target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Viaje com as séries #27 – The Walking Dead

>>  segunda-feira, 1 de outubro de 2012


Apocalipse zumbi. O cenário, que é cultuado e até mesmo aguardado por algumas pessoas, não passou a existir ontem. O trabalho que serviu de inspiração para o gênero foi o livro I Am Legend ("Eu sou a Lenda"), de 1954. A história, escrita por Richard Matheson, mostrava um sobrevivente solitário chamado Robert Neville travando uma guerra contra a população humana transformada em vampiros. Além da literatura, o tema chegou aos cinemas, televisão, videogames, quadrinhos e até na música. É praticamente uma infestação.

Pôster da 3ª temporada

Um dos mais recentes sucessos envolvendo os zumbis é a série The Walking Dead, que por sua vez, é baseada na série de quadrinhos de mesmo nome escrita por Robert Kirkman, Tony Moore e Charlie Adlard. Na série, uma epidemia atinge o mundo (representado nos episódios pelos Estados Unidos), fazendo com que os mortos levantem e se alimentem dos vivos. O mundo que conhecemos agora é dominado pelos zumbis e extremamente aterrorizante.

Como é de se imaginar, TWD conta a história da consequência de um apocalipse zumbi e segue um pequeno grupo de sobreviventes, viajando por uma desolado Estados Unidos à procura de uma nova casa longe das hordas de mortos vivos. O piloto apresenta o mocinho-chefe Rick Grimes, que acorda no hospital, depois de meses de internação após levar um tiro. O cenário que vê deixa Rick apavorado: todo o local está abandonado e parece que houve uma guerra por ali. Obviamente, a primeira coisa que ele pensa é na família e corre para sua casa. No caminho dá de cara com alguns zumbis, mas nem imagina o que seja tudo aquilo. Afinal, ele acabou de acordar de um coma. Sua casa está vazia e seu novo objetivo, além de sobreviver, é encontrar a esposa e o filho. O que demora alguns episódios para acontecer, mas acontece.


Ao ser resgatado em uma cena no mínimo emocionante, Rick é levado para um acampamento em que sobreviventes se reúnem e dá de cara com Lori e Carl, sua família. Quem também está lá é seu companheiro de polícia, Shane. Ah é, esqueci de comentar que Rick era xerife antes dos zumbis dominarem o mundo. Com todas as qualidades que tem, Rick logo passa a líder o grupo. Enquanto a situação fica mais perigosa, o desespero do grupo para sobreviver leva-os à beira da insanidade. Mas quem não ficaria meio insano em um cenário desses?

O fato é que eles são sobreviventes e querem encontrar um local idealizado como o paraíso, sem zumbis, sem ameaças, para que possam viver o resto de suas vidas. Mas isso está mais parecendo um sonho para mim. Esses malditos zumbis chegam a qualquer lugar. Eu fico toda agoniada quando um aparece. Sinceramente, acho que se isso acontece, eu ia ser uma das primeiras a virar zumbi. Que medo.
Andar armado é essencial para a sobrevivência

Em um resumo breve, a segunda temporada acompanha o grupo após a fuga de Atlanta. Os sobreviventes partem em busca de algum lugar onde possam permanecer seguros e sobreviver. Quando encontram uma fazenda que permanece isolada e livre da ameaça zumbi, o grupo tenta conquistar o seu lugar ali, dividindo o espaço com os donos da fazenda. Em meio ao caos, alguns dos sobreviventes vão revelando faces até então ocultas e o grupo percebe que os zumbis não são o único perigo que existe. Pois é!

A série foi muito bem recebida pelo público, com poucos episódios exibidos foi renovada para uma segunda. A AMC renovou The Walking Dead para sua terceira temporada em 25 de outubro de 2011, após a estreia da segunda temporada, que quebrou recordes de audiências de uma emisora de TV a cabo em idade média de 18-49. Em 14 de janeiro deste anos a amissora anunciou que a terceira temporada irá conter 16 episódios. A nova temporada estreia dia 14 de outubro na terra do Tio Sam e por aqui ela será veiculada apenas dois dias depois, dia 16. The Walking Dead já bateu diversos recordes de audiência nos Estados Unidos e foi finalista em várias categorias no 68º Golden Globe Awards, incluindo a de Melhor Série Dramática de TV. A maquiagem é espetacular e digna de todos os elogios do mundo. É realmente incrível.
Maquiagem extremamente sensacional

Gosto muito da série, fico agoniada, torço por alguns personagens e quero a morte de outros que são um porre, mas quero sempre o melhor para o grupo. Um dica aqui é não se apegar muito aos personagens, afinal são trocentos milhões de zumbis para poucos humanos, eles sempre acabam levando mais um. E a dica número dois é: procure não assistir aos episódios enquanto come. Os zumbis nem sempre são mortos de um jeito sutil e limpo.

Eu recomendo. Sei que esse é mais um exemplo de série que não agrada todo mundo. Tem que ter estômago bom e curtir esse tipo de história. Para quem gosta é uma série excelente. Também já podemos aprender alguns truques cado o apocalipse aconteça. Brincadeirinha!



Informações gerais
  • Gênero:  Pós-apocalíptico, Apocalipse zumbi, terror e drama;
  • Duração: Aproximadamente 60 minutos. O piloto teve 86 minutos;
  • Criador: Frank Darabont;
  • Produtores: Frank Darabont, Gale Anne Hurd, David Alpert, Robert Kirkman, Charles H. Eglee e Glen Mazzara;
  • Elenco: Andrew Lincoln, Jon Bernthal, Sarah Waybe Callies, Laurie Holden, Jeffrey DeMunn, Steven Yeun, Chandler Riggs, Norman Reedus e Lauren Cohan.

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO