target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Para onde ela foi - Gayle Forman

>>  quinta-feira, 20 de novembro de 2014

FORMAN, Gayle. Para onde ela foi. São Paulo: Editora Novo Conceito, 2014. 220p. (Se eu ficar, v.3). Título original: Where she went.

“Se você ficar, farei tudo o que você quiser. Abandono a banda, vou com você para Nova York. Mas, se precisar que eu vá embora, faço isso também. Talvez voltar para sua velha vida seja doloroso demais, talvez seja mais fácil para você nos apagar. E isso seria uma droga, mas eu faria. Posso perder você assim se não te perder hoje. Vou te deixar ir. Se ficar.
Essa foi minha promessa. E foi meu segredo. Meu fardo. Minha vergonha. Que eu pedi para ela ficar. Que ela escutou.” p.169-170

Se eu ficar deu o que falar, amando ou odiando o livro todo mundo comentou, ficou curioso e a maioria adorou o filme. Eu esperava mais do primeiro livro e me decepcionei um pouco, mas adorei o filme e estava curiosa demais para saber como termina a história de Mia e Adam, confira o que eu achei de Para onde ela foi da Gayle Forman.

Adam Wilde quase perdeu o amor de sua vida há três anos atrás, quando o seu amor trouxe Mia de volta. Uma Mia desolada pela dor e passando por um árduo tratamento para se recuperar. E faz também três anos que Mia saiu da vida de Adam para sempre, rumo a conceituada escola de música com que sempre sonhou, Juilliard.

Deixou para trás um Adam de coração partido, que amargou seu sofrimento na casa dos pais por muito tempo, deixando a banca, a faculdade e tudo para trás. Aos trancos e barrancos ele seguiu em frente. Da dor ele compôs inúmeras letras que resultaram em um disco que estourou nas paradas musicais. Agora ele é um típico astro de rock de Los Angeles, virou uma celebridade e mora com Bryn, uma atriz famosa.

Apesar disso Adam não se sente realizado, muito pelo contrário. Viciado em remédios contra ansiedade e sujeito a crises de pânico, ele fuma sem parar, se isolou de todos, não é mais amigo dos integrantes de sua banda e só seu empresário consegue fazer com que ele cumpra seus compromissos.

No seu último dia em Nova York, faltando 24 horas para embarcar em um avião para começar a turnê do novo disco em Londres, ele reencontra Mia Hall, agora uma musicista prestes a iniciar carreira como profissional. Depois de todo este tempo ele a vê, por uma noite.

~~~~~~~~~~

É tão melhor que o primeiro! #todoscomemoram
A narrativa, o Adam narrando ao invés da Mia, o enredo diferente, a coisa interessante do livro todo se passar em um dia e não ficar estranho, adorei!

Como sempre os outros personagens tem zero destaque, isso continuo não gostando, Adam mora com uma mulher e tudo o que sabemos dela é que é famosa e tem ciúmes da Mia até hoje. Ninguém da banda aparece direito e temos praticamente o Adam em primeira pessoa contando sobre sua nova vida e o que aconteceu desde que Mia acordou. Até a Mia aparece pouco, já que ela não narra. Não é ruim, mas fico triste pensando em quanto poderia ser melhor rs.

Mas Adam é um fofo, mesmo amargurado, sofrendo e abalado psicologicamente; pagando um preço alto por uma vida de pop star que ele não quer, ele conquista o leitor logo no início. Você fica curiosa para saber o que aconteceu para Mia ir embora, como foi este tempo todo, como ele chegou onde está. O que aconteceu para ele estar viciado em remédios e tal. E fica pensando o que deu na cabeça da Mia para fazer isso, depois de Adam fazer tudo para ajudá-la.

A forma como eles se encontram quase ao acaso foi tão linda, achei a leitura toda muito singela, quase como se eu tivesse lendo um conto. O final foi meio abrupto como no primeiro volume, mas pela primeira vez não vou reclamar que faltou algo. Combinou com a forma que a história foi contada, você pode deduzir o que aconteceu a partir daí.

Até a reação da Mia faz sentido quando você para e pensa em tudo pelo que ela passou, achei que os argumentos todos foram muito bem colocados. E tinha uns momentos de tensão, quando você pensava que ia acontecer algo e eles iriam simplesmente ir embora sem conversar nada, adorei isso.

Enfim, bem melhor do que o primeiro e quem leu precisa dessa continuação. Para os fãs de YA com uma boa dose de drama eu indico. Leiam!

Duologia Se eu ficar da Gayle Forman
  1. Se eu ficar (If I Stay)
  2. Para onde ela foi (Where she went) (ainda não lançado no Brasil).

Avaliação (1 a 5):

Comente e concorra ao Kit Top comentarista de novembro, preencha o formulário!

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO