target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

O lado feio do amor - Colleen Hoover

>>  terça-feira, 6 de outubro de 2015

HOOVER, Colleen. O lado feio do amor. Rio de Janeiro: Editora Galera Record, 2015. 334p. Título original: Ugly love.

“Seus olhos estão com a mesma firmeza de sua voz. Também estão duros como metal. Como espadas, cortando as cordas que seguravam a pequena esperança oscilante que sentia por ele e por mim e por aquele beijo.
- Não me deixe fazer isso de novo.
Quero que faça isso de novo mais do que quero o jantar de Ação de Graças, mas não digo isso. Não consigo falar, pois o arrependimento dele está preso na minha garganta.
Ele abre a porta do banheiro e vai embora.
Ainda estou grudada na parede.
O.
Que.
Diabos.
Foi.
Isso?” p. 80-81

Todos os livros da Colleen Hoover são ótimos, alguns são inesquecíveis. A autora figura na minha lista de favoritas e quando temos lançamento dela no Brasil já fico empolgada. Seu novo livro mistura os gêneros YA e NA, romance e drama, e como sempre, tem muito amor envolvido. Confira o que achei de O lado feio do amor.

Tate Collins, 23 anos, acaba de se mudar para a casa do irmão, Corbin Collins, em San Francisco. Tate precisa ficar lá até arrumar um novo emprego e alugar seu próprio apartamento, embora esteja um pouco receosa, apesar de se dar muito bem com o irmão pouco mais velho, ele sempre foi muito protetor. Enfermeira e prestes a começar seu mestrado, precisa se focar nos estudos e em sua carreira.

Ao chegar ao apartamento se depara com um homem bêbado deitado na porta, entre assustada e irritada, descobre que é um vizinho e amigo de seu irmão. Os dois são pilotos, trabalham na mesma companhia aérea e ficaram amigos.

Miles Archer, 24, não causa uma boa primeira impressão, isso logo muda quando ela se depara com toda a sua altura, músculos e um rosto impenetrável. A atração entre eles é rápida e incontrolável. Porém Miles é misterioso, parece usar uma armadura impenetrável, nunca sorri, seu olhar está sempre amargurado. Carrega um grande segredo do passado, algo que o mudou para sempre. Ele é sincero sobre o que acredita querer, persuasivo e sedutor. A combinação é irresistível, Tate entra de cabeça nessa “relação” sem pensar no amanhã.

Miles tem apenas duas regras, não fala sobre o seu passado e não faz planos para o futuro. Eles terão apenas um relacionamento casual, só sexo, sem compromisso, sem amizade, sem cobranças. Ela prometeu para si mesmo apenas uma coisa, não se apaixonar.

~~~~~~

In love, beautiful love por esse livro! Que enredo perfeito, narrativa fantástica e personagens queridos. Amei gente! Já aviso que sou tendenciosa quando o assunto é Colleen Hoover, gosto muito da autora. Essa história é das melhores dela, personagens mais adultos, um mistério do passado, uma relação sexy e fadada ao fracasso. Uma mocinha excelente, um mocinho #toppiriguetagemliterária.

Ok, menos surto e mais resenha. O livro se alterna entre os dois, porém Tate narra o presente, da estranha relação dos dois, enquanto Miles narra uma história que aconteceu com ele há seis anos. A narrativa do passado é mais poética, conhecemos um adolescente vivendo seu primeiro amor, já regado de drama. A menina que ele gosta, Rachel, é filha da nova namorada de seu pai. E eles só descobrem isso após se conhecerem no colégio e marcarem um encontro. Aos poucos, bem aos poucos, vamos descobrindo o que aconteceu entre os dois para deixar Miles tão traumatizado e avesso a qualquer sentimento. Ele é um solitário, um homem amargurado que jurou nunca mais amar.

Enquanto isso Tate está cada vez mais envolvida, mesmo ciente que a relação entre os dois é apenas sexual. Claro que aparenta ser muito mais que isso, Miles é um cara legal, atencioso, carinhoso. Ele promete só sexo, mas faz amor todos as vezes. Ela sabe que não deve se apegar, sabe que provavelmente seu coração será partido, mas não consegue se afastar. E já aviso que serão várias cenas hots, nada muito pesado, mas bem sensuais e constantes. E todas ótimas, não achei repetitivo ou enjoativo, adorei. Até porque como o relacionamento deles é todo apenas físico, quando eles encontram é para se pegar.

Miles dispensa adjetivos, o cara é tudo de bom e mais um pouco. Tate é uma ótima personagem. Tem personalidade, é inteligente, sem frescura e decidida. Ela caí de cabeça, não tem medo de tentar, não deixa de fazer algo por medo de sofrer. Gostei muito do envolvimento entre eles. Claro que muita gente vai julgar e não vai gostar da mocinha se envolver com o cara que diz na cara dela que só quer sexo, vi comentários falando sobre a “baixa auto-estima” de Tate. Não é nada disso galera. Os dois são adultos, livres, solteiros, se eles querem se acabar de transar porque a mulher que está errada? Onde ele está abusando dela se foi algo que decidiram juntos? Ela topou, porque quer, porque pode, porque olhou para aquele pedaço de mau caminho e pensou “se não posso ter a sorveteria inteira, fico com uma casquinha”. #quemnunca

Enfim, gosto é gosto, mas eu amei cada uma das páginas. Devorei o livro, tive vontade de estapear o Miles, tive dó da Tate, tive dó em dobro do Miles, torci por eles, chorei, como chorei.

O livro está sendo adaptado para o cinema, ainda sem data de estreia. Miles será interpretado por Nick Bateman, não conhecia o ator, mas é gato o suficiente para ser Miles hehe. Vocês podem conferir o trailer e babar, aqui.

É isso galera, estão intimados. E é livro individual, então vocês não tem desculpas para falar que vão esperar os outros livros rs. Apesar de que o irmão dela bem que merecia um livro também.. Leiam!!

Adicione ao seu Skoob!


Avaliação (1 a 5):

Comente, preencha o formulário, e concorra ao Kit Top Comentarista de outubro!

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO