target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Viaje com as séries #193 – Cruel Intentions

>>  terça-feira, 1 de março de 2016



Todos temos nossos filmes adolescentes favoritos e suspirávamos por alguns dos galãs que eram sucesso naquela época – a minha faz uns 5 anos, kkkk. Lembro Ryan Phillippe era um dos meus favoritos, principalmente pelo papel de Segundas Intenções, um filme bem safadinho, repleto de manipulações e jogos. Aquele fim do filme me deixou acabada, mas não mais do que ver a péssima continuação que, na verdade, se passava antes do primeiro filme.
Enfim, agora, Cruel Intentions retorna nas telinhas em uma produção que promete ser ótima e ainda matar saudades das tramas de Kathryn Merteuil, interpretada pela eterna Buffy, Sarah Michelle Gellar. A atriz confirmou sua participação no piloto, em conjunto com o diretor Roger Kumble e o produtor Neal H. Moritz. 
O retorno de Cruel Intentions ocorre muitos anos após o final do filme e, apesar de ter como protagonista o filho de Sebastian e Annette (interpretada por Reese Whiterspoon, que não irá refazer o papel), deverá ter Kathryn bem no centro de tudo. Ela controla a Valmont Internacional e vai querer controlar também Bash Casey, o “sobrinho”. Bash será interpretado por Taylor John Smith, de American Crime. 

Taylor John Smith será Bash

O garoto descobre em um diário oculto o segredo do passado de seu falecido pai, para encontrar as respostas que ele procura, Bash muda para São Francisco e é envolvido em um mundo de sexo, dinheiro, corrupção e poder, coisas que ele jamais imaginaria vivenciar.
Apesar de mais madura, Kathryn mantém suas qualidades do passado, agora casada com o rico Pascal Barret, ela lidera um movimento de reabilitação de jovens e ficará mexida com o aparecimento do filho de Sebastian. Acho que promete, hein?
O filme era uma espécie de Gossip Girl do passado, com as aventuras de jovens ricos, que precisavam de desafios para sobreviver ao tédio de suas vidas (modo sarcástico ativado). Se bem trabalhada, a série pode ganhar o gosto dos telespectadores e ter até uma vida longa na TV, mas vai depender muito de boas tramas e poucas enrolações. Vamos ver!

Se depender da Sarah, dá medo. Depois de Buffy, em que atuou por sete temporada, suas empreitadas na TV não deram muito certo. Outras produções em que trabalhou ficaram no ar por apenas uma temporada. Que essa seja a virada da atriz, que foi a queridinha dos anos 90.
A série está em período de produção e ainda não tem data prevista para estreia.


Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO