target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Deuses americanos: Sombras - Neil Gaiman

>>  quarta-feira, 6 de junho de 2018


GAIMAN, Neil; RUSSELL, P. Craig; HAMPTON, Scott. Deuses americanos: Sombras. Rio de Janeiro: Editora Intrínseca, 2018. 264 p. Título original: American Gods: Shadows.

Não tenho muito o hábito de ler HQ. As que li foram na infância, quando devorava as da Turma da Mônica rs. Sempre ouvi falar muito bem sobre a história de Deuses americanos. Então, unindo o útil ao agradável, recebi da Editora Intrínseca a edição dessa tão aclamada história em HQ para ler. Não fazia ideia de como seria a experiência. Vamos saber como foi?

Shadow é um cara normal, exceto pelo fato de estar preso há três anos por ter espancado algumas pessoas. Ele não vê a hora de sair e encontrar sua esposa Laura e recomeçar a vida no seu velho emprego na academia de um amigo.

Às vésperas de ser libertado, Shadow começa a ter um pressentimento de que algo de ruim vai acontecer, mas acha que é apenas ansiedade por deixar a prisão.

O que ele não previa é que fosse ser solto mais cedo, não por bondade da justiça ou bom comportamento, mas por causa de um acontecimento terrível.

E assim, sem saber o que fazer da vida, Shadow conhece um senhor, Wednesday, que lhe oferece um emprego. Ele não vai com a cara do sujeito e recusa prontamente. Só que o cara insiste e persiste, até que Shadow aceita: ele seria uma espécie de braço direito. Ele não sabe nada sobre seu mais novo chefe. Não sabe, principalmente, de quem se trata. Mas esse sujeito é ninguém menos que um deus, chamado de Pai de Todos, dentre vários outros nomes pelos quais é conhecido, e ele quer reconquistar o respeito e a crença dos humanos.

   ________________

Inicialmente explico que esse livro é o primeiro de três volumes que contam a história de Deuses americanos.

Intitulado "Sombras", esse primeiro volume traz o personagem principal, Shadow, desde o momento em que ele ainda está na prisão até o início de sua jornada ao lado de Wednesday. Associei esse título tanto com o contexto, já que Shadow, um cara aparentemente normal, se depara com “aparições” nada comuns ao longo da história, quanto com o próprio nome dele, que traduzido para o português significa “sombra”.

Você deve ter presumido então que a história é recheada de mitologia e seres sobrenaturais, não é? O livro realmente conta histórias de vários deuses “antigos”, até mesmo da cultura indígena norte-americana. Elas são contadas, por vezes, por alguns dos próprios deuses que aparecem na história e, por vezes, como sonhos de Shadow, ou então como uma espécie de adendo do capítulo. Eu achei ótimo, porque traz todo um contexto importante para entender alguns acontecimentos.

Agora, quanto à minha experiência com essa leitura, de uma forma geral, posso dizer que ler uma história na “versão” HQ para mim foi ao mesmo tempo bom e ruim.

Bom no sentido de que a linguagem não verbal facilita muito a interpretação da história, por causa das imagens. E nesse livro específico, graças à qualidade das ilustrações, os sentimentos dos personagens ficaram quase palpáveis.

Ruim no sentido de que a história fica mais enxuta, porque as imagens inevitavelmente, no gênero HQ, meio que substituem algum conteúdo textual, e fiquei com a sensação de que deveria ter lido o livro em prosa antes. Parecia que sempre estava faltando alguma coisa para eu entender por completo a história. Acho que para quem leu o livro em prosa com certeza será um ótimo complemento para a história.

Outro ponto negativo foi que, apesar dessa maior "objetividade" da história, alguns diálogos ficaram bem cansativos e prolixos, de uma forma que ficou maçante em alguns momentos.

Para superar esse detalhe, preciso falar sobre a arte em si. Uma maravilha à parte. As capas de cada capítulo são de babar e, como já disse, as imagens dão uma ótima ajuda para a imaginação e interação do leitor com a história.

E, por ser o primeiro de três livros, é claro, não há um desfecho (até pelo meu resumo ali em cima dá para perceber, né?), o que me deixou ainda mais curiosa pelas cenas dos próximos volumes. Fiquei ainda mais curiosa para ler o livro em prosa. Pretendo providenciar com urgência.

Indico para quem gosta de HQ, para quem gosta de Deuses americanos e para quem quer conhecer o universo dos quadrinhos. Com certeza vou querer ler a continuação!

Adicione ao seu Skoob!

Trilogia Deuses americanos - HQ

  1. Deuses americanos: Sombras (American Gods: Shadows)
  2. Ainsel, eu mesmo (American Gods: Shadows 2)
  3. American Gods: Shadows 3 (os demais ainda não lançados no Brasil)
  4. American Gods: Shadows 4
  5. American Gods: Shadows 5
  6. American Gods: Shadows 6
  7. American Gods: Shadows 7
  8. American Gods: Shadows 8
  9. American Gods: Shadows 9.
Avaliação (1 a 5): 3,5




Comente, preencha o formulário, e concorra ao Top comentarista de junho!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO