target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

O abrigo - Nora Roberts

>>  sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

ROBERTS, Nora. O abrigo. Rio de Janeiro: Editora Bertrand, 2018. 462p. Título original: Shelter in place. 

“Ele sabia a contagem das mortes, pelo menos até às quatro da manhã, quando havia  verificado pela última vez. Oitenta e nove. E sua Lisa estava entre os 242 feridos.
Porque três garotos drogados, armados até a porra dos dentes, entraram no shopping em uma sexta-feira à noite com a missão de matar e mutilar.” p.44

Nora Roberts dispensa apresentações quando falamos de romances e suspenses românticos. Com mais de 200 títulos lançados, a autora é sucesso no mundo todo. Tinha um tempinho que eu não lia nada da autora, e fiquei atraída pelo seu novo livro no Brasil, O abrigo.

Portland, Maine, 2005

Simone Knox, 16 anos, estava passando por típicos problemas adolescentes, seu namorado, Trent, terminou com ela do nada e ainda fez um post humilhante nas redes sociais, dizendo que a tinha trocado por um modelo mais novo e melhor, Tiffany. Suas duas melhores amigas, Mi e Tish, queriam animá-la, e a convencem a ir no cinema, e para seu azar, o novo “casal” também estava lá. Sua mãe e sua irmã, Natalie, aproveitaram para ir ao Shopping fazer compras. Era uma sexta a noite como outra qualquer.

Reed Quatermaine trabalhava em um restaurante no shopping para juntar dinheiro para a faculdade. Seu plano do dia era convencer Angie, que trabalhava em um quiosque, a sair com ele naquela noite. Seu melhor amigo, Chaz, também trabalhava na loja de jogos.

Essie McVee  era policial e estava de plantão aquela noite, atendia um chamado com o parceiro, Barry, bem próximo ao Shopping . Eles foram os primeiros policiais no local, quando tudo aconteceu.

Três adolescentes, fortemente armados, começaram, a atirar para todo lado. Durou apenas 8 minutos, mas a vida de todos que estavam no local, mudaria para sempre. Mais de 100 mortos, centenas de feridos.

Anos mais tarde, os sobreviventes estão seguindo em frente. Dois deles foram considerados heróis daquela tragédia.  Ela virou uma artista, ele um detetive.  Tudo ia bem, até que alguns sobreviventes começam a morrer esporadicamente. Um assassino estava a espreita, e parecia querer terminar o trabalho. Aquelas pessoas que já haviam passado por tanta coisa, agora temiam novamente pela vida.

~~~~~~~~

Eu não sei o que acontece com esses livros mais novos da Nora (esse foi lançado em 2018 nos EUA), todos seguem uma fórmula muito bem definida. Isso cria personagens estereotipados e diálogos muito perfeitinhos, acho tudo muito robótico. Mas, apesar disso, o enredo é sensacional.

É impossível não se envolver com a trama, com a tragédia, com todos os personagens. Um tiroteio em um shopping, inúmeros mortos e feridos. Os familiares, os sobreviventes, a vida de ninguém seria a mesma. E aí para piorar, anos depois alguém começa, aos poucos, a matar os sobreviventes. O leitor sabe desde início quem é a assassina, mas cabe a polícia descobrir quem ela é e conseguir detê-la.

Você se apega aos personagens desde a primeira linha, afinal, eles sobreviveram ao inferno. Mas a forma como eles são tão estereotipados me irrita demais. A mocinha, sempre perfeita, linda, com um caminho lindo pela frente. O mocinho lindo, bem sucedido, só esperando conquistar a mulher da sua vida. A avó da mocinha, perfeita, o toque de humor do livro. A assassina, uma psicopata fria e calculista (e pelo jeito alguém com 15 anos que aprendeu todas as artes de matar e de agir pelo Google). A menina má na escola, que se tornou uma escrota quando adulta. A melhor amiga perfeita (sem vida pessoal, porque o papel dela é ser a melhor amiga)... e por aí vai.

Então por um lado, eu amei. O enredo, a trama emocionante, o romance, o final digno de cinema. Por outro, eu não consigo engolir os personagens 100% perfeitos ou totalmente maus da autora.  Os personagens secundários mal desenvolvidos e a trama de suspense meia boca rs.

Amar ou não, vai de cada leitor. Reclamando ou não, eu devorei a leitura e fiquei ansiosa até o final. Leiam! Quem leu, me conte se gostou.

Adicione ao seu Skoob!

Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO