target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Por trás de seus olhos - Sarah Pinborough

>>  segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

PINBOROUGH, Sarah. Por trás de seus olhos. Rio de Janeiro: Editora Intrínseca, 2017. 352p. Título original: Behind her eyes.

“Amo David. Um amor verdadeiro, louco e profundo. No entanto, embora pareça piegas, sou mais forte do que ele. Sim, as coisas precisam mudar, mas serei eu quem terá que sujar as mãos. Reprimi a mágoa da noite passada. Guardei-a lá no fundo, onde não possa me afetar, porque não podemos brigar de novo. Não ainda.” p. 183

Confesso que não tive muita vontade de ler esse livro quando lançou, apesar de adorar thriller psicológico, não me chamou a atenção. Mas vi muitos comentários intrigantes sobre ele, e a curiosidade falou mais alto. Hoje conto para vocês o que achei de Por trás de seus olhos da Sarah Pinborough.

Louise é divorciada e tem um filho de 7 anos, Adam. Seu ex marido, Ian, a traiu e saiu de casa faz alguns anos, e agora está prestes a se casar e ter um filho com a nova esposa. Sua rotina é corrida e cansativa. Trabalha como secretária, cuida do filho e da casa, tem pouco tempo para si. No seu tempo livre, prefere beber um bom vinho, o que faz com que ganhe alguns quilinhos extras. Louise sofre de terrores noturnos, e longas noites mal dormidas vem afetando seu comportamento.

Em uma rara saída noturna, conhece um homem misterioso em um bar, e eles acabam se beijando. Ela fica animada por finalmente conhecer alguém, um homem lindo e muito divertido. Ela só não esperava, que seu novo chefe seria o homem do bar. E ainda por cima, que ele fosse casado com uma bela mulher.

David e Adele Martin são um casal perfeito nas fotos, ela se sente constrangida com o que aconteceu. Mas, Louise não consegue resistir, e logo eles se tornam amantes. Para piorar, ela acaba fazendo amizade com Adele, a jovem e bela esposa do médico. Perdendo a razão com a confusão em que se meteu, Louise não sabe o que fazer.

Tudo piora quando descobre que o casal não tem nada de perfeito, segredos do passado e todos os mistérios que cercam Adele, começam a perturbá-la. Quando Louise resolve desvendar esse segredo, descobre que está envolvida em um jogo perigoso.

~~~~~~

Eu amo thriller psicológico e amo fantasia... mas não gosto quando os dois gêneros se misturam. Um thriller ou suspense com um pé na fantasia, não costuma me conquistar. Sempre fico com a impressão de que o autor inventou uma solução fácil, para explicar sua trama complexa. Apesar disso, foi uma leitura intrigante. E a mente do leitor gira o tempo todo, em buscas de respostas.

O enredo é interessante, a narrativa se alterna entre passado e presente, e entre Adele e Louise. Quando ouvi falar sobre esse livro, todos exaltavam a reviravolta imprevisível, o final inimaginável e coisas do tipo. Eu fiquei esperando algo UAU, algo surpreendente e que me deixasse de queixo caído. E apesar de uma surpresa sim lá nas últimas duas páginas, tudo é bem fácil de deduzir. A autora criou personagens óbvios, o que deixa tudo muito frustrante para leitores que já conhecem bem o gênero.

Não consegui gostar dos personagens. Louise é uma mosca morta, com três capítulos do livro eu já imaginei que iria terminar morta ou algo do tipo, e me importei pouco com a personagem. O fato da autora não conseguir (ou optar por não) fazer uma personagem que despertasse empatia do leitor, já deixa meio óbvio o fato dela ser descartável. O filhinho dela também, a criança pouco aparece e quando da as caras, é para fazer birra. Louise passa o livro todo se preocupando mais com David/Adele do que com o filho e a própria vida. David é o famoso “pica doce” kkk, me desculpem, mas não achei termo melhor para descrever isso. Ele é psiquiatra muito bonito. Na prática todo mundo o ama loucamente e está disposto a tudo para ficar com ele. E Adele é o único ponto interessante nisso tudo, dede o início achei a moça bem psicopata, e eu só fiquei esperando para ver se estaria certa.

O que mais me decepcionou foi ter imaginado exatamente o desfecho, com a exceção lá do finalzinho. E isso da autora explicar o suspense todo com um pé na fantasia nunca me convence. O livro tem uma média baixa de nota no Goodreads, mas muita gente amou esse final surpreendente. Acho que esse é um daqueles que vai realmente do gosto do leitor. E também da experiência com o gênero, quem lê muito esse estilo acho que desvenda a trama mais fácil.

Quem leu me conte o que achou!

Adicione ao seu Skoob!

Avaliação (1 a 5):


Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO