uma série chegar ao fim, principalmente uma que acompanhamos, mais ainda quando o fim é decretado assim, por baixa audiência e nem sempre é possível de se dar um fim digno. Uma dó mesmo. Mas ao mesmo tempo, abre possibilidades de novas atrações. E que venham séries mais interessantes, divertidas e que nos prendam na próxima season.

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO