target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Visão do além - Charlaine Harris

>>  terça-feira, 16 de agosto de 2011

HARRIS, Charlaine. Visão do além. São Paulo: Editora Lua de Papel, 2011.232p.Título original: Grave sight. (Harper Connelly Mysteries, v.1).

“Tenho o que você pode chamar de trabalho estranho: encontro pessoas mortas. Posso sentir a localização de alguém que morreu e também o seu último momento de vida. Encaro isso como um jeito de fazer algo pelo morto e ao mesmo tempo proporcionar um tipo de encerramento do caso para os vivos, mas estou acostumada a ser tratada pela maioria das pessoas como uma sanguessuga...”

A autora americana Charlaine Harris ficou conhecida pela sua série Sookie Stackhouse, os livros deram origem a série de TV True Blood que já está na quarta temporada. A série vampírica tem um conteúdo mais adulto, com muitas cenas hots e todo tipo de ser sobrenatural. A nova série lançada agora no Brasil tem uma premissa bem diferente, com um trama que brinca entre o sobrenatural e o suspense conheça Visão do além de Charlaine Harris.

Harper Connelly tem uma trágica historia familiar e uma profissão que mantém a maioria das pessoas afastadas, atualmente é ela e seu meio-irmão Tolliver contra o mundo. De uma infância sofrida com a mãe e o padrasto sempre bêbados e drogados ao desaparecimento da irmã Cameron e consequentemente aos lares adotivos. Até que um acidente muda sua vida.

Durante uma tempestade Harper foi atingida por um raio e após o acidente adquiriu o estranho dom de encontrar pessoas mortas. É como um radar, como um zumbido na cabeça, se tem um morto por perto ela consegue encontrar o corpo e reviver seus últimos momentos, não consegue ver o assassino nem nada ao redor da vítima, mas consegue saber o que causou a morte.

Ela e Tolliver transformaram este dom em uma carreira, eles cobram alto por seus serviços e viajam pelo país encontrando pessoas desaparecidas para quem puder pagar o preço pedido. Se já não bastasse o dom assustador, o fato de cobrar por seus serviços faz com que ela não seja bem vista na maioria dos locais por onde passa. Seu irmão é seu porto seguro, seu guarda costas, seu braço direito neste ramo.

Em Sarne – nas montanhas Ozarks – não seria diferente, as pessoas não querem ouvir o que ela tem a dizer, a olham como se fosse uma aproveitadora e uma golpista. Infelizmente para provar o contrário ela só pode fazer uma coisa, achar o corpo de uma adolescente desaparecida, receber seu dinheiro e dar o fora da cidade o mais rápido possível.

Só que ali tudo seria diferente, segredos envolvem um assassinato, os habitantes estão a cada hora mais hostis e eles precisam ir embora. Porém aquele criminoso aparentemente não tinha terminado, uma outra mulher é encontrada morta e uma antiga morte tida como acidental passa a ser vista como um assassinato com os dons de Harper. Agora não só os moradores de Sarne, mas ela e o irmão correm grande perigo.

A premissa do livro me lembrou de Quando cai o raio da Meg Cabot, embora esta história seja contada de forma mais adulta, mais sinistra e no caso de Harper ela só encontra pessoas mortas e se souber mais ou menos em que terreno procurar. A protagonista não é nem um pouco popular,  teve a infância destruída pelos maus tratos dos pais, ao lado de Tolliver aprendeu desde cedo a cuidar das irmãs mais novas e seu dom não deixa os homens muito animados em conquistá-la.

O relacionamento dela com o irmão é no mínimo incomum, na verdade sua mãe se casou com o pai de Tolliver e tiveram duas filhas depois, mas ela e Tolliver não são irmãos de sangue e sim de criação. E o fato é que os dois são próximos demais, a relação causa um certo estranhamento, estou curiosa para saber se isso vai para algum lugar nos próximos livros da série.

A trama em si é muito interessante, gostei da mistura de sobrenatural com suspense. Afinal tem um assassino a solta, passamos boa parte do livro imaginando quem poderia ser e ao mesmo tempo temos uma protagonista com um dom sobrenatural. 

Sobre o livro eu senti falta do estilo forte da Charlaine tão presente nas aventuras da Sookie, as cenas aqui são corridas, pouco exploradas e as cenas sexuais são mencionadas vagamente e de forma sutil. Não tem aquela pegada, mas até entendo, considerando que Harper é uma personagem problemática e meio estranha. Eu gostaria que a parte policial da trama fosse mais bem conduzida, mas no geral me diverti muito com o livro.

O que me desapontou um pouco foi a edição brasileira do livro, o texto não está justificado, faltam travessões em vários diálogos e alguns erros de digitação me incomodaram: mãe vira mão, cabelos vira cabeços e por aí vai.

Eu gostei de Harper e da sua personalidade anti-heroína, ela não se importa com ninguém a não ser Tolliver, não liga para os mortos e só quer receber seu dinheiro ir embora. Estou curiosa para saber o que acontece nos próximos volumes da série. Leia se você se identificou com a trama acima e depois me conte o que achou. =]

Série Harper Connely Mysteries

1)      Visão do além (Grave sight);
2)     Grave surprise – os demais ainda não lançados no Brasil;
3)     An ice cold grave;
4)     Grave secret.

Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO