target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Viaje com as séries #2 - Castle

>>  segunda-feira, 9 de abril de 2012

Gilmore Girls pode ser minha série preferida da vida, mas existe outra produção que não fica muito atrás na minha preferência: Castle! Como é a minha segunda série favorita, eu já tinha pensado em falar sobre ela na minha segunda coluna, então a Débora Lima comentou no outro post pedindo por Castle e foi ali que eu decidi.


Eu já havia passado os olhos por Castle, mas nunca tinha realmente parado para prestar atenção e saber do que realmente se tratava. Foi então que a Nanda a indicou e falou super bem. Assim, resolvi que era a hora de conferir e ainda bem que o que fiz, é simplesmente incrível.

Richard Castle - Rick para os íntimos como eu - é um escritor de sucesso. O cara já publicou 26 best-sellers­ e, no episódio de estreia da primeira temporada, acaba de matar o protagonista de sua mais famosa série – Derek Storm -, ato que foi criticado por muitos. Em meio ao fim de uma grande história e o bloqueio para escrever algo novo, Castle recebe a visita da polícia, que investiga assassinatos realizados da mesma forma que em alguns de seus livros. Prontamente, ele se oferece para ajudar a desvendar o caso e vê aí uma grande chance de conseguir a trama perfeita para seu novo livro, sem falar na inspiração para sua nova protagonista – Nikki Heat -, a competente detetive Kate Beckett.


Kate guarda um grande segredo, é super fã dos livros de Rick e tem todos em casa, mas sua personalidade forte não a deixa admitir isso. Ainda mais porque a relação deles é como a de gato e rato, já que Castle também tem sua personalidade forte e geralmente não obedece às ordens recebidas. Mas o fato é que a parceria entre eles deu muito certo, eles conseguiram desvendar o crime e Castle, como ficou encantado com Kate, quer continuar. Ela não gosta muito da ideia, mas Castle é super bem relacionado e consegue junto ao prefeito uma ordem de ficar ao lado da detetive como forma de pesquisa para seu novo livro. E aí a aventura, as risadas, a paixão, a química e a amizade começam.

Juntos, Beckett e Castle conseguem fazer a relação crescer e, pensando juntos, unem as peças com mais rapidez, chegando ao culpado de forma brilhante. Repleto de comédia, misturado aos assuntos sérios que uma série policial aborda, Castle é viciante, uma série gostosa demais.

Todos os personagens são carismáticos e não há a possibilidade de não se envolver com eles, seja com a mãe mais maluca da face das séries – a de Castle, Martha – ou com a filha mais perfeita – também de Castle, Alexis – ou ainda com os detetives Esposito e Ryan. A série cativa, envolve e te prende. Castle é incrível, muito bem-humorado e cheio de tiradas cômicas. Sua relação com os policiais é ótima e rende cenas muito boas. Ele também tem um dom com as mulheres, digamos assim. Sua fama atrai piriguetes e ele aproveita. Castle já foi casado duas vezes e sempre pensa que o terceiro pode ser o da sorte, o certo. Quem sabe, né?


A série está se encaminhando para o fim da quarta temporada e eu já assisti a todos os episódios duas vezes, porque gostei tanto que fiz meu marido assistir também e, claro, assisti tudo de novo com ele, que também adora! Não tem como não gostar, é sério. 

Curiosidades
  • Os livros de Richard Castle existem na vida real. Ninguém sabe ao certo quem os escreve, se é um dos roteiristas da série ou algum escritor de livros policiais famosos, que é a possibilidade mais especulada. Os livros são vendidos na Amazon e estão todos em inglês.
  • Alguns escritores famosos já participaram da mesa de pôquer de Castle: Stephen J. Cannel, Michael Connelly, James Patterson e Dennis Lehane. Stephen J. Cannel morreu recentemente na vida real e, em homenagem a ele, há uma cadeira vazia na mesa. Quando tentaram sentar nessa cadeira, foi avisado que aquele lugar era de Cannel e por um ano ninguém sentaria ali.
  • De acordo com Andrew W. Marlowe, Nathan Fillion fez testes com 125 atrizes para encontrar a intérprete perfeita para viver a Beckett. Afinal, os dois tinham que ter bastante química, como vemos nos episódios da série.
  • Falando em Beckett, Stana Katic ganhou o papel de uma forma bem diferente. Quando conheceu Nathan Fillion, a atriz tinha acabado de fazer o cabelo e a maquiagem para o teste final entre ela e uma outra candidata.  Antes da sua audição, ela percebeu que usava uma blusa muito longa. Ela pede uma tesoura para a produção, vê Nathan Fillion pegando um café e o cumprimenta. Ele pergunta se ela queria treinar as falas (line, em inglês). Ela responde que não, mas falando sobre lines, se ele poderia cortar em linha reta. Ele diz que poderia tentar. E corta a blusa dela. Os produtores viram toda a cena nos bastidores e ela conseguiu o papel, sem o teste final.
  • No episódio piloto de Castle, podemos ver vários livros escritos pelo autor: Death of a Prom Queen,Hell Hath No Fury, Flowers for Your Grave, Storm Fall,Gathering Storm, Storm’s Break e When it Comes to Slaughter foram alguns dos livros escritos por ele.
  • Em janeiro de 2012, Nathan Fillion, ator que vive Castle, ganhou o prêmio de Melhor Ator de Drama no People's Choice Awards. Super merecido, porque ele é sensacional. 
  • Stana, que interpreta Beckett, começou a série com os cabelos bem curtinhos e a cada temporada eles vêm ficando mais compridos. Na atual temporada eles estão divinos!

Por hoje é só. Até semana que vem e não esqueçam de deixar suas sugestões para os próximos posts nos comentários ou de enviá-las pelo twitter e e-mail. Beijos e uma ótima semana!


Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO