target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

O nome da estrela - Maureen Johnson

>>  quarta-feira, 11 de novembro de 2015

JOHNSON, Maureen. O nome da estrela. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 2015. 392p. (Sombras de Londres, v.1). Título original: The name of the star.

“A primeira coisa em que reparei foram os enormes dizeres na parte de baixo da tela, informando: ASSASSINATO À LA ESTRIPADOR NO EAST END. Vi, com os olhos entreabertos, imagens da rua onde o corpo fora encontrado, e que tinha sido bloqueada. Vi policiais de coletes florescentes tentando conter equipes de filmagem. Então o telejornal voltou ao estúdio, onde o apresentador continuou: Apesar de haver uma câmera do circuito de monitoramento apontada quase diretamente para a posição do assassino, nenhuma imagem do crime foi capturada. As autoridades alegam que foi um problema no funcionamento da câmera...” p.35

Fiquei curiosa com esse lançamento quando vi que remetia ao famoso assassino “Jack, o estripador”, que aterrorizou as ruas de Londres em 1888 e nunca foi identificado. O mistério em torno dos crimes atiça a curiosidade, a autora trouxe a lenda para a atualidade, enquanto narra a história de uma jovem em um internato inglês. Confira o que achei de O nome da estrela da Maureen Johnson.

Aurora “Rory” Deveaux é filha única de um casal de advogados/professores americanos. Os pais resolvem passar um ano em Londres e a filha escolhe viver esse período estudando em um internato na cidade. Ela está curiosa e ansiosa com a mudança, mas receosa com a adaptação e com a necessidade de fazer novos amigos. Felizmente sua colega de quarto é muito simpática, Julianne "Jazza" Benton, é uma garota estudiosa e disposta a ajudar.

No dia de sua chegada, acontece um assassinato que assusta a cidade.  O assassino imitou a data, o lugar e os métodos do famoso Jack, o estripador, o serial killer que aterrorizou o pais em 1888. Jack assassinava e mutilava suas vítimas, retirando seus órgãos internos. Ele não pode estar de volta, mas sua identidade nunca foi conhecida e o crime seguiu um ritual muito parecido. Mesmo Londres sendo a cidade com o maior número de câmeras do mundo, nenhuma delas conseguiu uma imagem do assassino. A policia está atrás de pistas, desesperada sem conseguir descobrir nada. Ninguém viu o assassino, nenhuma câmera o filmou. Sem imagens ou testemunhas, o assassino pode atacar de novo.

O assunto vira febre em Wexford, Jerome, um dos alunos, quer ser jornalista e está fascinado pela história. Ele também parece estar interessado em Rory. Em uma noite após sair escondida com os amigos, Rory vê alguém e se torna uma testemunha. A única pessoa que o viu, na verdade, a única que consegue vê-lo, já que Jazza estava ao seu lado e afirma não ter visto nada. Uma nova colega de quarto Bhuvana “Boo” Chodhari, gruda em Rory e quer ser sua nova melhor amiga. Jazza não gosta nada disso, mas Rory tem outras coisas com o que se preocupar. Está receosa e assustada, afinal, agora que conhece seu rosto, se tornou também um alvo para o assassino.

~~~~~~

Diferente dos YA’s que pipocam no mercado, uma mistura de romance adolescente com suspense e sobrenatural. A premissa é interessante e achei que a autora foi feliz em usar o mito de Jack, o estripador para introduzir o enredo, porém, outros fatores não me conquistaram.

Gostei muito da parte do suspense em si, Maurren escreve bem e  soube fazer a junção entre os acontecimentos da escola e os crimes que vão acontecendo, todos seguindo as datas e as características das mortes originais de Jack, o estripador. Ele não foi o maior, nem o pior serial killer da história, mas toda a agitação em torno das mortes, e de sua identidade secreta, fez dele o mais famoso. Recentemente, mais de cem anos após as mortes, finalmente conseguiram dar um rosto para o assassino, deixo  o link a título de curiosidade.

O sobrenatural foi bem introduzido e se desenvolveu aos poucos, gostei da forma como foi desenvolvido. Algumas coisas ficaram meio forçadas, a forma como lidavam com isso, a reação de Rory, mas no geral, achei interessante.

Rory é uma menina comum, gostei disso. Não é a mais bonita ou inteligente, nem a mais feia e sofredora, ela faz amigos, mas não é a mais popular. Desperta o interesse de um garoto, mas nada exagerado. Se por um lado isso é legal, por outro deixa tudo meio “morno”. O romance é fraco, ela não gosta de verdade de Jerome, mas eles trocam alguns beijos em vários momentos, é bem sem graça o envolvimento. Eu fiquei o livro todo esperando algo mais, mais romance, mais drama, o que não aconteceu. A vantagem é que a continuação pode surpreender, é esperar para ver.  O enredo me lembrou um pouco a série A mediadora, mas quando achei que iria caminhar para isso, essa parte humano + fantasma não foi desenvolvida. Mas quem sabe no próximo, tenho esperanças rs.

Eu gostei da leitura, faltou algo para eu amar, mas é um livro bem escrito e com características diferentes. Para quem gosta de YA e suspense é uma ótima leitura. Acredito que o público mais jovem irá gostar bem mais que eu, já estou escolada com essas tramas e geralmente mato tudo antes que aconteça rs. Leiam. ^^

Adicione ao seu Skoob!

Série Sombras de Londres da Maureen Johsnon
  1. O nome da estrela (The name of the star)
  2. The madness underneath (os demais não lançados no Brasil)
  3. The shadow cabinet.
Avaliação (1 a 5): 3,5

Comente, preencha o formulário, e concorra ao Kit Top Comentarista de novembro!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO