target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Viajando na Bienal de São Paulo, 2014 – Parte 2

>>  quinta-feira, 28 de agosto de 2014



Então gente, a Bienal acabou, e quase que eu acabo junto dela haha

Não sei por onde começar, então para ficar mais fácil me deixa separar as informações por dia. Vamos lá...

Acho que devo ter comentado no post anterior que eu não sabia se iria conseguir me locomover lá em São Paulo porque a cidade é gigante. Mas isso foi super fácil, em um dia já sabia ir pra qualquer estação por meio do metrô. Pois bem, cheguei a São Paulo na quinta-feira, um dia antes da Bienal e queria aproveitar para descansar, uma vez que imaginava que seria cansativo, mas ao invés disso fui andar pela Paulista. Voltei para o albergue só o caco, e capotei.

Sexta, 22/08

Acorda! Bienal!
Acordei cedo, era umas 8h, pois precisava tomar banho, tomar café e chegar cedo ao Pavilhão para poder olhar e andar por tudo. Para chegar à Bienal parei na Portuguesa-Tietê, onde peguei o ônibus que levaria gratuitamente para o local do evento. Não eram nem 10h quando cheguei e a fila para o transporte gratuito já estava enorme! Enfim, esperei um pouco e logo chegou outro ônibus. Na fila, um tiozinho vendia água por R$2, alegando que na Bienal seria R$4. Acreditei nele e comprei. Finalmente, partimos eu e minha água para a Bienal.

Media preview

Cheguei e já fiquei louco. Eram livros e mais livros, estandes e mais estandes! Saí andando por todos os lados, e quando percebi já nem sabia onde estava haha Nesse dia eu estava sozinho, e estava esperando pela chegada da Samantha, do Biblioteca Empoeirada, pelo Leo, do Um Leitor a Mais e pelo Allison, do Garoto com os Livros. Enquanto eles não chegavam, continuei andando, andando, andando... Até que quando deu umas 14h senti fome e fui comer. PROMOÇÃO: SALGADO + REFRI, R$13. Gente, a fome passou na hora. Eu me perguntei se estava lendo certo, e estava. Fazer o que né, era pagar ou morrer de fome; paguei.

O Léo e o Allison me deram um bolo e não apareceram. Mentira, foi em consequência de problemas técnicos hehe Mas consegui encontrar a linda da Samantha! Foi assim:

Samantha estava lá, de boa, conversando com as amigas no estande da Novo Conceito, até que eu chego do lado dela. Ela se vira e, assustada, pergunta: “Você que é o Yago?” Sim gente, era eu (: É porque ela não imaginava que eu era alto, rs. Enfim, grudei nela e ficamos por lá até umas 19:30h.


                                                                                                                  Eu e a Milena Cherubim 

Ah, vale lembrar que algumas horas antes eu estava no estande da Record e conversei com uma vendedora super simpática. Dando as voltas com a Samantha na Bienal, encontrei com ela novamente, conversei e fomos trocar marcadores. Inocentemente dei um marcador do Viagem Literária pra ela. Ela olhou, bufou:
– Você é o Yago da Nanda?
(Nanda, eu sou seu. Exijo que tu pagues minhas contas, casa, comida e roupa lavada).
– Sim, sou o Yago da Nanda [risos].
– Ah, porque não falou antes! Vem cá me dá um abraço [abraço].

Genta, era a Milena Cherubim, do Memories of the Angel!

OK, andamos mais um pouco, fizemos compras na Intrínseca (livros por R$9 e R$5! Teve gente que fez a festa, né Samantha? Haha), sentamos, descansamos e seguimos pra casa, ou albergue, no meu caso.

Chegando ao albergue, vejo que tem uma pessoa nova no nosso quarto, e adivinhe quem era? O Alexandre Nunes. Daí ele me falou que tinha mais mil e setecentas pessoas que iriam à Bienal e estavam hospedadas lá no albergue (exagerei, não era isso tudo, mas era muita gente). Pedimos pizza, conversamos, comemos e fomos dormir.

Sábado, 23/08

Galera se prepara que esse dia foi movimentado. Acordei bem cedo, pois antes de ir para a Bienal tinha que ir até Barra Funda buscar o Rafael Fernandes, do Leituras Vivas. Chegando a Barra Funda:

WhatsApp
Yago: Cheguei
Rafa: Também cheguei
Yago: Onde você está?
Rafa: Socorro, o que faço?
Yago: Cadê você?
Rafa: Aqui perto da escada
Yago: Tem um milhão de escadas, qual delas?
Yago: Vem pra área de transferência
Rafa: Onde é?
Yago: Pergunta pra alguém
Rafa: To aqui no metrô, posso pegar?
Yago: Não, me espera!
Rafa: Estou perto de uma caixa preta
Yago: Também estou aqui

Até que eu desci a escada e ele estava lá em baixo! Seguimos em direção ao terminal Tietê, pois era de lá que iríamos a pé para Bienal, porque a fila do ônibus estava imensa e queríamos chegar cedo pra pegar as senhas pra sessão de autógrafos da Cassandra, Harlan, Lucinda e Kiera. Então andamos, chegamos e choramos.

A fila estava absurdamente enorme. Estava tão extensa que era medida em anos-luz. Ficamos quase duas horas na fila até os portões serem abertos. Era muita gente, quase fomos triturados no meio das pessoas. Quando o portão abriu, só via shadowhunters querendo matar shadowhunters, e várias selecionadas correndo loucamente para tirar a senha da Kiera. Como não éramos os 500 primeiros, e sabíamos que não iríamos conseguir senha pra Cassandra, preferimos ir pegar a senha do Harlan e depois da Kiera. Mas só conseguimos do Harlan e da Lucinda Riley.

Bate-papo com a Lucinda Riley

Com as senhas em mãos, arriscamos andar pelos estandes e não deu certo. Estava impossível de andar lá dentro, de tanta gente. Quando conseguimos um lugar pra sentar, vimos que já era 11:30h, horário de autógrafo do Harlan. Corremos pra fila, que já estava grande. Mas antes disso, retiramos um Kit de Sobrevivência na Novo Conceito, que tinha água, pringles, tic tac e barrinha de ceral. Obrigado Novo Conceito, veio em ótima hora! Haha Ficamos quase duas horas na fila, e lá conhecemos vários leitores. Uma delas foi a Mariana. Obrigado por terem conversado com a gente na fila, era ótimo para passar o tempo. Caso vocês vejam esse post, deixem um comentário! (:


Eu, o Rafa e alguns leitores que encontramos na fila de autógrafos do Harlan

Depois, saímos à procura de pessoas que estariam na Bienal, e encontramos vários vlogueiros e blogueiros.

Depois de ter desistido de encontrar esse menino, ele me aparece! Eu pensava que não iria encontrar ele nunca haha É o Allison gente! 

A Pam, do Garota It. Sempre tinha milhões de pessoas tirando foto com ela, mas consegui (:
    
 O Victor do Geek Freak e Olhos de Ressaca.

A Cássia, do Procurei em Sonhos! Gente, conheço ela faz muuuito tempo. Finalmente nos encontramos, yeah!  

A Mariana, do Respira, Mariana! Eu não sabia que ela estaria na Bienal, e quando olho pro lado, lá está ela, ihul! 

A linda e simpática da Aione Simões, do Minha Vida Literária. Foi um imenso prazer (:

O Luan, do canal Show do Luan.

Assistimos também ao bate-papo com a Lucinda, que é super divertida e simpática. Ela respondeu várias perguntas dos fãs e falou também um pouco sobre seu novo livro, As Sete Irmãs.

Por fim, fomos ao evento de blogueiros da Arqueiro, e lá encontramos a Aione, do Minha Vida Literária \o/

Depois partimos pro albergue. Morrendo de fome, não agüentando mais ficar em pé, cansados pra caramba! Pensamos em sair pra comer algo, mas juntamos com o Alexandre e pedimos, novamente, pizza hehe


Eu e o Harlan Coben, na sessão de autógrafos

Domingo, 24/08

Domingo foi um dia, digamos triste, porque foi o dia de arrumar as malas e vir embora. Deu tempo de ir rapidinho á Bienal, mas só fiquei até umas 14h. Quero aproveitar esse espaço pra falar que o Rafael não tem coração gente. No domingo, eu fui com uma bolsa de quase vinte quilos pra Bienal, e vocês acreditam que ele não me esperava? Ia na frente, correndo, nem me ajudava a carregar. Eu tinha que ficar gritando "Rafael!", pra ele esperar e não se perder de mim #QueroDifamarMesmo haha Me despedi de todo mundo, agradeci pela companhia e pelos momentos legais. Peguei o ônibus, e segui para o aeroporto. Voltei pra casa.



Então gente, essa foi minha viagem à Bienal. Foi minha primeira de muitas. Valeu super a pena. A gente conhece pessoas muito legais, e tem a oportunidade de interagir um pouco com os autores.

Não comprei muitos livros, pois as promoções não estavam tão gritantes. Mas ganhei dois do Rafael, MUITO OBRIGADO! :D

Comprei Seis anos depois, Tempo é dinheiro, Os sofrimentos do Jovem Werther e Eu sou Deus. Os outros dois ganhei! 


◘ ◘ ◘ ◘ ◘      

Comente, preencha o formulário e participe do sorteio do Kit Top Comentarista de agosto!


Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO