target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

A revolução dos bichos HQ - George Orwell

>>  quarta-feira, 12 de dezembro de 2018


ORWELL, George. A revolução dos bichos. Adaptado e ilustrado por Odyr. São Paulo: Quadrinhos na Cia, 2018. 175 p. Título original: Animal farm.

A Revolução dos Bichos entrou na minha lista de favoritos há cerca de 3 anos, quando finalmente decidi ler alguns dos clássicos de que já ouvia falar há tempos e não tinha lido ainda. Quando o adquiri por um site de Sebo virtual, achei que era muito pouco livro para tanto conteúdo. Ledo engano. Depois da última frase, fiquei tão empolgada com o livro que ele não só se tornou um dos favoritos da vida como também se tornou um dos livros que faço questão de indicar para todos.

Assim, não foi por outra razão que eu fiz questão de ler a edição ilustrada por Odyr, e poder reviver essa história incrível e me  emocionar novamente foi sensacional.



Ah, você nunca ouviu falar de A Revolução dos Bichos? Eu te conto um pouco sobre essa história.

Na Granja do Solar, os animais vivem fazendo suas tarefas, mas não estão satisfeitos. Fazem o que precisa ser feito. Um belo dia, Major, o mais antigo dos porcos da fazenda, tem um sonho estranho.

Cansados de receber somente alimento suficiente para ficarem saudáveis e trabalhando até não aguentar mais, além de ainda virar alimento na mesa dos humanos, o melhor seria que houvesse um tempo sem os humanos, e a terra continuaria fértil, sobraria mais espaço e mais alimentos para os animais. Para tanto, seria necessário promover uma verdadeira rebelião e decretar que tudo que vivesse sobre duas pernas seria inimigo dos animais. Estabelece-se, assim, um regime de “Animalismo”, em que o lema era “quatro pernas bom, duas pernas ruim”.


E, assim, os animais viveram felizes por um bom tempo, produzindo o próprio alimento, organizando o trabalho de forma melhor. A granja do Solar passou a se chamar O Solar dos Bichos. Contudo, toda comunidade precisa de um comando, e nesse caso específico as ordens e organizações ficavam por conta dos porcos.

Contudo, assim como toda comunidade precisa de um líder, é bom lembrar que também existe oposição, resistência e rebeldia. E, com o passar do tempo, os animais do Solar começaram a perceber que, talvez, um lugar só de animais poderia ser tão semelhante a um lugar só de humanos quanto eles jamais ousariam imaginar.


_____________

Esse é um dos clássicos mundiais que entraram para minha lista de favoritos imediatamente. Assim que fechei a última página (o que aconteceu em poucas horas).



A partir da “derrocada” dos seres humanos na fazenda, eu já esperava que algo grande iria acontecer na história, mas confesso que, mesmo assim, até hoje me arrepio ao me lembrar de como o livro se encerra e do efeito que ele teve sobre mim.

Que história, Senhoras e Senhores! Todo mundo precisa ler esse livro, e faço questão de indicá-lo toda vez que alguém me pede uma indicação.

Não vou me prolongar falando de todos os animais, pois são muitos, e vou ficar aqui até amanhã explicando o que senti por cada um deles. Mas preciso dizer que meu coração sempre terá um lugar para Sansão, o cavalo. E sempre terei um arrepio ao me lembrar de Napoleão, o porco.




A realidade que o livro traz me fez lembrar muito do que temos passado desde o início dos tempos na política brasileira. Mas, também, me lembrou que todo mundo pode dizer “Desta água não beberei” e, de repente, estar fazendo exatamente aquilo que jurou que jamais faria.

Em relação à edição, fiquei encantada antes mesmo de abri-la. O livro é um pouco maior do que o normal, e a arte é diferente do que estamos acostumados em livros  em quadrinhos. As ilustrações lembram pintura, deixando de lado aquele traço costumeiro do quadrinho. E, na minha opinião, foi muito positivo! A expressão facial dos animais e a proximidade com a realidade me deixaram apaixonada pela edição.

Para aqueles que nunca leram A revolução dos bichos, essa edição é ótima para ajudar a entender a história. Para quem já leu, é um excelente jeito de reler! Leiam!


Adicione ao Skoob!


Avaliação (1 a 5):

 




Comente na resenha, preencha o formulário e concorra ao Kit Top comentarista de novembro!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO