target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

A aprendiz - Trudi Canavan

>>  terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

CANAVAN, Trudi. A aprendiz. São Paulo: Editora Novo Conceito, 2012. 544p. (A trilogia do mago negro, v.2). Titulo original: The novice.

“Sentindo mais ataques, Sonea olhou por sobre o ombro e viu que mais aprendizes haviam se juntado. Era preciso muito mais poder para manter o escudo agora. Ficando preocupada, olhou para ambos os lados, pensando no que fazer. Se conseguisse chegar ao corredor principal... Começou a andar para a frente, forçando Regin e seus companheiros para trás.” p. 385

Este é o segundo volume de uma trilogia de literatura fantástica iniciada com O clã dos magos, e é um prato cheio para quem gosta de historias com bruxos e magia. Apesar de não ter amado o primeiro livro, eu estava muito curiosa para ler a continuação, e saber o que aconteceria com a  pobrezinha da protagonista. E hoje vou contar para vocês o que os aguarda em A aprendiz  da Trudi Canavan.

No primeiro livro ficamos conhecendo a cidade de Imardin, um reino que - como a maioria - valorizava seus nobres e desprezava os plebeus; e para reinteirar o poder da aristocracia, o rei fez um acordo com o clã dos magos do reino, que deveriam purificar a cidade uma vez por ano, expulsando pedintes e ladrões. O ritual gerava revolta na favela, mas os pobres nada podiam fazer contra a barreira mágica que protegia os magos. Até que uma das faveladas atira uma pedra, que ultrapassa a barreira e atinge a testa de um dos magos. Assustada ela foge, eles a perseguem. Os magos percebem logo que ela é uma portadora de magia, precisa treinar para controlar seus poderes. Mas ela sabe que eles jamais aceitariam uma favelada entre os nobres, que precisava fugir para sobreviver.

A partir daqui contém spoilers se você não leu O clã dos magos.

Com a ajuda do mago Rothen que a ensinou a ler, escrever, e controlar seus poderes, Sonea, acaba sendo aceita como aprendiz no Clã dos magos. Mas ela sabe que as dificuldades estão apenas começando. Ela é a primeira plebeia aceita no clã, a primeira aprendiz que não pertence a nobreza. E ,claro, os outros aprendizes não irão aceitar sua presença no meio deles com facilidade. Ela é poderosa, tem mais magia e poder do que todos os aprendizes, é inteligente, estudiosa e consegue realizar bens suas tarefas; mas Sonea é boicotada constantemente, e enfrenta um bullying diário dos outros aprendizes.

Ela não imaginava o quanto eles seriam persistentes e maldosos, ela tenta não chamar a atenção, depois anda sorrateiramente pelo prédio, se esconde, fica até tarde na biblioteca. Eles a perseguem, provocam, atacam. O líder do bando é Regin, ela não entende porque ele a odeia tanto. E Sonea não reage, ela viu como um ataque dos magos pode ser perigoso, e tem medo de usar seu poder para atacar, então apenas foge, e quando não tem mais jeito, usa um escudo mágico para se defender dos ataques.

Enquanto isso ela, Rothen e o administrador Lorlen precisam manter em segredo as atitudes do lorde supremo, Akkarin; se o lorde supremo estivesse mesmo fazendo uso de magia negra, as consequências seriam terríveis, eles precisam ser cautelosos e corajosos. Já Dannyl está longe do reino, exercendo suas novas funções embaixador, e colocando a prova seus sonhos e desejos. 

As intrigas do clã estão a cada dia mais perigosas, Sonia pode se proteger aceitando a ajuda do lorde supremo, mas as consequências de se conviver com Akkarin podem ser terríveis.
~~~~~

Eu gostei mais do segundo volume da trilogia, a historia ganha mais intrigas, ação e muitas vertentes interessantes. A narrativa se alterna entre vários personagens e acompanhamos o bullying sofrido por Sonea, a luta de Dannyl para esconder sua homossexualidade e o sofrimento diário de Rothen, com sua insônia e seu vicio para conseguir dormir. Além disso o mistério sobre Akkarin – um personagem realmente aterrorizante – me manteve grudada no livro até o final.

Porém, continuo achando que a autora se estendeu demais na narrativa sem necessidade, as cenas de bullying com Sonea são tão repetitivas que roubam boa parte do livro com as mesmas informações – ela fugindo, os meninos malvados a perseguindo. Eu gosto de literatura fantástica com esta vertente para o romance épico, mas a autora peca neste quesito. Por outro lado as descrições melhoraram muito, ao contrário do primeiro livro eu agora consigo visualizar os cenários que ela criou.

A edição está bonita e bem revisada, vi apenas uns dois ou três erros de tradução, agora a capa eu acho linda, mas não entendo aquele bastão na mão dela hehe.


Não vejo a hora de ler o terceiro livro e ver como tudo vai terminar, os poderes de Sonea estão crescendo muito e é adoro acompanhar s partes do treinamento mágico. Se você gosta de bruxos e fantasia, leia!!

A trilogia do mago negro de Trudi Canavan
  1. O clã dos magos (The magicians’ Guild)
  2. A aprendiz (The novice)
  3. O lorde supremo (The high lord).
Avaliação (1 a 5): 4,5

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO