target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Antes de morrer - Jenny Dowham

>>  segunda-feira, 24 de outubro de 2011

DOWNHAM, Jenny. Antes de morrer. Rio de Janeiro: Editora Agir, 2008. 292p. Título original: Before I die.

“- Caramba – repete. – Caramba! – E corre a mão pelos cabelos; os fios reluzem, úmidos, escuro como os de um bicho. A luz da rua resplandece nos seus olhos. – O que é que está acontecendo com a gente?
- Eu quero você – digo a ele.
Meu coração está aos pulos. Sinto-me inteiramente viva.” p.155

Já ouvi falar muito deste livro do qual vou falar hoje, queria muito conhecer a história, mas apesar da sinopse não imaginei que iria me emocionar tanto. Personagens fortes, história triste, sonhos e desejos - tão simples e tão difíceis de se realizar quando se está morrendo. Conheça Antes de morrer de Jenny Downham.

Aos 16 anos toda garota está repleta de sonhos e desejos: amigos, festas, o primeiro amor, a primeira transa, escola, faculdade...parece simples, parece ser o curso normal da vida certo? Tessa Scott sabe que não vai se formar na faculdade, sabe que não vai ter filhos e que não verá os pais sorrindo para ela em sua formatura; sabe que não verá o irmãzinho crescer e tantas outras coisas, não sabe nem se estará aqui amanhã. Tessa Scott vai morrer em breve, ela tem pouco, muito pouco tempo. 

Há quatro anos atrás Tessa foi diagnosticada com leucemia, depois de anos de tratamento os médicos dão o veredicto final: o estado de Tessa é terminal, ela pode prolongar seu tempo de vida com as quimioterapias e as transfusões, mas não pode se curar. Tessa tem pouco tempo pela frente, quanto ao certo ninguém sabe. E é ai que ela desiste do hospital e das quimioterapias e resolve viver cada dia como se fosse o último.

Viver o mais intensamente possível. Para realizar alguns dos seus sonhos em tão pouco tempo Tessa faz uma lista de tudo que quer fazer Antes de morrer. A primeira transa, aprender a dirigir, experimentar drogas, infringir a lei... se apaixonar. Ela sabe que não terá tempo para isto, mas vai fazer o que for possível, mesmo com seu corpo fraco e debilitado, ela não vai desistir de viver, não enquanto se lembrar de respirar... "respire...apenas respire".

Com a ajuda de sua amiga Zoey ela vai para uma boate, rouba o carro do pai, entra em um rio gelado - mesmo com seu irmão desesperado ao lado. Cal é uma criança, sabe o que está acontecendo com a irmã e enxerga aquilo do jeito especial que só as crianças conseguem. Mas ele sofre, ele ama a irmã e quer ajudá-la. O pai ainda acredita, espera um milagre e não concorda com as atitudes extremas da filha. A mãe que havia abandonado a família quando ela tinha 11 anos está de volta, perdida no meio de tudo aquilo.

“- Estou pouco ligando se você nunca mais falar comigo. – Abro um olho e vejo outros dois, azuis. – Sabia que você estava fingindo, diz ele, com um largo e lindo sorriso. 
– Papai perguntou se você quer amora.
- Não.
- O que eu digo pra ele?
- Diz pra ele que eu quero um filhote de elefante.
Ele ri.
- Vou sentir saudade de você – diz, e me deixa sozinha cm a porta aberta e a corrente de ar soprando da escada.”p.8

Tessa está disposta a qualquer coisa para conseguir o que quer, ela encara de frente seus desejos e se esforça para realizá-los. Ela conhece Adam, o vizinho ao lado que sempre via trabalhando no jardim. Zoey é forte, nunca temeu a doença da melhor amiga e promete ajudá-la com a lista. Tantos sentimentos, tantos desejo e tão pouco tempo... "tempo... respire. Não consigo, estou caindo..."

Este livro é lindo e triste na mesma medida. Impossível não sofrer junto com a protagonista e não desejar um final diferente para ela. O pai de Tessa, Adam e Cal são personagens únicos, eu chorei e sofri junto com eles. Cal é o menino muito fofo, meu personagem preferido.

A protagonista em alguns momentos é chata, sem noção e arrogante. E quem sou eu para dizer que ela não tem o direito de ser assim? Tessa é uma personagem que faz o leitor se sentir solidário com ela, com tudo o que ela está passando e ao mesmo tempo que irrita a todos profundamente. Ela tem direito claro de viver sua vida como ela quiser, de realizar seus sonhos e desejos enquanto pode. Mas e todos que ela machuca no processo? E seu pai que largou a carreira e vive integralmente para salvar a vida da filha? E Cal, apenas uma criança, que ama a irmã e não entende o que está acontecendo.

Quando pensava em Tessa e em suas atitudes muitas vezes imaturas me lembrava de Kate que tinha a mesma doença, a mesma idade, que sabia que iria morrer e era tão mais adulta. Duas personagens muito diferentes, sofri com as duas e chorei pelas duas. Neste livro a narrativa em primeira pessoa funciona muito bem, a autora consegue nos passar todas as emoções de Tessa sem deixar de lado os outros personagens. 

O fato da protagonista não conquistar o leitor pode ser um ponto negativo para alguns, para mim deixou a trama mais real e os sentimentos mais profundos. Apesar de falar de morte, o livro é um sopro de vida. Dê valor a sua vida, a cada momento, aos pequenos prazeres diários. Ame, lute, sonhe.  Tessa vai descobrir muitas coisas, vai ter a chance de corrigir alguns erros e de se apaixonar. 

O livro será adaptado para o cinema com o título Now is good e Tessa será vivida por Dakota Fanning, com direção de Ol Parker. Ainda sem previsão de lançamento o elenco conta também com Jeremy Irvane, Paddy Considine e Olivia Williams. E por falar em filme, quem leu a resenha já deve ter percebido, a historia tem algumas semelhanças com Um amor para recordar, filme lindo, mas os personagens são muito diferentes, a semelhança fica na lista e na doença da protagonista.

Este é um daqueles livros que você termina e fica com vontade de reler imediatamente, o livro é lindo, triste, chorei litros no final.  Se você quer uma leitura diferente do comum, LEIA! Como bônus ainda aprende a valorizar mais a vida e a reclamar menos dela. Leiam!

Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO