target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Namorada podre de rica - Kevin Kwan

>>  sexta-feira, 10 de maio de 2019

KWAN, Kevin. Namorada podre de rica. Rio de Janeiro: Editora Record, 2019. 490p. (Podres de ricos, v.2). Título Original: Crazy Rich Girlfriend.

“Kerry começou a soluçar violentamente, e Rachel percebeu que seus olhos estavam cheios de lágrimas ao ver sua mãe chorando encostada ao peito daquele homem. Depois de alguns instantes quando conseguiu se controlar, Kerry se virou para a filha e disse:
- Rachel, esse é o seu pai.
Rachel não conseguia acreditar que estava ouvindo aquelas palavras. Ela permaneceu parada na porta, sentindo-se com 5 anos outra vez.” p.132

Eu adorei Asiáticos podres de ricos, uma história divertida, intrigante e bem diferente. Foi ótimo mergulhar no universo de um autor asiático e conhecer melhor uma cultura tão diferente. O livro mostra também um mundo de preconceitos, tradições milenares e uma desigualdade social inacreditável. Foi com ansiedade que fui ler a continuação, confiram o que achei sobre Namorada podre de rica do Kevin Kwan.

No primeiro livro conhecemos Rachel Chu, uma economista e professora universitária, nascida na China, mas criada nos EUA. Ela viaja para Cingapura para conhecer a família do namorado, Nicholas Young, também professor universitário. Mesmo depois de dois anos juntos ela não sabia muito sobre a família dele, e não tinha a menor noção que o namorado era um herdeiro bilionário. De repente ela está no meio de mansões, aviões particulares e festas exuberantes. E, claro, a família de Nick tem uma ideia bem definida sobre com quem ele deverá se casar, e ela não cumpre os requisitos principais: família e dinheiro.

Contém spoilers se você não leu Asiáticos podres de ricos!

Rachel Chu teve sua vida virada de cabeça para baixo depois de tudo o que aconteceu em Cingapura. De volta aos EUA, continua procurando por um pai que nunca conheceu, e que ninguém consegue localizar.  Sua vida inteira era uma mentira, sua mãe Kerry, sofre com a angústia da filha pelos seus erros passados.

E esse deveria ser o momento mais feliz de sua vida, afinal, está prestes a se casar com Nicholas Young, o amor de sua vida! Nick está triste por Rachel e fazendo de tudo para tentar ajuda-la. Desde tudo o que aconteceu por culpa de sua mãe, Eleanor, ele se recusa a falar com a mãe e boa parte da família. Quando Eleanor aparece com uma notícia bombástica, a vida dos dois muda novamente.

Eles viajam para Xangai, para conhecer a nova família de Rachel. Seu pai é um político importante, de uma família muito rica. Mas Gaoliang Bao terá muitos problemas para que a esposa aceite que ele tem uma “bastarda”, uma vergonha para a família. Ela fica conhecendo o irmão mais novo, Carlton Bao e sua namorada, Colette Bing, um ícone da moda na China e influenciadora digital riquíssima. Rachel e Nick estão novamente em meio a viagens luxuosas, restaurantes chiquérrimos e tudo o mais que faz parte da rotina dessas pessoas riquíssimas.

Astrid está lidando com dificuldades em seu casamento. Desde que enriqueceu, Michael Teo se transformou em outra pessoa. Ela tenta apoiá-lo, mas as coisas estão cada vez mais complicadas. Kitty Pong, agora Kitty Tai, tenta se destacar na sociedade, mas uma ex atriz saída de lugar nenhum, nunca seria aceita na aristocracia asiática, por mais dinheiro que ela tenha.

~~~~~~~

Eu adoro essa loucura toda! Eu leio tanta ficção e de tudo quanto é tipo, que é surpreendente que algumas coisas ainda me choquem. Mas toda essa riqueza absurda e saber que isso existe mesmo, chega a ser quase inacreditável. Estamos falando de pessoas que gastam milhões em um dia de compras. Que gastam 200 milhões em uma festa. Que têm aviões particulares gigantes, com suítes, piscina e até lagos DENTRO DO AVIÃO. É tanta loucura, que não dá nem para explicar, só vendo mesmo.

As descrições são incríveis, as roupas, as joias, os carros, as decorações das mansões. Os restaurantes exclusivos, as comidas locais de dar água na boca, é tudo fenomenal. Terminei louca para conhecer Cingapura e outros destinos asiáticos. O filme, Podres de ricos, não chega nem perto de conseguir retratar tudo isso. Achei o filme legalzinho, seguiu bem o roteiro do primeiro livro, mas a produção ficou longe das descrições. Não gostei da atriz que faz a Rachel, bem sonsa e sem graça, mas amei o Nick, lindo como eu imaginava. No filme faltou glamour, roupas, joias e lugares não impressionam tanto, eu esperava bem mais. E as coisas que a protagonista sofre são bem piores do que o filme mostrou.

Falando dos personagens, não tem como não amar/odiar todos eles. O livro é narrado por inúmeras pessoas, tantas historias que o título até perde o sentido. “Namorada podre de rica” deveria ser sobre Rachel e a descoberta do seu pai, e de como, de repente, ela se tornou alguém aceitável aos olhos da sogra.  Mas ela vira coadjuvante da história, aparece pouco e outros personagens roubaram as cenas. Eleanor também aparece pouco, uma pena, eu odiei tanto ela no primeiro livro que queria mais dela e do restante da família de Nick. O livro foi muito mais sobre Astrid, Colette e Kitty. Astrid é minha personagem preferida sem dúvida! Tudo o que envolve sua vida é muito interessante e eu torci muito por ela. Raiva do Michael do começo ao fim. A narrativa tem muitas facetas, muita gente se incomodou com isso no livro anterior, falando que eram tantos narradores que se perdia, eu já adoro tudo isso.

Uma coisa muito engraçada é ver as senhoras asiáticas milionárias se comportando. Elas compram coisas caríssimas e fazem coisas tipo, ferver água no hotel para beber, porque acham um absurdo o preço que cobram.  Eu morria de rir porque elas conseguem ser esbanjadoras e pão duras ao mesmo tempo. Segue um exemplo de quando a Rachel encontra várias senhoras fazendo MIOJO no quarto de hotel:


"Perguntei por que elas não desciam para jantar no Shang Palace, o restaurante chinês com estrelas Michelin do hotel. A Sra. Shi, que mais cedo havia comprado um relógio antigo por 4,2 milhões de euros na Kraemer Gallery depois de analisá-lo por menos de três minutos, exclamou: Tentamos ir até lá depois daquele jantar francês horrível, mas todos os pratos são tão caros que decidimos vir embora! Vinte e cinco euros por um arroz frito? Tai leiren le! (em mandarim, "isso é uma loucura".) p.311

O romance continua fraco... Rachel e Nick são tão sem sal! Tudo em torno deles torna os conflitos ótimos, mas não sinto a química e o romance  é bem raso. Já com Astrid e seu melhor amigo Charlie, aí sim tem algo interessante. Mas romance não é muito o forte do autor não, está precisando colocar mais pegada nisso rs.

Eu adorei a leitura, me diverti horrores e estou torcendo para a Editora Record não demorar muito a lançar o terceiro por aqui. E até torço para que o autor não pare no terceiro, quem sabe, essa família louca renderia histórias eternamente rs.

Adorei, super indico para quem curte romances leves e divertidos, para os fãs de chick-lit. Leiam!!

Trilogia Podres de Rico do Kevin Kwan
  1. Asiáticos podres de ricos (Crazy Rich Asians)
  2. Namorada podre de rica (Crazy Rich Girlfriend)
  3. Rich People Problems (ainda não lançado no Brasil)

Adicione o livro ao seu Skoob!

Avaliação:

Comente, preencha o formulário, e participe do sorteio do Top comentarista de maio!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO