target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Os pedreiros

>>  segunda-feira, 16 de maio de 2011


A indústria cinematográfica pode até dar as cartas e decretar o que é “uma linda mulher”. Os padrões masculinos são mesmo bem previsíveis. Mas, quais são as características de um homem lindo, gata? Com a gente não violão! Aqui não tem padrão. A beleza masculina não passa exatamente pela aparência, mas pelo olhar, inteligência, pelo jeito como dão uma coçadinha, de leve, na barba por fazer. Por isso, existem tantos homens que têm uma feiura cheia de poréns.

Não sei bem porque, mas foi assim que eu imaginei o Zsadist, de Amante Desperto. Para mim, que gosto de homem com cara de macho, cabelo arrumadinho e camisa pólo não fazem meus olhinhos brilharem. Um bom exemplo: Hugh Laurie, o mal-humorado Doctor House – típico representante da casta dos pedreiros! Prova que aparência não vale muito meeeesmo, porque Hugh Laurie, como pai do ratinho Stuart Little, eu não pegava, nem que ele fosse a bala que matou Bin Laden.

Claro que tem um tipo pedreiro, mais arrumadinho, que eu não dispensaria. No Brasil, meu preferido é Cauã Reymond, no papel de Jesuíno, rei do cangaço. Gente, que fotografia é aquela?! O charmoso com cabelo bagunçado, traços fortes e viris, olhar penetrante, sobrancelhas desalinhadas e vincos de expressão. Um ar de mistério. Sorri sem gargalhar. Me Tarzan you Jane.

Agora o time do lado de lá. Robert Pattinson. Tem coisa mais sem graça do que Robert Pattinson? Tem. Robert Pattinson fazendo papel do vampiro mauricinho Edward – uma moça para os meus padrões.

Bom que tem pra todo gosto e a gente não precisa brigar!
 


Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO