target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

A escolha - Nicholas Sparks

>>  sexta-feira, 29 de junho de 2012


SPARKS, Nicholas. A escolha. São Paulo: Editora Novo Conceito, 2012. 304p. Título original: The choice.

“Ela forçou um sorriso que não foi retribuído. – Será que poderíamos começar de novo?
Ele pareceu pensar um pouco naquilo. – Não sei.
- O quê?
- Você me ouviu. – insistiu ele. – A última coisa que preciso em minha vida agora é uma vizinha louca.” p.99

O primeiro e único livro do autor que eu tinha lido foi Um homem de sorte, eu adorei e me arrependi por ainda não ter lido vários livros do autor. O livro do qual vou falar agora é então meu segundo livro do Nicholas, acho que por ter gostado tanto do outro, esperava mais desse. Hoje vou contar o que eu achei sobre A escolha de Nicholas Sparks.

Travis Parker, 32 anos, tem uma ótima vida na pequena cidade de Beaufort. O veterinário é solteiro e vive em uma bela casa ao lado de Moby – seu boxer bobão e trapalhão. Travis não tem pressa em se casar, apesar da insistência de seus melhores amigos em arrumar uma boa garota para ele. Na verdade estava cansado de boas garotas, seus relacionamentos normalmente duravam alguns meses e depois terminavam amigavelmente. Ele era cheio de energia e paixão! Viajou boa parte do mundo, praticava esportes radicais e adorava surfar, velejar, correr e escalar, entre outros esportes.

Gabrielle Holland, 26 anos, mais conhecida como Gabby, acaba de se mudar para a cidade. A moça é assistente médica no hospital pediátrico local e aceitou o emprego para ficar mais perto de Kevin, seu namorado há quatro anos. Gabby se sente muito sozinha na cidade, sem amigos, sem família, tudo o que tem é seu sonho de uma vida ao lado de Kevin e a companhia de sua amada cadela Molly, uma collie puro-sangue.

Ultimamente seu relacionamento vinha passando por uma fase ruim, ela sabia que isso era normal, mas não conseguia deixar de pensar em suas expectativas. Ela queria que Kevin finalmente resolvesse se casar, mas era só tocar no assunto que ele se fechava. Gabby se sentia sozinha, repensava sua vida e suas decisões. A bela ruiva era também uma boa moça, que vivia intimidada pelas expectativas de sua mãe. Para sua mãe ela já devia estar casada e com filhos, foi para ter mais tempo para a família que acabou desistindo da profissão de médica para a de médica assistente.  

Agora Gabby estava em sua bela casa, com vista para o mar, ao lado de sua cadela. De repente percebe que Molly está inchada e cansada, como se estivesse esperando filhotes! Só poderia ser culpa do cachorro enorme e horroroso de seu vizinho, que vivia solto e correndo pela propriedade. Ela decide tirar satisfação com Travis, ele parece se divertir com sua vizinha brava e eles instantaneamente - se odeiam.

“Ao voltar para a clínica onde trabalhava, a única coisa que Gabby sabia com certeza era que ela nunca conseguiria superar o que havia feito, e como não havia pedra grande o bastante para que ela se enfiasse embaixo, o melhor seria procurar um modo de evitar encontrá-lo por algum tempo. Não eternamente, é claro. Um intervalo de tempo razoável. Como os próximos cinquenta anos.” p.61

Duas pessoas de personalidades completamente diferentes, Gabby acaba metendo os pés pelas mãos e acusando seu vizinho. Travis, assustado, primeiro acha graça, depois começa a se irritar com sua vizinha mal educada. O que estava prestes a virar uma grande animosidade muda quando os dois resolvem passar uma borracha e começar tudo de novo. Uma grande amizade tem início, mas o destino tem um plano diferente para eles.
~~~~~

Não é segredo para ninguém que os livros do Nicholas Sparks chegam ao topo das listas de mais vendidos ainda na semana de lançamento. Campeões de público e de vendas. Eu ainda estou no segundo livro dele, embora tenha vários na estante. Mas terminando A escolha tive a impressão é de que o autor ficou preguiçoso; longe de mim ofender os fãs apaixonados pelos seus livros, mas o final deste também foi muito corrido e pouco desenvolvido. Tenho a impressão que já que ele não precisa mesmo se esforçar muito para fazer sucesso, é melhor terminar um e partir logo para o próximo.

Posso estar enganada, mas vejam bem, uma historia linda, com  personagens ótimos e uma trama deliciosa. Então, de repente, a historia dá um salto de 11 anos no futuro e deixa de narrar com detalhes vários acontecimentos importantes. A segunda parte não é ruim, mas é corrida, e o final é rápido demais.

Tem outra coisa que não gosto, mas isto é opinião pessoal. Sabe aqueles livros que tem um prólogo que conta algo do futuro e depois volta onde tudo começou? Isso para mim mata a historia na maioria das vezes, eu não quero saber do futuro, eu quero imaginar o que vai acontecer. É como se o autor me contasse um grande spoiler, eu não contei sobre isto aqui na resenha, mas é até perda de tempo já que vocês vão saber nas duas primeiras páginas do livro hehe.

Agora que desabafei rs, apesar de tudo que disse acima eu realmente gostei do livro. Os dois protagonistas são ótimos, é impossível não gostar e torcer por eles, até os dois cachorros são uma gracinha. Gostei muito também de Stephanie, irmã de Travis, uma personagem muito divertida e que merecia mais destaque.  

A grande lição do livro se passa em cima de uma importante decisão, Travis pergunta-se até onde devemos ir em nome do amor? Amor incondicional X a vontade de quem se ama. O drama em torno da decisão do protagonista faz o leitor pensar em várias coisas, é uma decisão impossível de se tomar.  

Se você é fã de romance/drama eu indico, apesar deste não ter me conquistado totalmente é uma historia bonita e rápida de se ler. Mas não vá com muita sede ao pote, imagino que outros livros do autor sejam melhores. Leiam!

Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO