target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Viajando no mundo das cores #30 - O pequeno livro de colorir do Príncipe

>>  quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

FIGUEIREDO, Maxx. O pequeno livro de colorir do Príncipe: arteterapia para combater o estresse e estimular a imaginação. São Paulo: Editora Universo dos Livros, 2015. 72p.

Se você perdeu algum post anterior dê uma olhada em todos que já saíram na coluna AQUI.

Quem não conhece? Mesmo que você não tenha lido – sério??? -, já ouviu falar em um dos livros mais fofos do mundo. Ele é simples, e profundo, com suas frases lindas que levamos para a vida. O Pequeno Príncipe foi traduzido para mais de 220 línguas e aparece entre os maiores clássicos da literatura, tendo vendido mais de 8 milhões de exemplares somente no Brasil. E então, já pensou em ter o seu próprio Pequeno Príncipe para pintar? Hoje vou mostrar para vocês O pequeno livro de colorir do Príncipe do Maxx Figueiredo.

Inspirados pela obra clássica de Antoine de Saint Exupéry, o livro contém lindas ilustrações que vão transportá-lo ao mundo maravilhoso do principezinho e sua visita à Terra. Além disso, ele tem pequenos objetos escondidos, para o colorista encontrar a medida que for colorindo e vários espaços para você colocar sua citação preferida do livro.

Os desenhos são fofos. O papel é branco e gostoso de colorir, porém os desenhos são frente e verso, então precisa-se ter cuidado em escolher o material a ser usado para não correr o risco de manchar o outro desenho.

Quem já coloriu, conte para nós o que achou. E deixo para vocês algumas das ilustrações do livro. Inspirem-se e vamos colorir!



“Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens também necessidade de mim.
Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas.
Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro.
Serás para mim o único no mundo.
E eu serei para ti única no mundo…
Começo a compreender, disse o principezinho.”


“Sem dúvida. Quando achas um diamante que não é de ninguém, ele é teu. Quando achas uma ilha que não é de ninguém, ela é tua. Quando tens uma ideia primeiro, tu a fazes registrar: ela é tua. E quanto a mim, eu possuo as estrelas, pois ninguém antes de mim teve a ideia de as possuir.”


“O que tanto me comove nesse príncipe adormecido é sua fidelidade a uma flor; é a imagem de uma rosa que brilha nele como a chama de uma lâmpada, mesmo quando dorme...”






Comente, preencha o formulário, e concorra ao Kit Top Comentarista de dezembro!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO