target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

O lorde supremo - Trudi Canavan

>>  quinta-feira, 11 de abril de 2013


CANAVAN, Trudi. O lorde supremo. São Paulo: Editora Novo Conceito, 2012. 624p. (A trilogia do mago negro, v.3). Titulo original: The high lord.



“Sonea levantou os olhos para ele e sentiu uma estranha mistura de medo e respeito. Ele havia matado muitas vezes...
- Volte para suas lições agora, Sonea. Minha favorita não cabula aulas.
Sonea abaixou os olhos e concordou com a cabeça.
- Sim, Lorde Supremo.” p.119

A trilogia do mago negro iniciou-se com O clã dos magos, seguido por A aprendiz. Os dois livros me conquistaram, mas em ambos eu achei que a autora enrolou muito para chegar ao desfecho. Apesar de achar a narrativa lenta, estava ansiosa para conhecer o final da historia, e hoje vou falar para vocês sobre O lorde supremo da Trudi Canavan.

No primeiro livro ficamos conhecendo a cidade de Imardin, um reino que valorizava seus nobres e desprezava os plebeus; e para reinteirar o poder da aristocracia, o rei fez um acordo com o clã dos magos do reino, que deveriam purificar a cidade anualmente, expulsando pedintes e ladrões. O ritual gerava revolta na favela, mas os pobres nada podiam fazer contra a barreira mágica que protegia os magos. Até que uma das faveladas atira uma pedra, que ultrapassa a barreira e atinge a testa de um mago. Assustada ela foge, eles a perseguem. Os magos percebem logo que ela é uma portadora de magia, precisa treinar para controlar seus poderes.

No segundo livro acompanhamos Sonea, agora já uma aprendiz no Clã dos magos, tentar vencer o preconceito e se tornar uma deles. Ela sofre muito na mão dos outros aprendizes, que consideram que uma favelada não é boa o bastante para estar no meio deles. Ao mesmo tempo ela precisa ser cautelosa, descobriu segredos tenebrosos sobre o Lorde Supremo, ela e Rothen – seu guardião – precisam saber como agir. O uso de magia negra é proibido, a pena é a execução. E no final ela enfrenta uma grande batalha, além disso tudo o que ela acreditava começa a ser questionado.

A partir daqui contém spoilers se você não leu  os livros anteriores.

Sonea aprendeu muito no Clã, e depois da sua vitória na luta com seu inimigo Regin, as pessoas aprenderam a respeitá-la, algumas a temê-la. Mas Sonea ainda está nas mãos de Akkarin; o Lorde Supremo já provou ser perigoso e ela não se aproxima muito de ninguém. Rothen continua muito preocupado com a felicidade de Sonea, mas eles não podem se falar, as ordens do Lorde Supremo foram claras.

Ao mesmo tempo ela precisa descobrir no que pode acreditar, ela nem consegue imaginar o que pode acontecer ao Clã se tudo o que Akkarin disse for verdade. Saber que o Clã está sendo observado por um inimigo antigo e poderoso, um que eles não podem vencer com o uso que têm da magia.

Sonea não sabe em quem confiar, não pode contar para ninguém o que Akkarin lhe disse, mas também não consegue confiar e acreditar nele. Pode ser apenas um plano para envolvê-la com sua magia negra.

Do outro lado do reino Dannyl fez importantes trabalhos para o Lorde Supremo, mas agora sua segurança está em risco, e seu grande segredo pode ser descoberto. Ele precisa voltar ao Clã, e torcer para que os boatos fiquem longe dele.

Cery ganhou destaque entre os ladrões, ele agora realiza uma importante e perigosa missão para o Mestre. Ninguém sabe quais são ao certo suas atividades, mas ele irá fazer o que puder para proteger Sonea e a favela.

Seu futuro está nas mãos dele, ela precisa saber a verdade. Precisa lutar e sobreviver. Tempos escuros se aproximam do Clã.

~~~~~~

Tive que me segurar para saber o que poderia contar sobre este livro, são tantas reviravoltas e revelações que as páginas passam voando e você fica preso, louco para saber o final. O melhor dos livros da Trudi Canavan são que eles só melhoram, eu não esperava que o final da trilogia seria tão bom, tão cheio de ação e tão emocionante.

E já aviso para vocês, a autora não se apega a seus personagens como nós, não acreditei como ela teve coragem de matar tantos deles. Alguns que o leitor nunca espera, não acredita, e custa para se conformar.

Canavan escreve de forma muito detalhista, e as vezes, enche o livro de cenas e personagens secundários pouco necessários para a trama em si. Mas neste livro isso não me incomodou como nos anteriores, tudo serviu para caracterizar o que vinha a seguir.

Eu adorei a forma como ela alterna  a narrativa entre vários personagens, você sabe o que está acontecendo com todos eles e fica tenso até o final. Personagens secundários ganham muito destaque neste livro, outros surpreendem o leitor. Eu confesso que já imaginava o que era o grande mistério de Akkarin, mas foi uma grata surpresa acertar estas previsões e acompanhar a saga que iniciaria ali.

O livro tem ainda um romance forte e completamente inesperado, meu queixo quase caiu em alguns desdobramentos.

Para quem estava com saudade de uma boa trama com magia, eu indico totalmente A trilogia do mago negro. Eu amei o final do livro, mesmo com epílogo eu ainda queria mais, a série ganhou outros olhos com este final nota 5! Leia com certeza!

A trilogia do mago negro de Trudi Canavan
  1. O clã dos magos (The magicians’ Guild)
  2. A aprendiz (The novice)
  3. O lorde supremo (The high lord).
Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO