target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

A dama mais desejada - Julia Quinn, Eloisa James e Connie Brockway

>>  segunda-feira, 3 de junho de 2019

BROCKWAY, Connie; JAMES, Eloisa; QUINN, Julia. A dama mais desejada. São Paulo: Editora Arqueiro, 2019. 272p. (A dama mais desejada, v.1). Título original: The lady most likely.

“Ela riu. Jogou a cabeça para trás e riu.
- O que foi? – perguntou Alec, ofegante.
- Não sei – admitiu ela, também sem fôlego. – Só estou feliz. Eu me sinto… me sinto…
Alec puxou-a contra si, mas não a beijou de novo. Ficou apenas abraçando Gwen com força, os olhos fixos nos dela.
- Eu me sinto livre – sussurrou ela.” p. 89

Três grandes autoras de romance de época (embora uma delas seja desconhecida para mim), reunidas em um só livro! Julia Quinn que é minha autora favorita desse gênero, Eloisa James e Connie Brockway, que ainda não têm livros lançados aqui no Brasil. Eu fujo de contos, mas a promessa era de uma só história e eu fiquei ansiosa pela leitura de A dama mais desejada!

Hugh Dunne, o conde de Briarly, decide que está na hora de encontrar uma esposa. Avesso as normas da aristocracia e apaixonado por cavalos, ele vive para seus estábulos e cavalos premiados e não têm interesse nenhum nos eventos Londrinos. Portanto, ele pede ajuda da irmã, Carolyn, para fazer uma lista com boas opções de esposas. Dividida entre o horror e o humor, ela decide então organizar um evento de alguns dias em sua propriedade, para que o irmão conheça moças solteiras adequadas.

Gwendolyn Passmore é a primeira opção da lista, considerada a bela da sociedade. Tímida, Gwen odeia aglomerações e fica perdida no meio de muita gente. O que é terrível, já que com sua beleza, ela costuma ser o centro das atenções masculinas e da inveja feminina. Ela vai ao evento por insistência da mãe, mas não esperava que lá, fosse se apaixonar.

Katherine Peyon é uma loira pequena e magra, com ares de fada. A moça tem uma sinceridade e uma energia espantosa, uma força que não se imagina quando se vê sua aparência frágil e delicada. Ela tem uma paixão antiga e qual não é sua surpresa, quando o Capitão Oakes também aparece no evento.

Georgina Sorrel é uma viúva lindíssima de apenas 25 anos. Ela é apaixonada por roupas e moda, e jurou nunca se casar de novo. Georgia é a melhor amiga de Carolyn, e apesar da vontade da moça de continuar sozinha, sua amiga tem ideias diferentes.

Hugh terá então que eleger a sua “dama mais desejada” e se casar. Mas se ele não agir rápido, outros cavalheiros podem roubar suas pretendentes.

~~~~~~

Caras leitoras, sinto dizer, que ele não cumpre o que promete. Não é uma história ruim, longe disso... mas logo na capa ele anuncia “Três autoras, uma história”. E na verdade o que encontramos são 3 contos pequenos e rápidos, disfarçados de livro único. As histórias se passam lá na festa que a Carolyn organizou e tem os capítulos que ligam as histórias. Mas na prática temos 3 casais e 3 romances, sendo contados separadamente.

Para quem gosta dessa fórmula e curte contos, ótimo, acredito que vai amar esse livro. Afinal são bem escritos, são fofos, doces e divertidos. Os casais são legais, é daquelas histórias que deixam as leitoras com um sorriso no rosto. Porém, para quem não é fã de contos como eu, é tudo muito raso e muito corrido. Falta drama, algum empecilho e mais profundidade aos personagens.

Alguns dos personagens se conhecem já há algum tempo, mas no geral eles se encontram, ficam próximos, se apaixonam... e se declaram no período de um ou dois dias. Os personagens secundários ficam bem a margem disso tudo, e cada autora conta sobre um dos casais. Pegam três autoras desse gabarito, eu esperava tãooo mais!

Julia Quinn, a diva, conta em poucos capítulos a história de Gwen e seu par romântico (vou evitar contar demais sobre quem fica com quem, senão perde a graça que já não foi tanta kk). Connie Brockway conta a história de Katy. E Eloisa James fecha com a história da Georgina. Eu gostei mais da história da Gwen, a mais divertida, Julia realmente se destaca neste meio. E fiquei com vontade de ler algo da Connie, um livro só dela. Espero que a Editora Arqueiro aproveite e traga alguma série da autora para o Brasil.

O segundo volume da duologia traz um novo cenário e novas histórias “conjuntas”. Pelo que vi apenas um dos personagens, Lord Bretton, ganha sua história nele. Mas espero reencontrar outros dos personagens daqui.

Indico para quem curte contos e histórias mais curtinhas. Quem leu me conte se gostou. Leiam!

Adicione ao Skoob!

Duologia A dama mais desejada:
  1. A dama mais desejada (The lady most likely)
  2. A dama mais apaixonada (The lady most willing)
Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO