target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Sombras - Jessica Verday

>>  sexta-feira, 6 de maio de 2011

VERDAY, Jessica. Sombras. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 2011. 478p. (Trilogia das Sombras, v.1) Título original: The hollow.

“Escorregando para o chão, eu me enrolei em mim mesma e fiquei me embalando para a frente e para trás, tentado afastar a dor e o vazio, mandar aquilo tudo de volta para um ponto onde eu não sentisse mais nenhuma daquelas coisas. Parecia que meu coração estava sendo espremido em um torno e toda minha vontade de viver tinha acabado.
Eu não sabia lidar com uma dor tão grande.
Era grande demais. Brutal demais. Demais.”

Melancólico e diferente, sem dúvida estas duas palavras descrevem bem o livro que irei resenhar hoje, um livro que fascina pela capa, e onde a sinopse não consegue descrever o que te espera nas páginas de Sombras de Jessica Verday.

É na pequena cidade de Sleepy Hollow, lar de Washington Irving, o autor que ficou conhecido com A lenda do cavaleiro sem cabeça que nossa história se passa.  A cidade mantém vida suas histórias e seus personagens e é no inverno, no meio de muita chuva e neve, no fantasmagórico cemitério que encontramos Abbey pela primeira vez.

Abbey tenta juntar os pedaços de sua alma, após o misterioso desaparecimento de sua única e melhor amiga Kristen que todos já consideram morta, os boatos dizem que ela havia cometido suicídio, que pulara da ponte sobre o rio que fica em frente ao cemitério.  E enquanto participa da cerimônia sem corpo, apenas um caixão fechado, pensa que sua amiga nunca faria isso, aquele era o lugar preferido das duas e ela não sabia o que podia ter acontecido.

As duas se conheciam desde pequenas, eram amigas inseparáveis e passaram tantos momentos divertidos juntas, não tinham segredos e eram tão felizes... agora tudo o que restou foi a lembrança das brincadeiras e dos sorrisos, e aquele imenso vazio... aquela interminável solidão, os terríveis pesadelos e uma profusão de lágrimas.

Ela se sente só, se sente tão só, e ninguém parece entender. Seus pais procuram dar todo o apoio possível, na escola ela vê a piedade no rosto dos alunos, o deboche na face de tantos outros. Ela viu as lideres de torcida chorando por Kristen, querendo um lugar sob os holofotes, as mesmas meninas que nunca olharam para elas na escola. E havia Ben, que demonstrava uma tristeza tão grande, mesmo ela não se lembrando que ele conhecia sua amiga.

Abby se refugia em algum lugar dentro de sua alma e tenta continuar vivendo, só acordar, comer, ir a escola e tentar fazer tudo que era esperado dela. Mas ninguém sabia da dor, a dor nunca ia embora, não diminua, não dava uma trégua. Nem sua paixão por seus perfumes estava ajudando, um dia ela abriria sua própria loja e agora tentava criar a fragrância perfeita para Kristen.

Mas elas ainda conversavam, ou melhor, Abby ainda falava com ela e até com o Senhor Irving, o cemitério era seu local preferido, assim como a ponte sobre o rio. Não que Kristen respondesse, mas ela sabia que ela estava ali. O sombrio cemitério de Sleepy Hollow era seu refúgio, onde abria seu coração e desabafava.

E no meio de tantas sombras eis que surge Caspian, uma luz que brilhava no meio de seu coração destroçado. Ele era lindo, gentil, com seus profundos olhos tão verdes e seu sorriso que a fazia derreter. Parecia estar sempre presente para ajudá-la, para lhe tirar da solidão e ela se entregou instintivamente àquele sentimento.

Caspian era lindo, mas acima de tudo era cheio de segredos e mistérios. Ele aparecia e desaparecia quando bem queria e ela não sabia nada dele. E agora ela conseguiria sobreviver aquela perda, ele era a única pessoa que a fazia se sentir especial. Mas aparentemente Kristen escondeu um segredo muito importante, algo que podia ter resultado em sua morte e Abby precisa descobrir a verdade, mesmo se sentindo traída pela única amiga.

Sombras é um romance/drama juvenil bem diferente do que estamos acostumados, se a intenção for fugir do comum com certeza o livro irá surpreender. Eu me apaixonei pela capa a primeira vista e fiquei doida para conhecer a história, mas a leitura foi cheia de altos e baixos para mim. Ah e já aviso, o final é muito bom, fiquei de olhos arregalados, o que achei foi o desenvolvimento lento.

O enredo é bem construído e detalhado, Abbey é uma protagonista bem diferente do que estamos acostumadas, ela é inteligente, diferente, não é popular, mas também nunca pareceu se importar com isso. Ela não tem um monte de meninos apaixonados por ela, pelo contrário, passa a maior parte do tempo sozinha com seus pensamentos.

E Abbey é uma personagem depressiva, acho que não tem outra palavra melhor, ela vive consumida pela dor, pelas dúvidas e se entrega rapidamente a Caspian, como se ele fosse uma bóia salvadora ou algo assim. Os flashbacks dela e de Kristen são muito bonitos e a narração é repleta de dor.

O problema é que o livro é quase todo voltado para as dores e sentimentos confusos de Abbey e tudo demora muito para acontecer, para vocês terem uma ideia o sobrenatural da trama só aparece lá nos últimos capítulos do livro e alguns mistérios terminam sem explicação, o que só será esclarecido no segundo volume da trilogia.

A minha leitura teve uma evolução lenta e senti que muita coisa na narração era desnecessária, fora que as cenas do livro apesar de serem tão tristes não me comoveram, tem trechos lindos, mas que não fizeram a chorona aqui se emocionar. 

E eu sentia que Abbey não questionava nada, ela começava a procurar uma coisa e depois não se falava mais disto, o mistério em torno da morte de Kristen é o ponto de impacto do livro e de repente ela não fala mais no assunto. Ela reclamava do misterioso Caspian, mas em nenhum momento tenta descobrir a verdade sobre ele e de repente, já está fazendo outra coisa.

Eu gostei dos personagens e do romance, gostei do suspense e de todo o mistério. Se você já leu, quero muito falar com alguém sobre o livro, tem várias coisas que não posso comentar na resenha devido aos spoilers. Recomendo, com moderação, não vá com muita sede ao pote. E aproveito para deixar este video abaixo, achei que tem tudo a ver com o livro e estou em uma fase totalmente Glee =]




“Comecei a chorar. Lágrimas incontroláveis me consumiam de dentro para fora, e cada uma pesava e rolava, e doía. Caindo de joelhos, chorei e chorei e chorei.”

Trilogia Sombras de Jessica Verday
  1. Sombras (The Hollow);
  2. Essências (The haunted);
  3. Enigmas (The hidden).
Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO