A pequena ilha da Escócia - Jenny Colgan

>>  segunda-feira, 6 de junho de 2022


COLGAN, Jenny. A pequena ilha da Escócia. São Paulo: Editora Arqueiro, 2022. 336p. (Mure, v.1). Título original: The Cafe by the Sea.

"Flora tinha ido até lá para agradar a empresa. Tinha deixado Mure para agradar a mãe. Tinha ficado longe porque... porque não sabia mais o que fazer. Às vezes, sentia-se como um barco, à deriva na maré, sem saber para onde ia nem por quê, desconfiando que, um dia, olharia para trás e não se lembraria de tomar as decisões que havia tomado." p. 226

Hoje tem romances de hoje por aqui! E é o quinto livro da Jenny Colgan nesta coleção que eu adoro! Esse é o primeiro de uma nova série, Mure, confiram o que achei de A pequena ilha da Escócia!

Flora MacKenzie vem tentando com todas as forças se adaptar a sua nova vida em Londres. Ela é assistente jurídica em uma grande firma, ama o conceito de cidade grande... um lugar onde ela pode permanecer anônima, ser ambiciosa e conhecer muita gente interessante. Mas na realidade ela odeia a cidade no verão, extremamente quente e fedorenta. Os metrôs lotados, as filas enormes, o calor pegajoso. Ela continua solteira depois de vários encontros que não foram para a frente, e de um namoro que terminou por achar que não gostava o suficiente do namorado da época. E ela cultiva, quase secretamente, uma paixão pelo lindo chefe, o advogado Joel Binder, que nem sabe da sua existência. 

Até que um dia, um americano bilionário entra em contato com a empresa para representá-lo em um problema com sua nova propriedade. Qual não é a surpresa de Joel, quando Colton Rogers fala que procurou a firma porque uma das funcionárias dele é de Mure, a cidade onde ele está construindo um novo hotel. Joel não tem ideia de onde fica a pequena ilha da Escócia, e nem quem é a tal funcionária, que é localizada e Flora é chamada para a reunião. 

A pedido de Colton, que simpatiza com ela imediatamente, Flora é enviada pela empresa para Mure, ou seja, para casa. Um lugar de onde ela fugiu há três anos e não voltou mais. Para sua família, que prefere vê-la pelas costas. Depois do que aconteceu em sua última visita, ela não sabe como lidar com a situação.

Sem escolha, Flora viaja para a casa do pai. Chegando na velha fazenda da família, precisa lidar com seus três irmãos, Hamish, Innes e Fintan; seu pai rabugento e a incapacidade de todos eles de fazer qualquer tarefa doméstica. As pessoas mais velhas da cidade viram a cara para ela, e ela tem dificuldade em se adaptar. Ela fica repetindo o tempo todo que é só uma viagem de trabalho e logo estará em casa.

Mas logo Flora está envolvida com os problemas da comunidade, tentando ajudar Colton enquanto toda a cidade parece odiá-lo, fazendo receitas deliciosas com o velho livro de receitas de sua mãe e despertando um certo interesse romântico. 

Flora precisará aprender com seus erros e descobrir a qual lugar realmente pertence. 

~~~~~~~~~~

Esse demorou um pouco para me ganhar, achei o começo confuso, o enredo devagar e custei para me conectar à protagonista. Mas no final já estava amando todos os personagens e torcendo muito por eles. Mure tem um ar de fantasia que envolve o leitor como um casaco quentinho no inverno.  

O enredo demora a desembolar, no início temos Flora perdida de volta em casa, e sem nem sinal da empresa ou do novo cliente. Ela passava os dias andando pela cidade, cuidando da casa, brigando com os irmãos... Achei meio sem pé nem cabeça a história, mas logo tudo entra nos eixos, o trabalho reaparece (o meu podia fazer isso kkk) e a trama anda.  

Com os personagens aconteceu o mesmo, é um livro que demora a conquistar, mas que vale a pena o investimento! Flora no começo é apática, aquilo de não contar o que aconteceu no passado para ela ir embora e nada andar me irritou. As brigas dela com os irmãos são terrivelmente infantis para pessoas adultas, me incomodou. E Joel é insuportável e sem sal por boa parte do livro. De interessante temos Colton que parece estar interessado em um dos irmãos de Flora, e isso foi o que mais me ganhou! O melhor romance do livro é dos coadjuvantes hehe.  E lá pela segunda metade tudo entra nos trilhos, eu já estava adorando todos os personagens e torcendo por eles. De bônus, temos a sobrinha fofa de Flora, Agot, uma criança de 3 anos que roubou todas as cenas! E para melhorar, temos um cachorro fofo, grandalhão e desastrado que eu queria para mim, o Bramble. 

O enredo focado na cidade é muito interessante, eu adorei a abordagem. Mure é uma pequena ilha, com poucas opções de emprego, e com o tempo os jovens todos foram indo embora, e quem ficou, mal consegue sobreviver. E o cara bilionário que investe na ilha, compra tudo de fora ao invés de apoiar o comércio local. Flora, é claro, vai tentar mudar isso. Eu adorei a união da comunidade, a forma como todos se conheciam e se apoiavam. Apaixonada com essa ilha fictícia.

Apesar do romance melhorar muito, achei bem corrido e senti pouca química no casal. E o final foi corrido nesse sentido, então eu já estava reclamando e tinha dado nota de 3.5 no Skoob. Mas eis que descobri que o livro é o primeiro de uma série (o que eu já sabia) e que os próximos livros também são da Flora (isso eu não sabia, pensei que era aquele tipo de série de cada volume, um casal diferente). Então eu mudei minha visão do livro 1, afinal o romance continua! E já estou ansiosíssima para ler a continuação! Mas será que tem fôlego para 5 livros sobre a Flora? Já já (cof, cof) a gente descobre!

Eu amo essa coleção e indico para todos que curtem livros leves, divertidos, românticos e que deixam um quentinho no coração, leiam! 

Adicione ao seu Skoob!

Série Mure da Jenny Colgan:
  1. A pequena ilha da Escócia (The Cafe by the Sea)
  2. The Endless Beach (os demais ainda não lançados no Brasil)
  3. Christmas on the Island
  4. Christmas at the Island
  5. Hotel An Island Wedding.

Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO