target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Viajando no mundo das cores #1 - Jardim secreto - Johanna Basford

>>  quarta-feira, 6 de maio de 2015

BASFORD, Johanna. Jardim secreto: livro de colorir e caça ao tesouro antiestresse. Rio de Janeiro: Editora Sextante, 2014. 96p. Título original: Secret Garden: an inky treasure hunt and colouring book.

Colorir, coisa de criança. Será? O que começou como um livro de terapia antiestresse para adultos, uma ideia, virou uma febre mundial. Com mais de um milhão de cópias vendidas pelo mundo, a escocesa Johanna Basford ganhou fãs fervorosos, pessoas de todas as idades que passam horas, preocupados apenas com o número de cores disponíveis para seu próximo desenho. Este é o início da nova coluna no blog, Viajando no mundo das cores, e claro, para começar vou falar de Jardim Secreto!

Nunca fui artista quando criança, nem de fazer arte rs, nem na escola. Lápis de cor só tive naquela época, daquelas caixas pequenas de 12 cores e, apesar de meu sonho de ter uma grandona, nunca fui muito ligada ao assunto, e nunca peguei em lápis desde que terminei a escola. Até que a Luciana Mara, veio comentar desse livro, falando que iria comprar e perguntando se eu animaria também. Eu até tinha ouvido falar dele, recebi fotos da editora quando lançou, mas nem pensei em começar. Ela falou, eu empolguei, falamos com todo mundo do Clube dos Chocólatras. Resultado? Todo mundo comprou e a loucura começou.

O livro é delicioso! Vocês não fazem ideia de como é gostoso deixar tudo de lado e passar horas distraído, apenas colorindo. Não tem pressão, nem pretensão, é só divertimento. Dá para fazer com barulho, dá para carregar para qualquer lugar, você pode ficar um mês em um desenho, o tempo é só seu. Com os livros para resenhar normalmente sinto uma certa pressão, tenho meta a cumprir, resenha para escrever etc. Aqui é só alegria! Na verdade a dificuldade é parar de colorir para fazer outras coisas.

Uma caixa de lápis de cor lindona, e você está apto para começar. 
Eu não me enquadro nas frases acima hehe. Primeiro porque uma caixa não foi nem de perto o suficiente, comprei todas as caixas possíveis, descobri marca de lápis que nunca tinha ouvido falar. E depois vieram: prancheta para apoiar, canetinha, caneta glitter, borracha, apontador e tudo o mais que vocês imaginarem. Agora preciso sair a caça de cola glitter, guache metálica e uma caneta aquapen... deixa para lá! Vou fazer depois um post específico para os materiais, ok? 

Não tem que ser artista, tem que fazer do seu jeito
Sempre quero melhorar, adoro ver tutorias e aprender técnicas que nem imaginava que existissem, colocar sombra, luz, profundidade no desenho. 

Para quem está curioso e ainda não sabe se vai gostar, existem várias opções na internet, para você imprimir e colorir. Para mim o livro vale totalmente o investimento, está tudo lá junto, desenhos lindos, só esperando por você. O papel é especial, no A4 não é nem de perto a mesma coisa. É também uma opção excelente para presente, o difícil é encontrar. O livro estava esgotado em todo lugar, agora já está mais fácil, pelo menos nas lojas online.

Ao contrário do que muita gente pensa, colorir não tem idade, não tem sexo. São homens e mulheres, crianças, adultos, idosos, todos maravilhados com a nova febre. Minha avó tem Alzheimer e dificilmente se concentra em alguma coisa, mas está adorando colorir. E fica sentada até o final, normalmente é ansiosa, não para um minuto fazendo alguma coisa. Histórias como a dela fervilham na Internet, pessoas presenteando pais e avós, sucesso garantido.

E como toda moda, tem gente para reclamar. Falam que é bobeira, que é caro, que é perda de tempo e falta do que fazer. E de tudo um pouco. Sinceramente, se você não gosta não faça, mas daí a gastar tempo falando mal da diversão dos outros, “a falta do que fazer” é mais de quem fala do que de quem colore, não acham? Rsrs.

No primeiro post da coluna, deixo os desenhos que já conclui. Em breve, pretendo falar sobre materiais, comparar diferentes aspectos de um mesmo desenho – vocês vão ver como uma página fica totalmente diferente sob o olhar de quem está colorindo, falar sobre outros livros de colorir, vídeos tutoriais e muito mais.


Página dupla, fundo de pastel seco
Primeira mandala: Arco íris, fundo de pastel seco
Segunda mandala, só com lápis de cor Metálico. Ainda acho que falta alguma coisa, um fundo legal .Sugestões?
A coruja, o que mais gostei de fazer até agora, fundo de lápis de cor
Minhas folhinhas, lápis diversos e fundo com marca texto amarelo. 
Fundo com tinta preta, colorido com lápis aquareláveis.
Esse foi todo com canetas e lápis neon e caneta glitter, fundo com cola colorida prata.


Meu labirinto do Harry Potter
Adorei fazer esse, fundo com lápis de cor prata. 
Gostou? Deixe o seu comentário. Quem não começou essa nova mania, não faz ideia do que está perdendo. ^^ 

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO