target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Viaje com as séries #171 – Emmy 2015

>>  segunda-feira, 21 de setembro de 2015

A 67ª edição do Emmy ocorreu com algumas mudanças, o que deu uma agitada nos resultados. Alguns dos considerados favoritos acabaram sem os prêmios e a noite foi cheia de surpresas.

Game of Thrones foi a grande campeã!


O que mudou:
Para concorrer na categoria comédia, a partir de 2015, a série deverá ter episódios com duração de até 30 minutos, acima disso será classificada como drama. A mudança também alterou a quantidade de concorrentes nas categorias citadas, subindo de seis para sete candidatos ao prêmio. 
Agora, para concorrer como atores e atrizes convidados, o artista precisa registrar menos de 50% de participação na duração da temporada, impedindo assim, que atores regulares na atração concorram nesta categoria. Já para as minisséries, a nomenclatura da categoria passou a se chamar séries limitadas, sob a definição de "programas de dois ou mais episódios com uma duração total de 150 minutos e que contem uma história completa e fechada, e que não repitam tramas ou personagens em temporadas subsequentes". Vi aqui.
A partir deste ano também, todos que participaram da fase que seleciona os indicados também podem votar nos vencedores.

Vencedores
Game of Thrones foi a grande campeã da noite, merecidamente – fã assumida escrevendo. Além de garantir boa parte dos prêmios técnicos, o Emmy de melhor roteiro e de direção em série dramática, GoT abocanhou o prêmio de melhor série. Veep foi a vencedora na comédia.
Quem roubou a cena nos prêmios foi a talentosíssima Viola Davis, a primeira mulher negra a ganhar o troféu na categoria de Melhor Atriz. Ela fez um discurso sincero e disse que sem papéis não há como ganhar prêmios. A atriz, que nos encanta com a forte personagem de How to get away with murder disse: "A única coisa que separa as mulheres negras das outras é a oportunidade. Não se pode ganhar um Emmy para papéis que não existem. Esse prêmio é para todos os roteiristas que redefiniram o que significa ser uma atriz principal negra. Para todas as Taraji, Kerry Washington, Halle Berry”.

Viola diva. Super talentosa ganhou o prêmio de melhor atriz.
Pena que essa era a categoria em que Tatiana Maslany também concorria e ela merecia demais esse prêmio por interpretar tantas mulheres de formas diferentes em Orphan Black.
Um dos grandes destaques foi a minissérie Olive Kitteridge, que eu não conhecia. Falha nossa. Com apenas quatro episódios exibidos pela HBO, a atração levou seis estatuetas: melhor minissérie, melhor ator (Richard Jenkins), melhor atriz (Frances McDormand), melhor ator coadjuvante (Bill Murray) e melhores direção e roteiro.

Confira a lista:
Melhor atriz coadjuvante em série de comédia
Allison Janney (Mom)
Melhor roteiro de série de comédia
Veep
Melhor ator coadjuvante em série de comédia
Tony Hale (Veep)
Melhor ator convidado em série de comédia
Bradley Whitford (Transparent)
Melhor atriz convidada em série de comédia
Joan Cusack (Shameless)
Melhor direção de série de comédia
Jill Soloway (Transparent)
Melhor ator em série de comédia
Jeffrey Tambor (Transparent)
Melhor atriz em série de comédia
Julia Louis-Dreyfus (Veep)
Melhor reality show
The Voice
Melhor roteiro para minissérie ou telefilme
Jane Anderson (Olive Kitteridge)
Melhor atriz coadjuvante em minissérie ou filme para TV
Regina King (American Crime)
Melhor direção em minissérie ou telefilme
Lisa Cholodenko (Olive Kitteridge)
Melhor ator coadjuvante em minissérie ou filme para TV
Bill Murray (Olive Kitteridge)
Melhor atriz em minissérie ou filme para TV
Frances McDormand (Olive Kitteridge)
Melhor ator em em minissérie ou filme para TV
Richard Jenkins (Olive Kitteridge)
Melhor minissérie
Olive Kitteridge
Melhor roteiro de programa de variedades
The Daily Show
Melhor esquete de programa de variedades
Inside Amy Schumer
Melhor direção de programa de variedades
The Daily Show
Melhor programa de variedades
The Daily Show
Melhor ator convidado em série dramática
Reg E. Cathey (House of Cards)

Olive Kitteridge foi a minissérie destaque da noite

Melhor atriz convidada em série dramática
Margo Martindale (The Americans)
Melhor roteiro de série dramática
Game of Thrones
Melhor atriz coadjuvante em série dramática
Uzo Aduba (Orange Is the New Black)
Melhor direção em série dramática
David Nutter (Game of Thrones)
Melhor ator coadjuvante em série dramática
Peter Dinklage (Game of Thrones)

Peter ficou surpreso com a premiação. Tyrion merece!

Melhor ator em série dramática
Jon Hamm (Mad Men)
Melhor atriz em série dramática
Viola Davis (How to Get Away With Murder)
Melhor série de comédia
Veep
Melhor série dramática
Game of Thrones


Muitas das séries premiadas eu não assisto, mas conheço e sei da qualidade. Outras já atiçaram a seriadora que existe aqui. Quem sabe eu confira. 
Uma das partes emocionantes foi quando mostraram trechos de séries que acabaram neste ano, quando apareceu Parenthood deu um aperto no coração. No entanto, para quem está atrasado com essas produções, fuen, porque mostraram bem os desfechos e agora já sei como acaba Sons of Anarchy

Qual foi o prêmio mais merecido e você discorda de algum?

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO