target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Inferno - Dan Brown

>>  terça-feira, 11 de junho de 2013

BROWN, Dan. Inferno. Rio de Janeiro: Editora Arqueiro, 2013. 488p. Título original: Inferno.

“Perguntem-se: o que veio depois da Peste Negra?
Todos sabemos a resposta.
A Renascença.
Renascimento.
Tem sido sempre assim. A morte é seguida pelo nascimento.
Para alcançar o Paraíso, o homem deve atravessar o Inferno.” p.51

Robert Langdon está de volta, o famoso protagonista é Professor em Harvard e um dos simbologistas mais famosos do mundo. Ele já se aventurou por Paris, já irritou o Vaticano e toda a maçonaria de Washington.... Agora está de volta, para uma nova busca em Inferno de Dan Brown.

Busca e encontrarás! Um monte de corpos agonizantes, uma pilha de morte e mais morte... Busca e encontrarás! A estranha mulher de cabelos cinzentos... os corpos de cabeça para baixo, a visão do Inferno. Robert acorda, desorientado e ainda assustado com o terrível pesadelo, e sem ter a menor ideia de onde está.

Descobre que está em um hospital... na Itália. Parece que foi ferido, mas sua última lembrança era de ir para uma palestra nos EUA. Robert não tem muita chance de forçar a memória, logo está sendo perseguido por uma assassina implacável e correndo para salvar sua vida.

Junto com ele está Sienna Brooks, uma médica inteligentíssima, que ajuda Robert a fugir do hospital antes que seja tarde demais. Em seu paletó Robert encontra um pequeno tubo de metal, com lacre biomédico e uma estranha visão sendo refletida, o Inferno de Dante Alighieri.

Langdon não sabe o que está acontecendo, não se lembra de nada, mas tem certeza que não pode confiar em ninguém, todos estão tentando matá-lo. Sua única saída é tentar desvendar o mistério do tubo e suas pistas, tem certeza que estava fazendo algo importante, algo crucial para o futuro mundial.

Juntos, ele e Sienna embarcam em uma corrida contra o tempo pelas ruas da Itália, passando por Florença e Veneza, Robert busca na obra de Dante e no famoso Mapa do Inferno de Botticelli, a resposta que procura.

O símbolo biomédico no tubo não prevê nada de bom, ele sabe que uma grande ameaça paira sobre o mundo, mais uma vez.

~~~~~~

Eu adoro os livros do Dan Brown, percebo claramente que o autor utiliza sempre a mesma fórmula (nos livros com o Robert Landon), mas eu me divirto e mergulho na historia. Esta é uma premissa básica para amar este livro, entrar de cabeça em mais uma busca com o querido Professor.

Já li todos os livros do autor, e, junto com Anjos e Demônios, este passa a ser o livro que mais gostei protagonizado pelo Robert. O anterior, O símbolo perdido, não gostei tanto, aquela coisa de final religioso estava repetitivo demais; e O código Da Vinci também não é dos meus favoritos. Em Inferno o mistério é outro, envolve armas biológicas e o futuro da raça humana.

Na parte histórica temos uma viagem incrível pela Itália e por Istambul. As cidades de Florença e Veneza são descritas magicamente, era quase como se eu andasse junto com ele por aquelas ruas, conseguisse imaginar cada museu, cada prédio, cada rua apinhada de turistas. A forma como o autor descreve locais e obras de artes são incríveis.

No meio de toda a confusão, o autor ainda consegue colocar diálogos sarcásticos e que me divertiram muito:
"- Está bem, vou reformular. Não temos acesso a jatinhos particulares para autores de livros de história religiosa. Se quiser escrever Cinquenta tons de iconografia, aí podemos conversar." p.251
Em Inferno também me surpreendi com as artimanhas e mistérios criados, eu li até a metade do livro anotando mentalmente todas as pontas soltas, todas as coisas que eu achei sem noção e pensei: “Nossa o Dan Brown vacilou demais aqui, quem vai engolir isso?”. E no fim, descobri que tudo que eu achava ser ponta solta estava ali com um propósito, que foi explicado posteriormente.

O livro também faz o leitor pensar, a grande ameaça que permeia a busca de Robert é uma questão que irá mexer com nossas cabeças, acho que não posso deixar isso mais explicito aqui para não deixar spoilers. Mas ele quase convence o leitor, com todos seus gráficos, estatísticas e previsões sobre determinado colapso mundial.

Agora, apesar de amar, pensei muito na minha nota após terminar a leitura, a fórmula do autor é tão idêntica, que me irrita um pouco. Eu quase tirei 1 ponto por isso, mas acabei desistindo, porque simplesmente devorei o livro. Para mim aquela coisa de Robert ser chamado aos 45m do segundo tempo + ameaça que pode destruir o mundo + mulher bonita que sabe mais do que diz + corrida pelos museus de determinado país... é tão previsível que deixa a desejar. Ignore isso se quiser aproveitar melhor a leitura, acho que a fórmula faz tanto sucesso que o autor nem pensa em mudar.

Sem dúvida eu indico para quem gosta de uma boa aventura, com muito suspense e uma ótima narrativa. Inferno é um dos melhores livros do Dan Brown, leia!!

Coleção Robert Langdon
  1. Anjos e demônios
  2. O código Da Vinci
  3. O símbolo perdido
  4. Inferno
Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO