target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Wereworld: A origem do lobo - Curtis Jobling

>>  quarta-feira, 19 de outubro de 2011

JOBLING, Curtis. Wereworld: A origem do lobo. São Paulo: Editora Saraiva, 2011. 376p. (Wereworld, v.1). Título original: Wereworld: Rise of the Wolf.

“- Pensei... pensei que estivesse a salvo de você - ela balbuciou, embora as palavras não encontrassem volume. – Pensei que você nunca fosse nos encontrar.
O animal mostrou os dentes, curvando-se na direção dela e soltando uma única palavra ao abrir a boca.
- Nunca.
E então fechou suas mandíbulas contra a garganta dela.” p.31

Estou em falta com os livros de lobisomens, compro todos e ficam aqui em casa na fila esperando, mas eu gosto muito do mote. A trama de Wereworld não fala só de lobisomem – neste caso werewolf – mas de homens que se transformam em vários animais diferentes: os Werelords. O livro tem ação, aventura, lutas emocionantes e uma ponta de romance. Se surpreenda com Wereworld: A origem do lobo de Curts Jobling.

Drew Ferran é um rapaz de 16 anos que passou toda a vida ao lado dos pais e de seu irmão gêmeo na fazenda da família. Ele adora cuidar das criações e tem um sexto sentido apurado para pressentir os ataques de animais perigosos e proteger o rebanho. Embora faça o seu melhor nunca fora o preferido do pai, seu irmão Trent era alto, loiro e forte. Os dois eram tão diferentes que nem pareciam irmãos.

Naquela noite seu pai e Trent partiram para a cidade e ele fora designado para ficar com a mãe e cuidar do rebanho, enquanto uma tempestade nunca vista assolava a fazenda. No meio do temporal um monstro aterrorizante ataca sem piedade; ele andava sob duas patas como um homem, mas era peludo, tinha longas garras e presas impiedosas. Aquele monstro seria o responsável pelo assassinato de sua pobre mãe.

No calor do momento Drew sente seu corpo rasgando e sua gengiva crescendo, suas mãos se transformam em garras, e ele em uma fera. Ele ataca, seus dentes rasgam, o monstro grita. Seu pai só encontra ele – o monstro – do lado da esposa morta e não há tempo para explicações. Inconsolado o menino foge para a floresta e passa a viver como bicho.

Ele agora é um Werewolf, refugiado nas florestas de Dyrewood sem ter idéia do que tinha acontecido, sem saber porque se transformara em um monstro. É na floresta que ele encontra Hogan e Whitley – mestre e aprendiz – e contra sua vontade acaba seguindo com eles. Drew vai parar em Brackenholme e fica conhecendo Lord Bergan – um Bearwolf. Lord Bergan explica que ele é o último herdeiro do antigo rei lobo - assassinado pelo rei atual - que o garoto tinhas poderes, mas também que corria grande perigo.

Antes que pudesse processar tantas informações Drew acaba em grandes apuros e começa a ser perseguido pelos homens do Rei Leopold – um werelion.  Em sua fuga Drew irá fazer um grande amigo e muitos inimigos. Irá conhecer uma werefox que tem tanto de beleza quanto de crueldade e partirá em uma jornada sem volta pelos sete reinos de Lyssia.

O Rei Leopold pretende se certificar que nenhum lobo sobreviva. Como um werewolf Drew precisa fugir ou lutar, mas seus inimigos são muitos e mais fortes do que ele. Ação da primeira a última página acompanham Drew em sua primeira e perigosa aventura.

“Ela se ajeitou, encostando no peito do rapaz. Drew ficou feliz, mas se sentindo estranho ao mesmo tempo. Por que será que era necessário estar às portas da morte para ela interessar-se por ele?” p.301.

Comecei este livro pensando que era mais uma fantasia juvenil, mas ao fim do terceiro capítulo já estava viciada na história e em tudo que acontecia; e o autor consegue manter um ritmo alucinante e cheio de reviravoltas até o final.

Drew é tudo que um protagonista deve ser: um garoto pobre da fazenda que se vê acusado injustamente pelo assassinato da própria mãe e foge para a segurança da floresta; um rapaz que tem dentro de sim um monstro que ele ainda não aprendeu a controlar; um garoto assustado que não quer para si todas as responsabilidade de ser o último herdeiro dos lobos. Acima de tudo um rapaz honesto, lutador, que não admite injustiça e que não irá tolerar os desmandos do Rei Leopold.

Nosso personagem é enclausurado, espancado, torturado. Nós agonizamos junto com Drew a cada página, lutamos junto com ele a cada reviravolta e torcemos em alto som pela sua vitória em uma batalha quase perdida.

Eu me apaixonei pelo protagonista, junto com Harry Potter, Percy Jackson e Will ele entra para o ranking dos meus personagens masculinos de YA preferidos. Além de Drew os melhores personagens são seu amigo Hector um Boarlord e curandeiro, e a insuportável e divertida – na mesma medida – Gretchen a Werefox. Não falei muito dos personagens lá no texto acima para não contar demais sobre o livro e deixar a surpresa para vocês.

Eu gostei muito do trabalho de capa e da edição em geral, tem pequenas ilustrações no início de cada capítulo e uma ótima diagramação. Encontrei alguns erros de digitação, mas nada que pudesse incomodar na avaliação geral da obra.

Este livro está longe de agradar só o público juvenil, é uma história bem ambientada, com uma mitologia fantástica e uma evolução sensacional. Eu devorei o livro e já estou louca pela continuação. Espero de verdade que a saga fique bem conhecida por aqui e entre no gosto das massas rs. Leiam!!

Gostou? Está na dúvida? Confira também a resenha da Hérida do Lendo nas Entrelinhas sobre o livro.

Série Wereworld de de Curts Jobling
In: http://www.wereworldbooks.com
  1.  A origem do lobo (Título original: Rise of the Wolf)
  2.  A fúria dos leões (Rage of lions)
  3. A sombra do gavião (Shadow of the hawk)
  4. Nest of serpents (Os demais ainda não lançados no Brasil)
  5. Storm of sharks.
Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO