target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Vergonha - Brittainy C. Cherry

>>  sexta-feira, 17 de maio de 2019


CHERRY, Brittainy C. Vergonha. Rio de Janeiro: Editora Record, 2019. 420p. Título original: Disgrace.

“- E, princesa, será que você pode fazer uma coisa para mim?
- Claro, qualquer coisa.
Coloquei uma mecha do cabelo dela atrás da orelha e olhei direto naqueles lindos olhos azuis enquanto pedia:
- Se um dia você se apaixonar de novo, por favor, que seja por mim. ” p.380

Eu não sou fã de carteirinha da Brittainy C. Cherry não, confesso. Mas esse é o quarto livro que leio da autora, e o que posso dizer, é que seu trabalho só vem melhorando. Dito isso, confiram o que achei de seu novo romance no Brasil, Vergonha.

Grace Harris, 30 anos, professora, está perdida e sozinha, sem ter ideia do que fazer da vida. Ela foi a filha perfeita de um pastor de cidade pequena, se casou com seu namorado de escola, o rapaz perfeito, aquele que sua mãe achou que seria bom o bastante. Ela seguiu o marido para onde precisou, enquanto ele estudava medicina e se formava, atualmente eles moraram em Atlanta. Ficaram juntos por 15 anos. E aí tudo desmoronou... Grace ficou arrasada por não conseguir ter filhos, depois de vários abortos, foi ficando cada vez mais sozinha em sua dor. O marido não compreendia, eles se afastaram. Ela acreditava no amor, no felizes para sempre e que tudo iria melhorar.

Grace descobre que Finley a traiu, ele a abandona. Finn arruma um novo emprego na cidade natal dos dois, seu casamento fica em suspenso por 6 meses. Quando se reencontram é para vender a casa. Então ela volta para Chester para passar as férias e contar para os pais que estão se separando, mesmo torcendo para que seu marido volte a amá-la. Afinal, esse tipo de coisa não acontece em sua família perfeita.

Jackson Emmery, 25 anos, cresceu em Chester, e era a ovelha negra da cidade. Ele perdera a mãe muito cedo e nunca se recuperou. Seu pai bebia para esquecer, e estava sempre se metendo em confusão. Ele odiava aquela cidade e todos a sua volta, solitário, trabalhava na oficina da família e cuidava de seu cachorro idoso, seu único amigo. 

Grace só queria um pouco de compaixão, mas todos parecem julgá-la e condená-la. Ela encontra apoio onde menos espera, no misterioso Jackson. Os dois são opostos, a boa moça, o encrenqueiro. Mas eles têm algo em comum, uma grande dor e um coração partido.  

Eles começam a se envolver de forma despretensiosa, algo físico para fazer o resto do mundo desaparecer. O que eles não imaginavam, é que nada seria assim tão simples. E que na vida, sempre precisamos fazer uma escolha.

~~~~~~

Meu favorito da autora entre os que eu li! Gostei de ela mudar para romances mais adultos, os seus dois new adult que li, não gostei muito. Esse livro já começa com um dramalhão enorme. Grace sendo abandonada pelo marido, o idiota terminando tudo como se não fosse nada demais e indo embora. Ela sozinha, perdida, voltando para a casa dos pais em uma cidade que todos iriam julgá-la. Onde nem os pais iriam apoiá-la, afinal para eles o casamento é para sempre, e aos olhos de Deus a mulher sempre deve perdoar e manter o casamento. O que importa se seu marido a traiu com sua melhor amiga, não é? E ela ainda precisava encontrar com ele, com a outra, enfim, eu não sei como ela não mandou o mundo a merda rs.

Jackson era especialista em dar uma banana para o mundo. Ele cresceu sendo vítima do preconceito da cidade inteira, o filho do pai bêbado, o drogado, o destruidor de casamentos. Todos da cidade queriam eles longe de lá, ele não estava nem aí para opinião de ninguém. Jackson era grosseiro, tratava todos com desprezo e não tinha nenhuma amizade na cidade. Um encontro inusitado, faz com que o caminho dele e Grace se cruzem.

Grace é uma santa! De aturar as fofocas todos e ainda conversar com aqueles vizinhos intrometidos. De aturar os julgamentos da mãe de todos a sua volta.  E continuar sorrindo, de cabeça erguida, tentando tratar todos bem. Jackson queria ensiná-la a se erguer, a se respeitar e parar de agir como uma sonsa. Ela tinha pena da sua solidão e do seu jeito que afastava todo mundo, e queria mostrar que havia uma pessoa muito boa dentro daquele corpo lindo, sarado e mal-humorado rs.

Logo no início eu me apeguei aos dois protagonistas e queria protege-los do mundo. Mas não torci por Jackson e Grace por boa parte do livro. Ele era um ogro com ela, eu já teria dado as costas para ele na primeira grosseria kkk. Mas ela persiste, enxerga sempre o lado bom das pessoas e dá mais e mais chances. Então eu torcia para que ele melhorasse, mas não “chipava” o casal. Claro que no decorrer do livro tudo isso muda, e terminei chorando litros e torcendo para que tudo desse certo para eles.

Os livros da autora sempre falam muito sobre religião e sobre a importância de Deus em nossas vidas. Eu achei interessante que aqui ela mostrou a situação meio invertida. Os pais de Grace, a família do pastor, eram as pessoas mais intolerantes da cidade. Eles que pregavam e rezavam tanto, se comportavam de forma horrível e traiam tudo que diziam defender. Foi interessante ver esse contraste, onde a religião ou a falta dela, não é fundamental para a pessoa agir de forma humana e cristã. Jackson, com todos os seus defeitos, era bem mais bondoso do que a turma da igreja rs.

A parte sexual é bem leve, praticamente nem é citada. Eles tinham sim química como casal, mas as cenas de sexo chegaram a ser engraçadas. Quase nada é descrito, só passa depois a mocinha falando que está cheia de dores e citando algumas posições diferentes hahaha.

Mas nada durante a leitura me preparou para o final. Não esperava tantos perdões, tantos recomeços e nem morrer de chorar o final inteiro.  Foi muito lindo como tudo aconteceu, amei os desdobramentos e a forma como terminou. Livro redondinho, final muito amor.

Este eu indico!! Quem não conhece a autora ainda está aí um bom livro para começar. Para os fãs de romance novelesco, esse é imperdível na estante. Leiam!

Adicione ao seu Skoob!

Avaliação (1 a 5):

Comente, preencha o formulário, e participe do sorteio do Top comentarista de maio!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO