target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Viaje com as séries #113 - As novas séries da fall season - Fox (parte 2)

>>  terça-feira, 24 de junho de 2014

Voltei! E antes tarde do que nunca apresento para vocês a segunda parte das novas produções da Fox. Antes disso trago algumas informações, a emissora anunciou sua grade para a fall season e algumas das séries novas não estão nela, provavelmente serão exibidas depois ou incluídas posteriormente. As que já garantiram espaço são: Gotham, exibida nas segundas-feiras, antes de Sleepy Hollow; Utopia será exibida na terça e sexta-feira; Red Band Society na quarta-feira; Gracepoint na quinta, depois de Bones;e no domingo terá Mulaney.
Comecemos então com:

  • Utopia


Não é uma produção original, mas baseada na homônima holandesa. Desde o início dos tempos, os seres humanos sempre se perguntaram: será que um mundo perfeito existe? Agora, existe a oportunidade de construir um. Será a felicidade suprema ou o caos total? Quinze americanos pioneiros deixaram suas vidas cotidianas e se mudaram para um local isolado e pouco desenvolvido - por um ano inteiro -, lá são desafiados a criar sua própria civilização a partir do zero. Sem estruturas de poder existentes e serviços limitados, esses "pioneiros" serão desafiados, e precisarão reescrever as regras. Será que eles escolherão a democracia ou ditadura? Fidelidade ou o amor livre? Será que eles vão punir ou perdoar? Escolher religião ou racionalismo? Partilhar com os outros ou acumular para si? 
À medida que os utópicos constroem a nova sociedade, todas as decisões são contadas. Cada um deve tentar se tornar indispensável para o grupo, ou correm o risco de serem exilados para suas vidas anteriores e substituídos por potenciais recém-chegados, que disputaram para chegar ali. 
A produção é um "reality show" e a versão holandesa de "Utopia" é transmitida pela internet desde janeiro de 2014. Tornou-se uma sensação instantânea, classificada como maior audiência de estreia de sua rede em seis anos, mantendo sua posição como o maior show da rede para cada episódio. Nos EUA, o show é criado por John de Mol ("The Voice", "Big Brother"). 



  • Backstrom


Do criador/produtor executivo Hart Hanson (Bones), Bäckström é baseada em uma série de livros suecos escritos por Leif G.W. Persson. A produção, acompanha um detetive que é trazido de volta do exílio para trabalhar na Unidade de Crimes Especiais da Polícia de Portland. O Detetive Tenente Everett Bäckström (Rainn Wilson, "The Office") é um homem sem filtro. Depois de um exílio de cinco anos para a divisão de tráfego por seu comportamento ofensivo, ele voltou da “desgraça” com a tarefa de cuidar dos casos mais sensíveis e graves da cidade. Ele tem que resolver cada crime e, enquanto isso, tenta mudar seu comportamento auto-destrutivo. 
Usando seus instintos e habilidades peculiares, Backstrom sempre consegue ser mais esperto que seus inimigos, manipular seus parceiros e, com a ajuda de sua equipe excêntrica, resolver o caso, mesmo quando ele pouco se ajusta aos progressos do século 21. 
Bäckström é de Far Field Productions em associação com a 20th Century Fox Television. A série é criada e escrita por Hart Hanson.




  • Hieroglyph


O mundo do antigo Egito - um tempo de magia, faraós, deuses e ladrões – será abordado em Hieroglyph, uma série de ação e aventura do criador/produtor executivo Travis Beacham ("Pacific Rim", "Clash of the Titans"). 
Quando um livro perigoso, O Livro dos Limites, é roubado do cofre mais seguro do Egito, o super ladrão Ambrose (Max Brown, "MI-5") é tirado da prisão para rastrear o criminoso. Tendo passado os últimos cinco anos na mais escura das covas, Ambrose rapidamente descobre que sua cela de prisão pode ser mais segura do que o mundo novo e perigoso em que se encontra: Atum, a capital do império. 
Ambrose deve responder ao Faraó Shai Kanakht (Reece Ritchie, "Prince of Persia: The Sands of Time"), um jovem príncipe com um temperamento violento e assustador. A questão para Ambrose não é se ele pode confiar em seu novo chefe, mas se ele pode confiar em alguém. 
Como Ambrose desvenda o mistério de O Livro dos Limites, ele começa a ver até que ponto a feitiçaria se infiltrou nos corredores do poder no Egito antigo e quão próximo está de causar a queda desta grande civilização. Hieroglyph é produzido pela Chernin Entertainment em associação com a 20th Century Fox Television. A série é criada e escrita por Travis Beacham. 



  • The last man on Earth


Do escritor/produtor Will Forte ("Nebraska", "Saturday Night Live") e diretores/produtores Chris Miller e Phil Lord ("21 Jump Street"), a produção é uma comédia sobre, como diz o título, a vida e as aventuras do último homem na Terra. 
O ano é 2022, e depois de um evento improvável, apenas um homem é deixado na terra: Phil Miller (Forte), que costumava ser apenas um cara normal, que amava sua família e odiava seu emprego no banco. Agora Phil procura pelo país por outros sobreviventes. Ele viajou para cada cidade e cada posto avançado nos Estados Unidos, México e Canadá, e não encontrou ninguém, o que o leva à conclusão dolorosa de que ele é quase certamente o último ser vivo sobre a face da terra. 
Claro, existem alguns aspectos positivos que vêm com o fato de ser a última pessoa na terra. Você pode ir na Casa Branca, se quiser. Pode estacionar em locais para pessoas com deficiência sem um pingo de culpa. E decorar sua casa com obras de arte.  
The last man on Earth é uma comédia sobre um homem que tenta fazer limonada com os limões que a vida deu. Ele está triste e muito, muito solitário, mas passará por isso. Porque há um pequeno grão de esperança de que em algum lugar lá fora, há outro sobrevivente. A série é produzida pela 20th Century Fox Television, é criada e escrita por Will Forte. 






  • Wayward Pines



Imagine a perfeita cidade americana... Belas casas, gramados bem cuidados, crianças brincando com segurança nas ruas. Agora imagine nunca ser capaz de sair, não ter nenhuma comunicação com o mundo exterior. Você acha que está ficando louco. Você deve estar no Wayward Pines
Baseado no romance best-seller "Pines", de Blake Crouch e trazido à tela pelo contador de histórias de suspense M. Night Shyamalan ("O Sexto Sentido", "Sinais"), Wayward Pines é a intensa e cheia de suspense produção de dez episódios do canal. 
O agente do serviço secreto Ethan Burke (Matt Dillon, "City of Ghosts") dirige para a cidade bucólica de Wayward Pines em busca de dois agentes federais desaparecidos. Um dos melhores agentes do Serviço Secreto no escritório de Seattle, ele é o homem que conhecia a agente desaparecida Kate Hewson (Carla Gugino, "Watchmen", "Entourage") melhor que ninguém. Eles foram mais do que parceiros; sua relação quase destruiu o casamento de Ethan. 
Tudo muda quando um caminhão bate no carro dele e ele acorda no hospital da cidade, com a intensa e imprevisível Enfermeira Pam (Melissa Leo, "The Fighter", "Treme") ao seu lado. Logo parece que Pam está mais interessada em prejudicar a cicatrização do paciente, então ela e Ethan se transformam em rivais e seu papel na cidade se prova muito mais profundo do que qualquer um percebe. 
Como os mistérios dentro da cidade se acumulam, Ethan começa a questionar sua própria sanidade. Em Seattle, a esposa de Ethan, Theresa (Shannyn Sossamon, "40 Dias e 40 Noites", "How to Make It in America"), é informada pelo chefe de Ethan que as primeiras investigações apontam que Ethan nunca esteve no carro que foi recuperado na beira da estrada fora da Wayward Pines. Eles ainda estão investigando. Mas isso não é o suficiente para Theresa. Então, ela sai em busca de seu marido, junto com seu filho adolescente, Ben (Charlie Tahan, "A Colheita", "Charlie St. Cloud"). 



À primeira vista nenhuma despertou aquele desejo insano de acompanhar em mim. Mas isso pode ser mudado ao longo do tempo, com certeza. Hieroglyph parece muito interessante e Wayward Pines cheia de mistérios, que se não forem cheios de enrolação rendem um bom material, que nos faz querer saber mais e mantém o interesse. The last man on Earth parece engraçada, mas tudo depende do jeito que o tema for trabalhado. Backstrom também é interessante e posso conferir. Utopia que fiquei mais assim de lado. E vocês, gostaram dessas produções?




Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO