target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Fablehaven: A ascensão da estrela vespertina - Brandon Mull

>>  quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

MULL, Brandon. Fablehaven: A ascensão da estrela vespertina. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 2011.480p. (Fablehaven, v.2). Título original: Fablehaven – Rise of the evening star.

“- Tanu é o mestre das poções. Coulter coleciona relíquias mágicas. Vanessa se concentra em capturar animais místicos. As diversas ocupações deles os levaram a alguns dos mais perigosos confins do mundo, e os qualificam para esse perigoso encargo.” p.106-107

Leio vários livros infanto-juvenis que têm um toque de fantasia, outros já se passam completamente em um mundo fantástico, o que é mais parecido com o que ocorre aqui. Indicada para o público bem jovem, Flabelhaven é pura magia. Hoje vou falar sobre o segundo livro da série (já finalizada e com 5 livros), A ascensão da estrela vespertina do Brandon Mull.

No primeiro livro conhecemos Kendra e Seth Sorenson, 14 e 11 anos, dois irmãos que foram passar as férias na casa dos avós paternos, que viviam em uma fazenda no meio do nada. Crianças curiosas, logo descobrem que a floresta ao redor da casa esconde um mundo mágico. Os irmãos estão em Fablehaven, um dos poucos refúgios que ainda existem para proteger as criaturas mágicas da extinção. Seus avós são os zeladores daquele lugar, têm a missão de proteger e cuidar da harmonia do mundo mágico. Um lugar encantador, fantástico... e nem um pouco seguro.

A partir daqui pode conter spoilers se você não leu o primeiro livro da série,  confira a resenha de Fablehaven.

Kendra e Seth estão de volta a Roosevelt Middle School, como dois adolescentes normais. Mal sabem eles, que a calmaria irá durar muito pouco. Primeiro Kendra vê um ser horrível e nojento entrando em sua sala de aula, a professora o apresenta como um novo aluno e as amigas de Kendra ficam todas caidinhas por ele. Só ela consegue ver o garoto em sua verdadeira forma; depois que foi fadificada ela enxerga todos os seres mágicos sem precisar do leite mágico. Sem saber como lidar com aquilo e aterrorizada pela segurança das amigas, Kendra acaba aceitando a ajuda de um homem misterioso quando seu avô não atende ao telefone e nem retorna seus contatos.

Em seguida chegam notícias urgentes de Fablehaven, as crianças correm perigo e precisam ser levadas com urgência para a reserva. Lá chegando, vêem que novos perigos rondam o local. As reservas mágicas estão sendo atacadas, os artefatos mágicos que a protegem correndo risco de serem roubados. E quem está por trás da ameaça é a Sociedade da Estrela Vespertina.

Para proteger o local hóspedes talentosos chegam a fazenda. Estão hospedados Tanu, o preparador de poções mágicas; Coulter, um colecionador de artefatos mágicos incríveis; e Vanessa, criadora de animais exóticos. Eles irão treinar os garotos para se defender naquele mundo, mas todos os três são misteriosos e parecem guardar segredos. Quando descobrem que existe um traidor entre eles, todos correm perigo.  E mais uma vez a segurança de Fablehaven depende dos irmãos, que precisam mais uma vez superar inúmeros perigos e salvar o mundo.

~~~~~

A sinopse do Skoob está bem estranha... mas nem era isso que eu ia falar. :P Quando eu leio um livro tão cheio de fantasia, eu preciso comprar a ideia. E Fablehaven tem um cenário incrível, eu adorei o primeiro livro, os irmãos são fofos e eu estava curiosa pela nova aventura.

Aqui a ambientação, a trama, o enredo cheio de perigos e os personagens continuam incríveis. Mas faltou algo para que eu acreditasse nos desdobramentos. Sei que sou implicante e exigente, mas a trama principal se baseia em um artefato antigo que precisa ser protegido, este artefato está escondido nos confins da floresta e ninguém sabe onde está, nem se sobreviverá aos perigos que o protegem se encontrá-lo. Para mim o mais seguro é deixar onde está, já que é tão inacessível. Mas eles decidem fazer de tudo para localizar o objeto, tirar ele de lá e mudar de local. Eu simplesmente não engoli isso rs.

Além disso, o livro tem partes lentas, algumas passagens são muito detalhadas e deixaram a leitura cansativa. E eu nem digo isso por mim, eu tenho o costume de analisar um livro pensando no publico principal ao qual ele se destina. E acho que o livro ficou chato para o público mais novo, com partes onde nada de importante acontece. Elas são compensadas é claro, Kendra e, principalmente, Seth se envolvem em loucuras inimagináveis. Eu já estava toda feliz novamente com a leitura, até que acontece algo que me decepcionou. Não posso contar em detalhes por ser spoiler, mas tem uma parte muito triste (não para o leitor, que acompanha a narrativa em terceira pessoa e sabe o que está acontecendo já que alterna os personagens) e os outros personagens reagem de forma tão sem emoção. Eu esperava lágrimas, desespero e foi tudo tão sem graça.

Acho a série fofa e bem divertida para quem gosta de uma fantasia repleta de aventuras. Este volume não me conquistou como o primeiro, mas pretendo continuar a leitura, a série tem elementos que eu adoro. O mundo mágico, os diversos seres poderosos, duas crianças que conseguem se safar de qualquer enrascada e descobrir um jeito de salvar o dia e tal. Quem já leu, conte o que acha da série. :)

Série Fablehaven de Brandon Mull
Site oficial no Brasil: http://www.fablehaven.com.br
  1. Fablehaven – onde as criaturas mágicas se escondem (Fablehaven)
  2. A ascensão da estrela vespertina (Rise of the evening star)
  3. Nas garras da Praga das Sombras (Grip of the Shadow Plague)
  4. Segredos do santuário de dragão (Secret of the dragon sanctuary)
  5. Chaves para a prisão dos demônios (Keys to the demon prison).

Avaliação (1 a 5):

Comentou? Preencha o formulário e participe do Top Comentarista de Janeiro.

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO