target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Só escute - Sarah Dessen

>>  quarta-feira, 29 de novembro de 2017

DESSEN. Sarah. Só escute. São Paulo. Editora Seguinte, 2017. 352 pág. Título original: Just listen.

Sinopse:  Ano passado, Annabel era a típica “garota que tem tudo” — inclusive era esse o papel que interpretava no comercial de uma loja de departamentos da cidade. Este ano, porém, ela é a garota que não tem nada: não tem mais a amizade de Sophie; não tem uma família feliz desde a descoberta do distúrbio alimentar de uma de suas irmãs; e não tem ninguém com quem passar a hora do almoço na escola. Até conhecer Owen Armstrong.
Alto, misterioso e obcecado por música, Owen é um garoto que vivia se metendo em brigas, mas agora está tentando mudar. Um de seus novos lemas é sempre falar a verdade, não importa qual seja, e jamais guardar ressentimentos.
Será que com a ajuda desse amigo inesperado Annabel vai conseguir encarar a verdade e enfrentar o que aconteceu na noite em que brigou com Sophie?

Esse foi o primeiro livro que li da Sarah Dessen. Minhas amigas sempre comentavam que adoravam a escrita, as estórias, mas confesso que nunca tive uma grande curiosidade. Cheguei a comprar Just listen na feira do livro aqui em BH, mas ainda estava na fila de futuras leituras. Então, a Editora Seguinte comprou os direitos, lançou novamente com capa linda e agora com título nacional e eu finalmente li. E hoje conto pra vocês o que achei de Só escute.
Annabel é a mais nova de três irmãs que trabalham como modelos, com uma vida aparentemente perfeita e invejável. Moram numa casa cuja frente é toda de vidro, de modo que todo mundo que passa vê a família que ali vive como se fosse uma família de comercial de tv. O que ninguém vê, realmente, é que é uma família não só comum, como cheia de problemas como: o fato de Annabel ainda trabalhar como modelo apenas para agradar sua mãe, que se apegou à carreira da filha após à morte de sua mãe, avó de Annabel; Kirsten, a filha mais velha, ter se rebelado, largado o trabalho de modelo e ter ido morar em Nova York para fazer a faculdade que quisesse; Whitney, a filha do meio, que sofre de distúrbio alimentar; e, principalmente, o segredo que Annabel leva consigo, que é o foco central da estória.

O livro inicia junto com as aulas, após as férias de verão, e Annabel precisa enfrentar o primeiro dia de aula. Ela passou o verão inteiro se escondendo de seus amigos e até mesmo de sua família, mas o retorno às aulas é inevitável e nada agradável. O foco da estória é um acontecimento que destruiu a amizade dela com sua melhor amiga, Sophie, mas nada em torno disso é revelado de cara.

A estória é contada em primeira pessoa e em uma boa parte Annabel vai revelando mais sobre sua vida e sobre os acontecimentos e, à medida que isso vai sendo contado, flashbacks da vida dela vão aparecendo para explicar todo o contexto.

Esses flashbacks acontecem o livro quase todo, o que só me deu mais curiosidade para saber o que tinha acontecido entre ela e Sophie. O que é contado de início é que, desde a chegada de Sophie à cidade, Annabel se tornou uma pessoa diferente, perdeu a amizade de sua amiga de infância, Clarke, e passou por situações, no mínimo, constrangedoras, já que Sophie não é uma pessoa muito dada a seguir regras, tampouco a respeitar os outros.

Annabel está sem amigos e passa a sentar, todos os dias, no muro do pátio do colégio, próximo a Owen, o cara grandalhão que vive com fone no ouvido e não conversa com ninguém. Annabel o acha intimidador, sobretudo ante o histórico dele de ter agredido um garoto em pleno pátio e já ter até mesmo sido preso por agressão.

O que ela não imaginava é que eles não só se aproximariam, como ele seria o principal responsável pela mudança na vida de Annabel, o seu salvador, super-herói. O que preciso deixar claro, contudo, é que apesar de eu ter ficado querendo mais romance, esse não é o foco principal do livro, infelizmente.

Após o misterioso acontecimento na noite em que brigou com Sophie, Annabel é taxada de vagabunda e, aos poucos, o livro nos conta que a melhor amiga acha que ela tinha ficado com o namorado dela. Quase no final do livro é que a verdade do que aconteceu é revelada. Confesso que suspeitei do que se tratava e que não foi uma grande surpresa, mas mesmo assim fiquei bem abalada e com muita pena da Annabel.

Apesar de não ter ocorrido 100% da forma como eu esperava, gostei do desfecho dado aos personagens.

Sabe aquele livro que você lê e fica dias pensando nele? Este é um deles.

Fiquei completamente apaixonada por Owen. Um cara na dele, honesto, sincero, amante de música “de verdade” (esse é dos meus), um bom irmão mais velho, e que com seu jeito de ser mostra a Annabel qual o melhor caminho para ser quem ela quer ser, sem se preocupar em ser a garota que tem tudo, que é modelo só pra agradar a mãe e que passou por algo difícil que ela não consegue falar, quanto mais superar.

Fiquei impressionada com a evolução de Annabel desde o primeiro capítulo. Só fiquei um pouco irritada com a falta de atitude dela em relação a algumas situações, principalmente a demora para reagir ao que aconteceu entre ela e o namorado de Sophie, mas no final fiquei convencida de que essa postura era necessária para que o livro seguisse o rumo que tomou até o desfecho e não consegui reduzir a nota por esse motivo.

O livro traz assuntos polêmicos, de abordagem necessária, bem como a mensagem de que, às vezes, para que algo se resolva, basta saber escutar. Ser um bom ouvinte às vezes supera qualquer conselho, palavras sábias, palpites. Às vezes, as pessoas querem apenas ser ouvidas, mas lhes falta oportunidade (e coragem), sobretudo em um mundo tão egoísta.

Acho que é um livro que todo mundo precisa ler. Um dos melhores que li em 2017 com certeza! Leiam!

Adicione ao Skoob!

Avaliação (1 a 5):


Comente, preencha o formulário e concorra ao Kit Top comentarista de novembro!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO