target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Garoto encontra garota - Meg Cabot

>>  quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

CABOT, Meg. Garoto encontra garota. Rio de Janeiro: Editora Galera Record, 2006. 400p. (Trilogia Garotos, v.2). Título original: Boy meets girl.

Os chick-lits são o melhor estilo para uma leitura rápida, gostosa e divertida. Esta trilogia tem um estilo diferente, os livros são independentes e a semelhança entre eles até agora é que as protagonistas dois livros trabalham na mesma empresa. A característica principal é que todos são escritos apenas através de e-mails, bate-papos, bilhetes, memorandos e diários. Hoje vou falar do segundo volume da trilogia, com Garoto encontra garota da Meg Cabot.

Os livros são independentes, esta resenha não contém spoilers de O garoto da casa ao lado.

Kate Mackenzie, 25 anos, mora em Nova York e trabalha no setor de Recursos Humanos do New York Journal. Loura e muito bonita, a vida de Kate vira do avesso quando termina um relacionamento de 10 anos com Dale, que depois deste tempo todo disse para ela que “não quer algo mais sério”. Kate  termina tudo, ela quer alguém que queira um compromisso real, e se muda para o sofá da melhor amiga, Jen Sadler. O problema é que a amiga está tomando hormônios para tentar engravidar e Kate está atrapalhando o "sossego" do casal. Ela precisa encontrar um apartamento para alugar, mas os valores estão exorbitantes, a não ser que ela queira viver nos bairros dominados pela venda de crack...

Kate trabalha para Amy Jenkins, a diretora de RH conhecida como T. P. M – tirana perversa e maldosa -. Apesar da chefe, sua vida profissional ia razoavelmente bem, não era o emprego de seus sonhos, mas ela podia pagar as contas. Até que Amy ordena que ela demita a funcionária mais querida da empresa, a senhora do carrinho de sobremesas. A demissão injusta faz com que Kate seja processada! O que seria terrível, se não fosse assim que ela tivesse conhecido Mitchell Hertzog.

Mitchell é o advogado gato do jornal, que tem um irmão completamente idiota – e que namorada ninguém menos do que a sua chefe.  Mas longe de querer trabalhar nas grandes corporações, o sonho de Mitch é ajudar as pessoas na defensoria pública. O rapaz sempre foi um solteiro convicto, mas logo se vê encantado com uma certa funcionária do RH. Mitchell é irmão de Stacy Trent (a mulher de John, o irmão do protagonista de O garoto da casa ao lado) e ela está sempre pronta para ajudá-lo com seus longos e-mails.

Entre muitas confusões corporativas e vários memorandos, você vai acompanhar a vida e as muitas fofocas dos funcionários do jornal e suas famílias.

~~~~~~~

Tão legal e divertido quanto o primeiro, acho que não consigo escolher entre os dois, apesar de que no primeiro tinha um cachorro fofo que eu adorava e era mais vergonha alheia. Este não é de fazer gargalhar, mas eu sorri com várias situações inusitadas.

Isso da narrativa epistolar tem um lado muito bom, os livros são ágeis, rápidos e conseguem abordar várias pessoas diferentes: Kate, Mitch, Amy, Stuart, Dale, a família toda de Mitch e até a modelo Vivica – bem maluquinha-, que também tem uma participação no primeiro livro.

O lado não tão bom assim rs, é que os livros são muito rápidos e não desenvolvem bem o lado psicológico dos personagens. Eu achei uma comédia a historia toda, mas não deu para se apaixonar por Mitch ou por Kate com este tipo de narrativa, o romance fica bem aquém das expectativas porque ficamos sabendo de tudo depois de acontecer. Não é exatamente um ponto negativo, é só algo para vocês avaliarem e decidirem se vão curtir a historia.

Eu gosto, estou ansiosa para ler o terceiro e espero não demorar tanto entre eles. O problema é que aqui aparecem alguns personagens do livro anterior, Melissa e Nadine – muito rapidamente, Vivica e com mais destaque, Stacy. Eu li o 1 no começo do ano e já não lembrava de todos os detalhes dos personagens, acho que ler em sequencia deve ser mais legal, você não perde nenhum detalhe.

Enfim, a historia é diferente, fofa e divertida. Eu gosto da narrativa epistolar, principalmente por ser uma leitura de poucas horas, é ótima para descontrair. Depois eu sempre pego um livro bem sangrento, mas isso é historia para outro dia... Leiam!! E um Feliz 2014 para todos vocês!! ^^
                    
Trilogia Garotos da Meg Cabot
  1. O garoto da casa ao lado (The boy next door)
  2. Garoto encontra garota (Boy meets girl)
  3. Todo garoto tem (Every boy’s got one)
Meu livro de novembro do Gêmeas Book Club ^^
Avaliação (1 a 5):

Comentou? Preencha o formulário e participe do Top Comentarista de Janeiro.

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO